Entretenimento

Atores que utilizaram O Método em seus personagens

0

Interpretar uma outra pessoa não é fácil. Você precisa abandonar sua personalidade, sua história, sua forma de se comportar e falar para assumir todas as características de outrem. Assim, uma técnica que se utiliza para tal é o Método, como é chamado.

Esse método de atuação foi desenvolvido e aperfeiçoado por Lee Strasber, Sanford Meisner e Stella Adler entre os anos de 1930 e 1940, considerada a época de ouro de Hollywood. Assim, o método teve como base o sistema criado pelo russo Constantin Stanislavski.

Com isso, o Método é caracterizado pela prática de se colocar “na pele” do personagem, sem fingir sentimentos, acreditando viver aquele papel. Basicamente, o ator se transforma na pessoa por um período de tempo.

Existem algumas técnicas para que o ator entre na pele do personagem e se identifique com seus sentimentos. Eles variam desde viver a transformação do corpo, se colocar em situações iguais àquelas vividas pelo personagem e mergulhar profundamente no universo dele com todos os recursos possíveis.

O Método é perigoso?

Muitos dizem que o Método não é necessário e, em muitos casos, possui um lado sombrio. Assim, existe uma linha tênue entre compreender os sentimentos de um personagem no momento da gravação e incorporá-los até quando a gravação se encerrou.

Por isso, há práticas que atores acabam se arrependendo de adotá-las posteriormente. Afinal, quando você faz algo para alterar sua percepção da realidade, é possível ter resultados negativos.

Atores que sofreram consequências

O ator James Franco destacou no The New York Times que o Método pode ser responsável pelas atitudes aparentemente desequilibradas de alguns atores.

Heath Ledger

Um exemplo que muitos conhecem das consequências negativas do Método ocorreu com o ator Heath Ledger quando ele fez uma performance brilhante de um dos maiores vilões dos quadrinhos, o Coringa. Na ocasião, ele estava trabalhando no filme Batman: O Cavaleiro das Trevas (2008) e deixou o personagem entrar demais para o mundo real.

O que se diz no ramo do entretenimento é que o ator mergulhou tão profundamente no universo psicologicamente perturbado de seu personagem, notório por ter uma mente sombria, que Ledger acabou perdendo sua vida. A causa da morte foi overdose acidental.

Adrien Brody

Reprodução

Adrien Brody atuou em O Pianista (2002) e, para se preparar, começou uma dieta restritiva e perdeu muito peso. O objetivo era se parecer ao máximo com um judeu que vivia em Varsóvia durante a Segunda Guerra Mundial.

O ator se mudou para a Europa, vendeu seu carro e se desconectou da internet para se aproximar de como seria a vida de uma pessoa que perdeu tudo, que é o caso de seu personagem.

Após sua imersão, Brody levou seis meses para se recuperar e comentou sobre como não percebeu que o mergulho tão profundo o levou a um local que ele acreditou não ser mais capaz de sair com sua sanidade intacta. Pelo menos sua dedicação lhe rendeu um Oscar de Melhor Ator, sendo o mais jovem a receber o reconhecimento. Mas a que custo?

Daniel Day-Lewis

Reprodução

Outro ator que usou o Método foi Daniel Day-Lewis na sua criação do personagem Christy Brown, pintor e escritor paraplégico, protagonista de Meu Pé Esquerdo (1989). Como o personagem só conseguia pintar e escrever com os dedos dos pés, Day-Lewis vivia como o personagem até nos intervalos de gravação.

Por isso, a equipe teve de alimentá-lo como se fosse portador de deficiência. Até para escrever cartas entre o elenco e a produção ele usava seus pés.

Robert de Niro

Reprodução

Para sua performance em Touro Indomável (1980), De Niro ganhou 30 kg. Portanto, até seus colegas de trabalho ficaram preocupados com a sua saúde, visto que De Niro queria sentir como era ser Jake LaMotta. “Comecei a perceber o que um homem gordo passa … Você fica com erupções nas pernas. Suas pernas raspam uma na outra”, contou.

Christian Bale

Reprodução

Esse caso é conhecido como um em que o ator foi longe demais. Para viver Trevor Reznik em O Operário (2004), Christian Bale perdeu 30 kg. Após seguir uma dieta extremamente restrita por quatro meses, que era basicamente água, café e uma maçã por dia, os produtores do filme chegaram a repreender o ator.

Natalie Portman

Reprodução

No caso de Natalie Portman, a atriz perdeu cerca de 10 kg para atuar em Cisne Negro (2010). Dessa forma, ela disse em entrevistas que chegou a ter medo de morrer durante o tempo em que interpretou a bailarina.

Isso porque a atriz comia cenouras e amêndoas, passando por oito horas de ensaios todos os dias por meses. “Houve algumas noites em que pensei que literalmente ia morrer. Foi a primeira vez que entendi como você pode ficar tão envolvido em um papel que ele pode te derrubar.”

Fonte: 8milimetros

Brasileiro bate recorde mundial por trabalhar 84 anos na mesma empresa

Artigo anterior

Casal russo entra na justiça pela posse de cérebros congelados

Próximo artigo