• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Conheça quatro teorias da conspiração que deixaram de ser teorias e viraram realidade

POR Magno Oliver    EM Curiosidades      17/06/15 às 19h39

Elas são chamadas de teorias da conspiração ou também de conspiracionismo. Em geral, são qualquer teoria que explicam algum tipo de evento histórico do passado ou atual como sendo resultado de um plano oculto levado a efeito de intenção por pessoas que são conspiradoras e poderosas. Elas são apoiadas por algum tipo de evidência conclusiva, mas são vistas com um certo ceticismo exagerado, muitas vezes são ridicularizadas e até mesmo desacreditadas por muitas pessoas devido ao teor de seus discursos.

O sentindo de funcionamento de uma teoria da conspiração consiste em explicar acontecimentos históricos ou atuais sob uma perspectiva dominante por meio da visão de instituições como o governo, entidades ou pela própria opinião pública. Elas também servem como aparato para reduzir a ansiedade das pessoas com relação às questões mais diversas e, em especial, aquelas teorias que não possuem uma explicação oficial, digamos. Mesmo chegando a ser consideradas bizarras e descabidas, a característica de verossimilhança tornam as teorias da conspiração muito sedutoras, ainda mais quando se necessita de respostas a perguntas espalhadas por aí e que são consideradas essenciais pelas pessoas.
Mesmo assim, existem teorias conspiratórias que, com o decorrer do tempo, se tornaram verdadeiras. Vamos mostrar para você algumas das mais significativas, de acordo com uma publicação do jornal inglês The Independent:

1 - O Estudo da Sífilis Não-Tratada de Tuskegee

tuskegeesyphilisstudy

Entre 1932 e 1972, os serviços públicos de saúde norte-americanos fizeram um experimento com 400 afro-americanos portadores de sífilis na cidade de Tuskegee, no Alabama. A intenção era observar e estudar a evolução natural da doença sem nenhum tipo de tratamento. Grande parte dos pacientes que foram selecionados eram pessoas analfabetas e muito pobres, e seus diagnósticos nunca foram informados e os médicos alegavam que eles possuíam um "sangue ruim".

2 - Projeto MKULTRA

mkultra_thumb2

Relatórios confidenciais revelam que um programa secreto ilegal e e clandestino da CIA se dedicou a procurar métodos de controle mental para obter informações de indivíduos resistentes aos mecanismos clássicos de interrogação utilizando drogas e com a finalidade de que o interrogado faça confissões apenas por meio de sua mente. Com esse fim, o programa MKULTRA testava drogas, psicotrópicos, correntes elétricas e o efeito de mensagens subliminares em cobaias humanas. As experiências do MKULTRA possuem ligação com o desenvolvimento de técnicas de tortura contidas nos manuais KUBARK, dos treinamentos das Escolas das Américas.

3 - Operação Paperclip

Operação-Paperclip

Quando a Segunda Guerra chegava ao fim e a derrota do Terceiro Reich era inevitável, a CIA levou para os EUA mais de 700 cientistas nazistas especializados em foguetes, armas químicas e experimentos médicos, sem que o Departamento de Estado tivesse conhecimento ou mesmo aprovado tal ação. Nenhum dos caras que foram levados tinham qualificação para um visto de entrada nos EUA, pois todos tinham servido à causa nazista.

Entre os especialistas estavam figuras importantes como Wernher Von Braun, criador do foguete V-2 e pai do programa espacial norte-americano; Kurt Blome, médico especializado em armas biológicas e Hubert Strughold, um médico que estudou os efeitos das temperaturas extremamente baixas no corpo humano em prisioneiros do campo de concentração de Dachau.

4 - Lei Seca

574280-mudancas-na-lei-seca-saiba-qual-novo-limite-permitido

A chamada teoria da Lei Seca proibiu a venda de bebidas alcoólicas nos EUA entre o período de 1920 a 1933. O governo envenenava propositalmente barris de álcool, proibia a venda, a fabricação e o transporte de bebidas alcóolicas para o consumo próprio como medida para impedir o consumo clandestino pelos americanos. A medida foi baseada segundo o 18º adiamento da Constituição dos EUA. Muita gente com envolvimento no mundo do crime começou a montar grandes esquemas de lucro com o consumo ilegal. Cerca de 700 pessoas teriam morrido em decorrência dessa ação do governo.

Próxima Matéria
Magno Oliver
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você


Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+