• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Como é a Umbanda?

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      11/10/18 às 18h19

O Brasil é um país plural em todas as suas esferas. E não seria diferente quanto a religião. Variadas são as nossas maneiras de expressar a fé e religiosidade. Muitos conflitos mundo afora acontecem por diversas razões e entre elas a intolerância religiosa. No Brasil, apesar de tudo, o preconceito ainda faz muitas vítimas e a intolerância de cunho religioso, atrelada à violência, tem se mostrado cada vez maior.

Pensando nisso, decidimos criar uma série de matérias explorando o tema e trazendo para vocês informações como a origem, a filosofia e os ensinamentos de algumas das principais religiões praticadas em nosso país, de modo que nossos leitores possam aprender um pouco mais de nossa cultura que é tão rica e cheia de cor. Hoje, abordaremos um pouco sobre a Umbanda, e você conhecer um pouco mais de sua história logo abaixo.

Lembrando, caros leitores, que o nosso conteúdo é mais genérico, sem se aprofundar muito no tema para não causar polêmicas. O objetivo dessa série de matérias é combater o preconceito contra as religiões e disseminar informações sobre as mesmas.

Origem

A Umbanda nasceu no dia 15 de novembro de 1908, quando foi anunciada por um espírito (ou guia espiritual / entidade, como são chamados na religião) chamado Caboclo das Sete Encruzilhas, através das faculdades mediúnicas do médium Zélio Fernandino de Moraes, na sede da Federação Espírita de Niterói, no Rio de Janeiro.

Zélio de Moraes, como é mais conhecido, foi levado ao local por seu tio depois que o jovem de apenas 17 anos foi acometido por uma paralisia misteriosa e milagrosamente curado. O médium, que já apresentava sinais para sua família de sua capacidade de se comunicar com espíritos, fenômeno conhecido como mediunidade, foi convidado pelo dirigente a se juntar a sessão que estava ocorrendo.

Depois que se iniciou a sessão espiritual, Zélio se levantou e disse: "Aqui está faltando uma flor!". Zélio estão foi até o jardim e apanhou uma rosa branca e colocou sobre a mesa. As pessoas ali reunidas estranharam a atitude do rapaz. Manifestações de espíritos de índios e escravos começaram a ocorrer e o dirigente então os convidou a se retirarem, advertindo que tais espíritos devido a seu "atraso espiritual" não eram de certa forma bem-vindos ali.

Enquanto tentava afastar o espírito que naquele momento fazia o uso das faculdades mediúnicas de Zélio para se comunicar, uma pessoa questionou a entidade ali incorporada ao médium. "Afinal, por que o irmão fala nesses termos, pretendendo que esta mesa aceite a manifestação de espíritos que, pelo grau de cultura que tiveram quando encarnados, são claramente atrasados? E qual é o seu nome, irmão?".

Na resposta que o tal homem recebeu, nascia então uma religião puramente brasileira que tem sido cultuada por mais de um século: "(...) se julgam atrasados os espíritos de pretos e índios, devo dizer que amanhã estarei na casa deste aparelho (Zélio), para dar início a um culto em que estes pretos e índios poderão dar sua mensagem e, assim, cumprir a missão que o plano espiritual lhes confiou. Será uma religião que falará aos humildes, simbolizando a igualdade que deve existir entre todos os irmãos encarnados e desencarnados. E se querem saber meu nome, que seja Caboclo das Sete Encruzilhadas, porque não haverá caminhos fechados para mim".

Filosofia

A Umbanda é a manifestação do espírito para a prática do amor e da caridade. Sem preconceitos de gênero, cor, idade. Livre de dogmas, a religião não possui nenhum livro sagrado e é considerada uma religião cristã. A Umbanda é uma religião que busca a evolução de nossas almas, através do amor, da fraternidade, da fé e do conhecimento.

Para os umbandistas, existe somente um deus e que pode ser chamado de Zambi, Olorum, Olodumaré ou simplesmente Deus. O nome Umbanda vem da palavra m'Banda, que em kimbundo, língua africana, significa "sacerdote" ou "curandeiro". A Umbanda é a reunião de todas as tribos (bandas), de todos os irmãos, que um dia, em comunhão, serão uma única banda.

Ensinamentos

Os terreiros de Umbanda, espalhados por todo o Brasil, possuem várias linhas de trabalhos, mudando de acordo com certas regiões e a ancestralidade dos pais e mães (dirigentes) da casa. Em sua formação, a Umbanda sofreu influência e sincretismos de elementos de outras religiões como o candomblé, religião de matriz africana, o catolicismo e do espiritismo de Allan Kardec. Formando e desenvolvendo assim a base de seu próprio culto.

As reuniões, ou giras, geralmente ocorrem nos terreiros ou congás. A Umbanda não aceita que os atendimentos realizados em seus terreiros sejam cobrados ou que sejam feitos como motivo de troca de favores entre as pessoas ou guias/entidades devido ao auxílio prestado aos consulentes que buscam na religião a cura de suas mazelas. "Dê de graça, o que de graça recebestes: com amor, humildade, caridade e fé".

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você


Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+