Curiosidades

Como detectar sinais de coágulos sanguíneos e o que fazer a respeito

0
Estamos vivendo a pandemia do coronavírus há praticamente um ano. Por ser um vírus mortal, as autoridades de todo mundo se mobilizaram com a situação e tentaram conter o surto. A propagação desse novo tipo de coronavírus, tanto pela Ásia, como em outros continentes, deixou o mundo todo em estado de alerta.

Desde a sua identificação, ele já fez várias vítimas e infectou inúmeras pessoas. E os números não param de crescer. Na urgência de tentar conter o mais rápido possível a pandemia de coronavírus, laboratórios do mundo inteiro se mobilizaram em busca de uma vacina eficaz contra a COVID-19.

Felizmente, todo esse esforço valeu a pena. Tanto que, vários países do mundo já começaram a vacinar sua população. Contudo, em casos bem raros da aplicação da vacina AstraZeneca os coágulos sanguíneos são um efeito colateral.

Claro que os benefícios da vacina ainda superam os riscos, assim como garantiu a  Agência Europeia de Medicamentos (EMA) em um comunicado. Mesmo assim, o comitê de segurança da agência disse que é importante conhecer os sinais de um possível coágulo.

O que é

Um coágulo sanguíneo acontece quando o sangue engrossa e forma em uma massa semissólida. Isso pode ser uma resposta útil para parar o sangramento em caso de lesão. Entretanto, esses bloqueios podem causar problemas se eles cortarem o fluxo sanguíneo para alguma área vital.

Esses coágulos sanguíneos podem causar bloqueios nas pernas, abdômen e pulmões. A maior parte dos coágulos que estão relacionados com a vacina acontecem nas veias dos cérebros das pessoas. Eles são conhecidos como  trombose do seio venoso cerebral (TSCV) e podem causar derrame, convulsões e morte.

Até o momento, a maioria dos coágulos aconteceu em mulheres com menos de 60 anos. No Reino Unido, os jovens são mais propensos a sentir esse efeito colateral.

Sintomas do coágulo sanguíneo

De acordo com a EMA, se os pacientes tomaram a vacina AstraZeneca e sentirem algum desses sintomas eles devem procurar uma ajuda médica imediatamente. Os sintomas são: falta de ar, dor no peito, inchaço na perna, dor abdominal persistente e sintomas neurológicos, incluindo dores de cabeça graves e persistentes ou visão turva.

E alguns efeitos colaterais leves, como por exemplo, dor no local da injeção ou então outras dores no corpo são comuns nos dias depois de tomar a vacina. Até porque, Assim como todo medicamento elas também podem causar efeitos colaterais. A maioria deles é leve e de curto prazo. Além disso, não são todas as pessoas que os apresentam. Entre os efeitos colaterais mais comuns estão: uma sensação dolorosa no braço que recebeu a vacina, cansaço, dor de cabeça e dores gerais ou sintomas leves de gripe

Contudo, se a pessoa tiver sintomas graves ou persistentes em torno de quatro a 20 dias depois de ter se vacinado, é preciso procurar atendimento médico, conforme recomenda a Organização Mundial de Saúde.

Geralmente, os coágulos sanguíneos são tratados com medicamentos anticoagulantes. E as complicações podem ser evitadas se o coágulo for detectado precocemente. Por isso a procura de atendimento médico a tempo é tão importante.

Estudo revela risco de extinção em massa por conta do Aquecimento Global

Matéria anterior

7 curiosidades sobre os Papas que você provavelmente não sabia

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.