Curiosidades

Céu vermelho provoca pânico na população dessa cidade chinesa

0

Quando pensamos em cor do céu, logo nos remetemos ao azul que estamos acostumados. Mas, às vezes, essa pode não ser a cor que se vê ao olhar para cima. Já pensou olhar para o céu e ele estar vermelho? Pode ser uma coisa bem diferente de se ver e também de se entender. No entanto, foi justamente isso que os moradores da cidade de Zhoushan, na China, viram.

Nos últimos dias, imagens do céu da cidade chinesa viralizaram na internet justamente por ele estar avermelhado. Esse é um fenômeno raro e que despertou vários temores nos moradores da cidade.

De acordo com o Daily Mail, o céu vermelho de Zhoushan foi um dos assuntos mais comentados pelos usuários do Sina Weibo, rede social local parecida com o Twitter. Além dessa rede, vários vídeos do céu avermelhado tomaram conta do Douyin, a versão chinesa do TikTok, como se pode ver no vídeo:

O céu vermelho realmente deu pânico nos moradores que não sabiam o que fazer ou se tinham que se prevenir de alguma forma. “Comecei a estocar suprimentos”, comentou um usuário na rede social.

Fenômeno

Aventuras na história

A incerteza do que estava realmente acontecendo provavelmente foi a pior coisa. Contudo, o departamento meteorológico de Zhoushan veio a público explicar o que de fato estava acontecendo e o motivo de o céu estar vermelho, acalmando assim a população da cidade.

De acordo com o Global Times, o principal jornal do Partido Comunista Chinês, o céu ficou vermelho por conta dos fenômenos ópticos de refração e dispersão de luzes emitidas por embarcações ancoradas no porto local.

Além disso, por conta do clima em Zhoushan, que estava nublado e chuvoso, essas propriedades de refração ficaram ainda maiores, o que resultou no céu em uma cor impensada.

“Mais água na atmosfera forma aerossóis que refratam e dispersam a luz dos barcos de pesca e criam o céu vermelho visto pelo público”, disse o departamento meteorológico.

Céu vermelho

Último segundo

Entretanto, nem sempre um céu vermelho é motivo de pânico entre as pessoas. Por exemplo, quando se olha para o céu no fim de tarde, ou quando se está em uma praia e, de repente, o céu começa a ficar avermelhado. Mas por que será que isso acontece de vez em quando?

Quando isso acontece, o céu pode parecer vermelho, laranja ou até meio roxo. Muitas pessoas acham isso até poético. Contudo, não é apenas “poesia” que está ocorre quando isso acontece. Para além disso, também existe uma explicação científica para o fenômeno.

Esse fenômeno em que o “céu fica vermelho” é chamado de dispersão de Rayleigh. Dessa forma, a boa e velha física pode explicar direitinho como tudo acontece. Segundo Edward Bloomer, astrônomo do Royal Museums de Greenwich, no Reino Unido, a resposta está nas “propriedades ópticas da luz do Sol que passam pela atmosfera da Terra”.

Para entender o fenômeno é preciso compreender do que é feita a luz. Basicamente, de todas as cores do espectro visível. São elas vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil (ou índigo) e violeta. “Tem tudo a ver com a dispersão da luz solar. E ela não é dispersa igualmente”, afirmou Bloomer.

Cada uma dessas cores possui um comprimento de onda diferente. Isso significa que, cada matiz tem a aparência que outra tem, ou seja, uma cor que a diferencia da outra. No caso da cor violeta, por exemplo, o comprimento de onda é mais curto. Enquanto, por outro lado, o vermelho é mais longo.

Já o meio onde essa luz é dispersa, ou seja, a atmosfera, é feito de uma camada de gases. Isso inclui diversos gases, entre eles, o oxigênio. Assim, conforme a luz atravessa as camadas de gases, ela se divide como se fosse um prisma. Nas camadas superiores, os comprimentos de onda azuis são divididos e refletidos ao invés de serem absorvidos. Isso acontece por conta da sua densidade. “Quando o Sol está baixo no horizonte, estamos espalhando todos os azuis e verdes e obtemos aquele brilho alaranjado e vermelho nas coisas”, explicou Bloomer.

Visão

Pinterest

Em outras palavras, isso ocorre porque a luz de comprimento das ondas azul e violeta se espalha mais rápido do que outras mais longas, que são as de cor laranja e vermelho. Ou seja, o resultado desse cenário é a fama de cores avermelhadas que vemos no céu. Quando isso acontece, o sol não mudou de cor ou foi afetado, o que se vê é apenas sua aparência do lado de dentro da atmosfera.

Dependendo do lugar do mundo que a pessoa vê o fenômeno, ele pode ser afetado por condições de poeira e fumaça. Porém, mesmo assim, é tudo uma questão de como se vê o céu de dentro da Terra. “É um pouco como o que acontece em Marte, quando a poeira vermelha se espalha pelo ar, dá a impressão de que o céu é rosa avermelhado”, concluiu Bloomer.

Fonte: R7, BBC

Imagens: YouTube, Aventuras na história, Último segundo, Pinterest

 

Rafa Kalimann rebate críticas sobre o corpo

Matéria anterior

Jethro Lazenby, filho de Nick Cave, morre aos 31 anos

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications