Notícias

Brasileiro bate recorde mundial por trabalhar 84 anos na mesma empresa

0

O brasileiro Walter Orthmann, de 100 anos, foi citado no Guinness Book por ser a pessoa que trabalha a mais tempo em uma mesma empresa. O idoso trabalha há 84 anos na fábrica de tecidos RenauxView, em Santa Catarina.

Esta é a terceira vez que Walter é reconhecido com o mesmo título. Ele recebeu o primeiro certificado de recorde em 2008 e depois em 2018.

Para se manter ativo nessa idade, Walter afirma que: “precisa manter a cabeça boa, a mente em dia. E é assim que eu consigo, trabalhando”, disse ao R7.

Ele acredita que o trabalho é a razão para ele continuar vivo e motivado para levantar da cama todos os dias.

“Se você não tem um motivo, você vai ficar dormindo. Infelizmente, todos os meus amigos que se aposentaram e pararam de trabalhar já morreram. É o trabalho que nos mantém vivos”, afirma.

Contratado em 1938

Foto: Guto Kuerten/Agência AL/ND

Walter foi contratado pela RenauxView em 1938, cinco anos antes de a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) ser aprovada.

Ele começou a trabalhar na empresa como auxiliar de expedição, aos 15 anos. Após isso, foi promovido a office-boy, assistente administrativo e gerente de vendas, função que exerce até hoje.

O idoso relembra que, na mesma empresa, recebeu o salário em nove moedas. O único momento em que ficou inseguro foi em 2006, com a mudança na diretoria da instituição.

Medo de demissão

Foto: RenauxView/Reprodução

Com 68 anos de casa, achou que poderia ser demitido, já que, “não iriam querer uma pessoa velha na equipe”.

Para a surpresa de Walter, o novo presidente, Armando Hess Souza, decidiu renovar o contrato por mais 15 anos.

“Em 2021, venceram os 15 anos e, para nossa alegria, seu Walter continua sendo um profissional de destaque”, afirmou Armando.

Ao longo dos 84 anos de trabalho, Walter passou por diversas mudanças na empresa, no país e no mundo. Ele afirma que se adaptou facilmente a essas transformações.

“Hoje em dia tudo é mais rápido. Antigamente, precisava de muito tempo para resolver as coisas. Agora, em dois minutos tudo se resolve”, relata.

Recorde e referência da empresa

Foto: RenauxView/Reprodução

Walter conta que é muito valorizado na empresa e se tornou uma referência para outros funcionários. Ao longo dos 100 anos de vida, e 84 de RenauxView, recebeu várias homenagens de diversas entidades.

Do Corpo de Bombeiros Militar de Brusque ao Tribunal Superior de Trabalho, todos reconhecem o feito extraordinário de seu Walter.

De acordo com o Guinness, a mais longa carreira na história foi de Susan O’Hagan, em Lisburn, na Irlanda do Norte. A mulher trabalhou com serviços domésticos por 97 anos, dos 10 aos 107, de 1812 a 1909, quando morreu.

O brasileiro com recorde de diplomas

Foto: R7

Além de Walter, o Brasil possui outros recordistas, como Leandro Moreira Maciel, 39, que é o brasileiro com o maior número de diplomas universitários – 40 no total. 

Natural de Pelotas, município do Rio Grande do Sul, o homem possui 17 certificados em cursos de graduação, 20 em pós-graduação, um curso técnico, um mestrado e um doutorado.

De acordo com Maciel, a intenção sempre foi estar bem preparado para o mercado de trabalho. “Eu não queria bater recordes, penso que quando você se prepara e possui várias formações, amplia as oportunidades para administrar qualquer área. Hoje me sinto pronto para assumir qualquer cargo de direção”, disse ao R7.

O feito do gaúcho foi registrado pelo RankBrasil, uma empresa independente que registra recordes brasileiros, mas sem vínculo com sistemas internacionais, como o Guinness World Records.

Maciel conta que já deu a entrada na documentação para a empresa europeia, que faz uma análise rígida e criteriosa para validação do recorde do brasileiro.

O recordista afirma que o incentivo da família foi o que fez a diferença. “A educação é necessária e libertadora. Se houvesse mais investimento na educação e incentivos para que outras pessoas buscassem o ensino, teríamos um cenário diferente no país”, relata.

Leandro Maciel destaca que a maior dificuldade foi conciliar o tempo. “Eu já cheguei a fazer de quatro a cinco cursos ao mesmo tempo e conciliar tudo isso com o trabalho, com as atividades e com provas é bem difícil – passei muitas madrugadas sem dormir.”

Atualmente, o brasileiro trabalha como orientador educacional e professor em um programa de mestrado internacional em ciências da educação, pela Emil Brunner World University, dos Estados Unidos.

Os cursos

Veja abaixo os cursos feitos pelo recordista:

Mestrado: Pedagogia EAD e o Ensino de Ciências.

Doutorado: Ciências da Educação.

Técnico: Administração.

Graduações: Ciências Contábeis, Ciências Biológicas, Secretariado, Gestão de Cooperativas, Negócios Imobiliários, Gestão Comercial, Gestão Pública, Comércio Exterior, Processos Gerenciais, Marketing, Gestão Financeira, Educação Física, Logística, Gestão de Recursos Humanos, Pedagogia, Administração e Letras Português/Inglês.

Pós-graduações: Ciências Biológicas, Filosofia e Sociologia, Gestão de Saúde Pública, Administração Escolar, Supervisão e Orientação, Educação Especial Inclusiva, Gestão Escolar, Educação a Distância: gestão e tutoria, Gestão Hospitalar, Treinamento Desportivo, Coordenação Pedagógica, Psicopedagogia, MBA e Coaching, Docência no Ensino Superior, Administração de Pessoas, MBA em Gestão e Políticas Públicas Municipais, Educação Infantil e Anos Iniciais, Ensino Religioso, Neuropsicopedagogia, Engenharia de Produção e especialização em Psicopedagogia.

Fonte: R7

Antes da morte, cérebro pode ter um flashback

Matéria anterior

Atores que utilizaram O Método em seus personagens

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos