• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Conheça o grupo da faculdade que dizia que Lady Gaga nunca seria famosa

POR Jesus Galvão    EM Entretenimento      06/03/19 às 14h37

Como vimos no filme estrelado por Lady Gaga e que lhe rendeu um Oscar, Nasce Uma Estrela, até alcançarmos nossos sonhos, temos uma longa jornada pra percorrer. E, coincidentemente ou não, essa história é muito parecida com a biografia da nova iorquina, Stefani Germanotta.

Caso você ainda não saiba, Stefani Joanne Angelina Germanotta é o verdadeiro nome da artista multipremiada e que atende pelo nome de Lady Gaga, desde sua ascensão meteórica ao estrelato em meados de 2007. Como muitas outras pessoas, a vida de Gaga é repleta de altos e baixos, e hoje vamos lhe contar um pouco dessa história.

O sonho

Antes de seu nome ser gritado por multidões de fãs que a acompanham pelo mundo todo, lotando estádios e fazendo filas para comprar seus álbuns (os quais ela carinhosamente chama de Little Monsters (Monstrinhos, em livre tradução)), inimigos de Lady Gaga, até então Stefani, criaram um grupo no Facebook para difamá-la.

O nome do grupo era bem direto e já deixava bem explícito qual era sua finalidade, "Stefani Germanotta, você nunca será famosa". Recentemente, o grupo secreto foi descoberto por algumas pessoas e algumas começaram a tirar sarro do quão irônico isso era.

Lady Gaga é a primeira mulher na história a ganhar um Oscar, um Grammy, um prêmio BAFTA e um Globo de Ouro em um mesmo ano. Lauren Bohn era uma caloura da Universidade de Nova York, quando se deparou com o grupo na rede social pela primeira vez.

Em 2016, Lauren fez uma poderosa postagem no Facebook falando sobre o assunto. Entretanto, com as recentes e gloriosas vitórias de Lady Gaga, o tópico voltou a ganhar força na internet.

"Quando eu era caloura na UNY e o Facebook tinha apenas um ano e as pessoas criavam/se juntavam a grupos como "Eu tenho covinhas, f *** me" e "Identidade Falsa, por favor!", lembro de ter encontrado um grupo do Facebook que quebrou meu coração. Seu nome: "Stefani Germanotta, você nunca será famosa".

A foto de capa do grupo era a jovem e sorridente Stefani de apenas 18 anos e que gastava seu tempo entre a faculdade e se apresentando em bares locais de Nova York. No grupo, segundo os relatos de Lauren, muitos comentários vexatórios e que a chamavam de "carente de atenção".

Uma das pessoas perguntou no grupo: "Quem ela pensa que é?". Lauren relembra de uma publicação onde um jovem postou uma foto de um panfleto para uma das próximas apresentações que Gaga faria em um bar, onde claramente dava para ver as marcas do solado do rapaz por ele ter pisado sobre o papel.

"Eu não conseguia me livrar da sensação de sujeira enquanto rolava aquela página no Facebook, mas eu praticamente - e rapidamente - esqueci sobre aquele grupo e aquela garota com os intensos olhos negros", escreveu Lauren na publicação.

Superação

Ainda de acordo com seus relatos, cerca de cinco anos depois, é que ela foi se lembrar de tudo isso e associar que a jovem de quem as pessoas estavam fazendo chacota em um grupo secreto em uma rede social, havia se transformado em uma estrela da música e do cinema internacional.

Segundo Lauren, uma enxurrada de sentimentos passou por seu corpo. Ela se sentia orgulhosa por aquilo que Gaga havia se tornado e por saber de todo o caminho que ela percorreu para chegar até ali, mas também se sentia envergonhada por não ter feito nada na época.

"Vergonha que eu nunca escrevi sobre aquele grupo, vergonha de nunca ter defendido a garota com os olhos intensos de corvo - a garota cujos  panfletos foram pisoteados, provavelmente em algum lugar perto do meu dormitório", escreveu a jovem.

No entanto, ela aborda que todos esses sentimentos lhe trouxeram uma poderosa revelação. Que tudo o que ela sentia por Lady Gaga naquele momento era uma grande gratidão. "Stefani, obrigada. Obrigado por sempre pensar que você é um superstar, por usar suas rachaduras para deixar a luz sair mais intensamente. Humanos, sigamos o exemplo".

Essa não era a primeira vez que Lady Gaga sofria bullying. Quando seus pais a matricularam no Convento do Sagrado Coração, um colégio católico do Upper East Side, foi onde ela pôde experienciar o quão cruel muitas vezes as crianças podem ser.

"Eu costumava fazer essas grandes sobrancelhas Evita e costumava me bronzear. Eu tinha um bronzeado muito intenso na escola, e as pessoas diziam: 'Por que você é tão cor de laranja? , por que você faz seu cabelo desse jeito, você é sapatão? Por que você tem que vir assim para a escola? Eu costumava ser chamada de vagabunda, ser chamada de várias coisas. Eu nem queria ir às aulas às vezes", contou Gaga à revista Rolling Stone, em 2011.

Nasce Uma Estrela

Mas, apesar de tudo, ela nunca desistiu. Aos 11 anos, começou suas aulas de canto, piano e de atuação, que definitivamente foram fundamentais para alcançar todos os seus sonhos. Ela se matriculou na Escola de Artes Tisch, da Universidade de Nova York, mas acabou abandonando para poder se dedicar à música no "mundo real".

"Eu deixei minha família inteira, consegui o apartamento mais barato que pude encontrar e comi porcarias até que alguém pudesse me ouvir", contou ela ao New York Magazine. 

Gaga ficou muito conhecida por suas roupas extravagantes e seus refrões super divertidos e 'chicletes'. "Eu fui treinada como pianista clássica e isso naturalmente ensina como escrever uma música pop. Porque quando você aprende inversões de Bach, ele tem o mesmo tipo de modulação entre os acordes. É tudo sobre tensão e liberação", disse a cantora ao Telegraph.

Antes de ganhar seu lugar ao sol como Gaga, ela assinou contratos que foram desfeitos em poucos dias, escreveu músicas para outros artistas como Fergie, Pussycat Dolls e até mesmo para Britney Spears. Até que um dia, o cantor Akon ouviu uma demo e resolveu assinar com ela.

Depois disso, o talento de Gaga a fez alcançar voos inimagináveis. Ela foi indicada a 24 Grammys e ganhou 9 deles. E agora, acabou de receber um Oscar na categoria de Melhor Canção Original com Shallow. Em seu discurso de aceitação do prêmio, Lady Gaga deixou uma poderosa mensagem ao mundo que definitivamente marcará uma geração inteira.

"Se você está em casa, no seu sofá, assistindo a isso, tudo o que eu tenho a dizer é que esse é um trabalho duro. Eu trabalhei duro por muito tempo para chegar até aqui. Não é sobre ganhar, é sobre não desistir. Se você tem um sonho, lute por ele. Existe uma disciplina. Não é sobre quantas vezes você foi rejeitado, caiu e teve que levantar. É quantas vezes você fica em pé, levanta a cabeça e segue em frente".

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+