Curiosidades

Mais de 99% dos estudos concordam que a mudança climática foi causada pelos humanos

0

Nosso planeta já tem seu longo período de existência e já passou por várias mudanças. Em suma, uma delas, que os pesquisadores consideram uma das mais drásticas, é a mudança climática. Isso vem afetando o mundo de várias maneiras diferentes e talvez caminhe para um ponto onde se torne cada vez mais difícil a nossa existência.

E se você se pergunta quem é o mais culpado por isso acontecer, o consenso científico de que os humanos mudaram o clima da Terra é de 99,9%. Essa porcentagem não deixa muito espaço para dúvida. E para chegar nela os pesquisadores analisaram, detalhadamente, três mil estudos selecionados de maneira aleatória de uma lista de 88.125 mil artigos relacionados com o clima que foram publicados desde 2012.

Feito isso, somente quatro dos estudos expressaram dúvidas de que a atividade humana está causando as mudanças climáticas no nosso planeta.

Estudo

A última vez que um estudo parecido foi feito, se analisou estudos publicados entre 1991 e 2012. Nesse a porcentagem obtida de certeza que os humanos são os responsáveis pelas mudanças climáticas foi de 97%. O que mostra que o pequeno nível de ceticismo está diminuindo com o tempo.

“Estamos virtualmente certos de que o consenso está bem acima de 99% agora e que é praticamente o caso encerrado para qualquer conversa pública significativa sobre a realidade da mudança climática causada pelo homem”, disse Mark Lynas, o líder climático da Alliance for Science at Universidade Cornell em Nova York.

Além dessa análise detalhada dos três mil artigos, os pesquisadores também usaram um algoritmo baseado em palavras-chave para classificar todo o banco de dados dos 88.125 artigos em ordem de ceticismo antropogênico com relação às mudanças climáticas. Como resultado eles tiveram 28 rotulados como implícita ou explicitamente céticos.

Consenso

Segundo os pesquisadores, isso se parece com o nível de consenso a respeito das placas tectônicas ou então da evolução. E todo esse número de estudos que se analisou deixa pouco espaço para discussão quando se trata de debater a ciência das mudanças climáticas.

“Para entender onde existe um consenso, você tem que ser capaz de quantificá-lo. Isso significa pesquisar a literatura de uma forma coerente e não arbitrária, a fim de evitar a negociação de papéis escolhidos a dedo, que muitas vezes é a forma como esses argumentos são realizados na esfera pública”, disse Lynas.

Esse estudo, em particular, não tem o objetivo de responder a pergunta de por que existe uma discrepância entre o que os cientistas pensam e o que o público pensa que eles pensam. No entanto, outros pesquisadores dão algumas possíveis explicações para isso. Como por exemplo, a disseminação de desinformação.

Culpados

Além do que, não existe dúvidas sobre como a atividade humana está causando o aquecimento global. É através das emissões de gases de efeito estufa. Com a cúpula do clima global COP26 acontecendo no Reino Unido no final deste mês, os líderes do mundo todo tem uma nova chance. Eles podem implementar medidas drásticas e necessárias para que o aquecimento da Terra seja desacelerado.

“É fundamental reconhecer o papel principal das emissões de gases de efeito estufa para que possamos mobilizar rapidamente novas soluções, uma vez que já estamos testemunhando em tempo real os impactos devastadores dos desastres climáticos nas empresas, nas pessoas e na economia”, concluiu o cientista ambiental Benjamin Houlton, da Cornell University.

Fonte: https://www.sciencealert.com/over-99-9-percent-of-studies-agree-humans-have-caused-climate-change

Estudo revelou de onde veio o ancestral dos cavalos modernos

Matéria anterior

A paisagem do planeta foi mudada até mesmo por pequenas comunidades de coletores

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos