Curiosidades

Como a mudança climática afeta os tornados mortais?

0

Nosso planeta já tem seu longo período de existência e já passou por várias mudanças. Em suma, uma delas, que os pesquisadores consideram ser uma das mais drásticas, é a mudança climática. Isso vem afetando o mundo de várias maneiras diferentes e talvez caminhe para um ponto em que se torne cada vez mais difícil a nossa existência.

Um exemplo disso foi o surto de tornado mortal que devastou desde Arkansas a Illinois na noite de 10 para 11 de dezembro. A força e a duração desse tornado foi tão fora do comum, principalmente para dezembro, que várias pessoas se perguntaram se os tornados ficarão mais comuns por conta das mudanças que estão acontecendo no mundo.

Embora a resposta para essa pergunta seja algo difícil de se dizer, um novo estudo está dando algumas pistas. Isso é o que aponta a pesquisa feita por John Allen, cientista atmosférico que estuda tempestades convectivas severas, como tornados e as influências das mudanças climáticas.

Mudança climática

National Geographic

Por mais que os modelos climáticos não possam ver tornados, eles conseguem reconhecer as condições deles. Então, para conseguir entender como o aumento das temperaturas globais irá afetar o clima no futuro, os cientistas usam modelos de computador complexos. Eles caracterizam todo o sistema terrestre, indo desde a energia do sol até como o solo responde. Tudo isso visto ano a ano, estação a estação.

Os modelos resolveram milhões de equações em escala global. Decorre disso que a cada cálculo que eles conseguiam resolver, mais poder de computação era exigido. Portanto, para projetar como o clima do nosso planeta irá mudar até o fim do século, os pesquisadores usam uma escala ampla.

Nos modelos climáticos, quanto menor o objeto, mais difícil é de se ver. Esse é o caso dos tornados e das tempestades fortes que os criam, que estão bem abaixo da escala típica que os modelos climáticos podem prever.

Tornados

Ainda assim, a mudança climática tem seus ingredientes causadores em grande escala. É isso que os pesquisadores podem analisar. Assim, eles investigam quais fatores tornam as condições propícias para a formação de tornados.

Nesse sentido, dois dos principais fatores para tempestades severas são a energia impulsionada por ar quente e úmido, que promove fortes correntes ascendentes, e a mudança da velocidade e direção do vento, conhecida como cisalhamento do vento.

Além deles, existe um terceiro fator, que é mais difícil de ser identificado, é um dia muito quente ou então uma frente fria. Sem esse fator, não é todo ambiente que se torna favorável a ter tempestades ou tornados severos.

Então, usando esses dois fatores principais, os modelos climáticos podem dizer alguma coisa a respeito do risco de mudança. Para os EUA, as projeções do modelo climático sugerem que a probabilidade geral desses fatores favoráveis para as tempestades severas irá aumentar até o final do século XXI.

Razões

Npr

A principal razão disso é a mudança climática, que irá aumentar as temperaturas, a umidade na atmosfera e o potencial para fortes correntes ascendentes. O aumento da temperatura global está provocando mudanças bem significativas nas estações. Como resultado, isso faz com que o clima fique mais severo.

Além disso, os aumentos mais fortes no ar úmido quente, no outono, inverno e começo da primavera, significa que existirão mais dias com os fatores favoráveis para as tempestades severas. Nesse momento que elas acontecerem, provavelmente, serão mais intensas.

Nas últimas décadas, já estão analisando evidências de mudanças indo na direção de condições mais favoráveis para tempestades severas nas estações mais frias. Inversamente proporcional a isso, a probabilidade de tornados no verão está diminuindo.

Frequência

The Conversation

No entanto, no caso de tornados as coisas ficam mais complicadas. Isso porque, mesmo com uma previsão exata, não é garantia de que ele se formará, uma vez que somente uma pequena fração de tempestades em um ambiente favorável irá produzir um tornado.

Por isso, várias simulações exploram o que iria acontecer se um surto de tornado ou tempestade produtora de tornado acontecesse nos mais diferentes níveis de mudança climática.

Como resultado, as projeções sugerem que as tempestades mais fortes e produtoras de tornados podem ser mais prováveis com o aumento das temperaturas globais.

Fonte: Science Alert

Imagens: YouTube, National Geographic, Wpr, The conversation

Como supermercados te fazem gastar mais?

Previous article

Vídeos mais assistidos do Fatos Desconhecidos

Next article

Comments

Comments are closed.