Curiosidades

Conheça o casal viaja pelo mundo cuidando de casas e animais

0

Viajar ao redor do mundo, ficando de graça na casa das outras pessoas parece uma fantasia. Mas um casal de semi-aposentado de Norfolk, na Inglaterra, fez exatamente isso. 

Jonathan e Julie Ashworth, os dois com idades na casa dos 50 anos, venderam a casa em 2017 e agora vivem de graça na casa de desconhecidos enquanto cuidam da casa e dos animais dos donos. Entre os países visitados pelo casal estão França, Tailândia, Austrália, Espanha e Estados Unidos, assim como a maior parte do Reino Unido.

Ao longo dos anos, eles viveram em diversas casas e cuidaram de cães e gatos, além de cavalos, galinhas, hamsters, coelhos, um porco e até uma tartaruga. Atualmente eles estão na Austrália, e a ideia surgiu após decidirem viajar, mas com um orçamento limitado.

O casal ama animais de estimação

Foto: Edp24

Mesmo que no início estivessem duvidando da ideia de receber acomodação grátis em troca de cuidar da casa e dos animais, eles se inscreveram na plataforma Trusted House Sitters, que conecta proprietários a cuidadores.

O casal era novo na prática e por isso decidiu hospedar-se localmente para construir seus perfis. Eles também decidiram visitar as casas pessoalmente antes de se hospedarem.

“Nós não tínhamos as avaliações para começar, então queríamos ter contato cara a cara com eles [os proprietários] para tranquilizá-los de que éramos bons cuidadores”, disse Jonathan.

Os dois amam animais, o que facilitou a vida de cuidar dos animais das casas domésticas. “Existem algumas casas que não aceitam animais de estimação”, conta Julie. “Mas a maioria vem com animais. Você tem que ser um viajante apaixonado por animais de estimação.”

Depois de conseguirem críticas positivas, eles se candidataram para casas mais longe. Entre elas, na cidade de Califórnia, Estados Unidos, onde viveram três meses antes de seguir para Yosemite, Las Vegas, e para o Grand Canyon. Após isso, foram para Javea, Espanha, onde ficaram sete semanas em uma vila com piscina privada e cuidando de dois cachorros. Nessa estadia eles puderam usar uma moto e explorar a área enquanto os cães dormiam.

Como é viajar morando gratuitamente

Foto: Edp24

Mesmo que morar temporariamente em uma casa pareça fácil, não é tão simples quanto regar as plantas e passear com o cachorro. Além disso, os Ashworths afirmam que tentam tornar a experiência o melhor possível para os donos e animais de estimação, assim como para eles mesmos.

Eles veem a casa como oportunidades de viver e viajar pelo mundo, tentando divertir os animais de estimação. Além disso, eles enviam fotos e vídeos para os donos dos pets que estão em férias enquanto eles estão na casa. A dupla também chega horas antes das saídas dos donos ou na noite anterior para falar com eles sobre as preocupações 

As viagens foram paradas devido à pandemia da Covid-19. Mesmo com a agenda lotada, Julie e Jonathan voltaram para o Reino Unido devido às restrições. Eles ficaram em uma caravana até poderem voltar a cuidar das casas.

Além dos cancelamentos durante a pandemia, os Ashworths explicam que raramente os proprietários desistem, isso porque eles e os cuidadores precisam pagar uma taxa anual para a plataforma. 

A experiência de cuidar de animais

Foto: Edp24

Entre as experiências mais memoráveis está em Santa Monica, Califórnia, onde cuidaram de um cão resgatado, que demorou para se acostumar com a dupla. Jonathan explica que mesmo que tenha sido uma das tarefas mais difíceis, foi muito gratificante quando eles conquistaram o animal. Após isso, eles fizeram um curso sobre cachorros resgatados.

Jonathan, ex-professor de natação em escolas e gerente de propriedades, e Julie, que era secretária escolar, possuem um pequeno negócio na internet que cobre as despesas durante as viagens. Além disso, eles compartilham a experiência em seu Instagram e site pessoal.

Devido às 54 avaliações de cinco estrelas, o casal costuma conseguir a maioria dos pedidos que fazem. Julie explica que ele se tornaram requisitados e que a escolha do pedido é feita por um desejo específico, e não pelo local.

“Somos amantes de animais. Às vezes vemos um animal de estimação e nos apaixonamos por ele”, afirma Julie.

A dupla conseguiu uma isenção de viagem para visitar seu filho na Austrália no final de 2021. Além disso, combinaram a viagem com duas reservas de hospedagem perto de sua casa, no subúrbio da praia de Manly, em Sydney.

Vivendo um sonho

The Global Petsitters

Agora, eles estão completando sete semanas em uma casa e cuidando do cachorro do dono, resultado do cruzamento entre um Poodle e um Cavalier King Charles Spaniel. “Esta acomodação nos custaria facilmente 1.000 libras (cerca de US$ 1.357) por semana”, conta Julie.

Depois de voltarem ao Reino Unido, os Ashworths desejam visitar o Canadá e a América do Sul. Porém, tem sido difícil organizar as viagens com muita antecedência devido às constantes mudanças por causa da covid-19.

Para os Ashworths, além do dinheiro que economizam de hospedagem, eles ainda criam amizade com os donos da casa. “Nós quase sempre mantemos contato, então muitos deles serão amigos para a vida toda”, relata Julie. “Muitas vezes recebemos fotos de um animal de estimação que cuidamos meses atrás, o que é muito bom.”

Os dois consideram que a atividade abriu novas portas na vida e que recomendam para qualquer um. “É algo que pode ajudar muitas pessoas”, acrescenta Julie. “Muitos de nossos amigos e familiares dizem que estamos ‘vivendo o sonho’, e é assim que nos sentimos.”

Fonte: CNN

Golfinhos fêmeas preferem machos que fazem sexo com preliminares, afirma estudo

Matéria anterior

Missão lunar da Nasa é adiada para abril ou maio

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos