Curiosidades

Balenciaga envia convites de celulares quebrados

0

O mundo da arte é imprevisível, chocante, inspirador e até estranho. Sendo assim, a moda anda lado a lado com a arte, inovando e surpreendendo a cada dia. Por exemplo, a Balenciaga mostrou uma nova forma de convidar as pessoas ao desfile.

Por meio de vídeos e imagens publicadas nas redes sociais, descobrimos que a marca de luxo Balenciaga usou um iPhone 6s quebrado como convite do seu próximo desfile na Semana da Moda em Paris.

Dessa forma, ela vem se tornando uma marca em evidência nos últimos anos, usada por celebridades de renome mundial em busca de um estilo marcante e único.

Para seguir com o conceito de ser inesquecível e à frente das tendências, a marca enviou iPhones 6s quebrados com as informações sobre a data, local e horário do evento gravadas a laser na traseira do eletrônico.

Moda de 2022

O desfile foi nomeado “360º Show” e contará com bastante influência tecnológica, visto não somente no celular-convite, como também na embalagem. Assim, a aposta é no prateado, que segue tanto na embalagem quanto no próprio convite.

Contudo, ainda não revelaram a explicação sobre a escolha do modelo de iPhone 6s. Sendo assim, considerando que a Apple lançou o aparelho em 2015, ele está cada vez mais próximo de sumir do mercado.


Isso pode ser uma mensagem de reuso de tecnologias antigas em face ao descarte de materiais eletrônicos rapidamente, o que aumenta a poluição do planeta.

Balenciaga

O desfile se tornou assunto mundial por sua mensagem em protesto à guerra na Ucrânia. “Eu me tornei um refugiado para sempre”, afirma Demna Gvasalia, diretor criativo da Balenciaga.

Assim, essa declaração é por conta do designer ter sido obrigado a abandonar sua casa na Geórgia aos 10 anos de idade, em 1993, por causa da guerra na Abecásia. Então, ele e sua família, assim como milhares de refugiados, encontraram lar na Ucrânia.

Reviver esse trauma, de certa forma, agora com conflitos na Ucrânia, quase fez o diretor cancelar o desfile de inverno de 2022 da Balenciaga.

“Em um momento como esse, a moda perde sua relevância e o seu direito de existir. A Semana de Moda parece algum tipo de um absurdo. Eu pensei por um momento sobre cancelar o desfile que eu e minha equipe trabalhamos duro e que estávamos todos ansiosos.”

“Mas então, percebi que cancelar esse desfile seria significa ceder, render-se ao mal que já me machucou tanto por quase 30 anos. Eu decidi que eu não poderia mais sacrificar partes de mim a essa guerra sem sentido e sem coração. Este show não precisa de explicação. É uma homenagem à resistência e à vitória de paz e amor”, compartilhou em uma postagem no Instagram oficial da Balenciaga.

Todos os convidados receberam camisa com as cores da bandeira da Ucrânia. Assim, a passarela foi tomada por uma tempestade de neve extremamente realista e apresentada dentro de uma redoma de vidro.

Protestos

Divulgação

Dessa forma, o diretor criativo passou a mensagem de que, com o aquecimento global, a neve pode acabar sendo vista apenas por intermédio da tecnologia. Outra interpretação é a ameaça russa que os milhares de refugiados ucranianos enfrentam com esse conflito.

Além disso, um destaque do desfile foram as bolsas no modelo maxi, que são uma aposta da temporada. No entanto, estas se pareciam com sacos que refugiados usam para guardar seus pertences. Assim, as roupas trazem um aspecto mais estruturado, com toques fluídos que impactaram o mundo da moda.

Entre os tons frios, Demna finalizou a apresentação com as cores da bandeira da Ucrânia em duas peças, sendo Eliza Douglas quem encerrou o desfile. A modelo declarou que irá doar o seu cachê para a iniciativa da Balenciaga e o World Food Programme para ajudar a alimentar os refugiados da Ucrânia.

https://www.instagram.com/p/CaztI3SsmOs/

Fonte: Tudo Celular

Muitas horas vendo TV aumenta o risco de trombose

Matéria anterior

A China aluga pandas ao redor do mundo

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos