Entretenimento

Alec Baldwin se declara inocente de homicídio culposo em set de filmagem

0

Um acidente trágico no set de gravação do filme “Rust” chocou o mundo todo em outubro de 2021. Por conta dele, Alec Baldwin estampou todas as manchetes ao redor do mundo. O nome do ator estava relacionado à morte de uma pessoa.

No caso, a diretora de fotografia Halyna Hutchins, de 42 anos, faleceu depois de ser baleada durante as gravações do filme “Rust”. Sua morte foi acidental e causada por uma arma de fogo cenográfica, mas que estava carregada com projéteis reais ao invés de bala de festim. Mesmo que ainda não se tenha o responsável, como Baldwin estava com a arma na mão, ele teve uma repercussão negativa.

Por mais que o acidente tenha acontecido em 2021, o caso ainda é investigado para que os responsáveis sejam apontados. Agora, na última quarta-feira, o ator se declarou inocente da acusação de homicídio involuntário.

Declaração de Baldwin

Notícias da TV

Na última quinta-feira, Baldwin deveria comparecer de forma remota a um tribunal no Novo México, mas renunciou essa aparição através de um documento judicial em que ele se declara inocente.

De acordo com um porta-voz do tribunal, a audiência que estava agendada foi cancelada depois que o juiz aceitou o documento do ator.

Nos documentos judiciais, a única acusação contra Baldwin é descrita como “uso negligente de arma de fogo”. E a acusação alternativa, que fala que ele causou a morte de Hutchins sem a cautela necessária, é detalhada como “um ato cometido com total desrespeito ou indiferença à segurança de outros”.

Ainda de acordo com o documento judicial, o ator foi libertado pagando fiança depois que se declarou inocente. Isso mostra que ele pode ser libertado da custódia sem pagar fiança e deve cumprir determinadas condições.

Dentre as condições, Baldwin tem que obedecer todas as leis, não pode possuir armas de fogo ou perigosas, não consumir álcool ou substâncias ilícitas e evitar contato com quem possa testemunhar no caso.

Essas são as mesmas condições da primeira vez que o ator foi acusado e também se declarou inocente. Agora, ainda conforme o documento, o ator não pode deixar os EUA sem autorização do tribunal.

Em 2023, as acusações de homicídio culposo contra o ator foram retiradas. Na época, os promotores afirmaram através de um comunicado que não poderiam “prosseguir sob as atuais restrições de tempo e com base nos fatos e evidências entregues pelas autoridades policiais” por conta de “novos fatos” no caso.

Caso

Reino de Gaston

No começo de 2022, a família da vítima decidiu processar Baldwin, que estava com a arma no momento em que ela disparou. De acordo com a Revista Variety, além dele, outros envolvidos na sequência também foram incluídos no processo. A ação movida pela família da profissional alega que a imprudência e o corte de custos foram imprescindíveis para a morte da cineasta.

Na época, os nomes que foram apontados como alvos do processo foram: Alec Badwin, Ryan Smith, Allen Cheney, Nathan Klinger, Ryan Winterstern, Anjul Nigan, Matthew DelPiano, Emily Salveson, Sarah Zachry, Dave Halls, Hannah Gutierez Reed, Gabrielle Pickle e Seth Kenney.

A supervisora do roteiro do filme “Rust”, Mamie Mitchell, também decidiu processar Alec Baldwin. Segundo ela, no roteiro não estavam previstas cenas de tiros, portanto, os disparos não deveriam ter acontecido. Mamie foi a responsável por acionar a emergência após o acidente.

De acordo com a supervisora, os closes da câmera deveriam ser apenas em um dos olhos do ator, outro de uma mancha de sangue e no torso do ator. “Não havia nada no roteiro sobre a arma ser disparada pelo acusado Baldwin ou por qualquer outra pessoa”, declarou no processo.

Contudo, em outubro do ano passado, Baldwin e a família de Hutchins chegaram a um acordo no processo de homicídio culposo movido contra o ator e outros. E o advogado do ator divulgou um comunicado a respeito.

“Chegamos a um acordo, sujeito à aprovação do tribunal, para nosso caso de homicídio culposo contra os produtores de ‘Rust’, incluindo Alec Baldwin e Rust Movie Productions, LLC. Como parte desse acordo, nosso caso será arquivado. As filmagens de ‘Rust’, que agora serei produtor executivo, serão retomadas com todos os atores principais originais a bordo em janeiro de 2023”, disse Matthew Hutchins, viúvo de Halyna, em nota.

“Não tenho interesse em me envolver em recriminações ou atribuição de culpa, aos produtores ou ao Sr. Baldwin. Todos nós acreditamos que a morte de Halyna foi um acidente terrível. Sou grato que os produtores e a comunidade de entretenimento se uniram para homenagear o trabalho final de Halyna”, completou.

“Durante esse processo difícil, todos mantiveram o desejo específico de fazer o que é melhor para o filho de Halyna. Somos gratos a todos que contribuíram para a resolução desta situação trágica e dolorosa”, disse o advogado de Alec Baldwin, Luke Nikas.

Fonte: CNN, G1

Imagens: Notícias da TV,  Reino de Gaston

Zuckerberg pede desculpas por não proteger jovens nas redes sociais

Previous article

Índia libera pomba presa sob suspeita de espionagem para China

Next article

Comments

Comments are closed.