Diante de todas as apostas para as futuras fases da Marvel, pouquíssimas pessoas (pra não dizer nenhuma) apontariam a introdução de Blade ao MCU como uma possibilidade. A Casa das Ideias, anteriormente criticada pela falta de diversidade em seus filmes, resolveu trabalhar nisso. Os anúncios da Fase 4 apresentaram maior representatividade de gênero, sexualidade e etnia. Além disso, teremos a oportunidade de ver a Marvel Studios explorando seu potencial e saindo de sua zona de conforto. Agora que está finalmente estabilizada na indústria hollywoodiana e construiu uma reputação entre o público, o estúdio de Kevin Feige busca novos horizontes. Monotonia nunca trouxe lucros, graças a isso, seremos agraciados com filmes e séries que fogem apenas da fórmula Vingadores e adentrem num multiverso experimental.

Aproveitando a aclamada deixa sombria de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, tivemos a anunciação de Mahershala Ali como o astro do reboot de Blade. Os fãs já vêm solicitando o Caçador de Vampiros há algum tempo. Em meio às séries da Marvel na Netflix, antes delas serem canceladas, sempre existiu a esperança de ver o herói ganhando uma produção. Agora que já temos um intérprete oficial para o personagem, parabenizado até mesmo por Wesley Snipes, resta uma dúvida: Como Blade pode ser introduzido no MCU? Esse questionamento tem como base a premissa de que, nesses onze anos, a Marvel nunca sequer tocou na existência de vampiros como um tópico. Contudo, uma intrigante teoria sugere que as criaturas podem estar relacionadas ao estalo de Thanos.

Publicidade
continue a leitura

Como a Saga do Infinito pode ter alterado o MCU

Publicidade
continue a leitura

Quando o Titã Louco eliminou metade da vida do universo, em Guerra Infinita, as vítimas foram aleatoriamente selecionadas. Depois desse genocídio, muitas criaturas, sejam elas do bem ou do mal, se expandiram. Os vampiros, por exemplo, viviam escondidos nas sombras. Algumas elites se disfarçavam de humanos durante o dia, porém, com a queda populacional, eles passaram de fugitivos formadores de células a representantes de grandes casas. O estalo lhes proporcionou a vantagem de converter novos seguidores. Ninguém se daria conta da existência de um motivo por trás dos desaparecimentos, que não fosse Thanos. Assim, os vampiros foram se infiltrando na sociedade de forma imperceptível.

Mesmo depois que a vida foi restaurada com o estalo de Hulk, as criaturas manteriam as casas que construíram. Ao mesmo tempo em que haveria mais integrantes em potencial, seu risco de exposição também seria elevado. A necessidade de alimentação associada a vontade de se espalhar, pintaria um alvo nas costas dos morcegos. Essa seria a deixa ideal para Blade. Esse tipo de enredo ajuda a enquadrar o MCU em um contexto mais sombrio, algo que o estúdio vem buscando.

Publicidade
continue a leitura

Após o estalo, essas forças do mal podem ter assumido uma ideia de reivindicar seu poder na Terra. Sem contar que existe a possibilidade deles chegarem através de buracos criados no multiverso. Todavia, essa é outra teoria. Por enquanto, vamos apenas supor que essa é uma das formas que os vampiros podem ser explorados.  A espécie pode muito bem estar caminhando entre nós desde a Fase 1, e aparecido por conveniência (ou a falta dela). Hipóteses à parte, a chegada de Blade está confirmadíssima e a Fase 5 contará com sombras, sangue e muita ação.

Publicado em: 31/07/19 15h15