Entretenimento

Conheça spas, creches e velórios para animais de estimação

0

O mercado dos animais de estimação agora oferece planos de saúde, spa, creche, velório e cremação.

Os pets são conhecidos por serem amigos divertidos e fofos, vivendo com o dono por anos, no entanto, assim como todo ser vivo, eles adoecem e morrem. Pensando nisso, o mercado agora oferece plano de saúde, creche, spa e também têm direito a velório, cremação e enterro.

Funeral

Foto: Cemitério e Crematório dos Animais A Reviver/Divulgação

A partida de um membro da família é algo muito doloroso, por isso os tutores têm realizado cerimônias de despedida para os animais de estimação. A empresária Kênia Camargo, sócia-proprietária do Cemitério e Crematório dos Animais, a Reviver, afirma que a morte do pet deve ser conduzida de forma especial, até mesmo por respeito à família.

“Não pode cuidar somente do corpinho do animal. A família precisa de auxílio. Não foi só o animal que foi embora. Foi alguém muito especial que fazia parte da família”, explica.

Ela informou ao G1 que durante os anos de trabalho já realizou funeral de cachorros, gatos, coelhos, galinhas e galos. Entre os mais exóticos estão jabuti, peixe e ovelha.

Além disso, a empresária conta que no cemitério pet já foram realizados cerca de 30 mil enterros e mais de 6 mil cremações. O local oferece duas formas: o jazigo individual, que custa R$ 1.730, mais a taxa de manutenção anual (15% do salário mínimo vigente), ou o compartilhado, com o valor de R$ 740.

Cada cova acomoda até oito corpos que podem ser exumados após três anos no caso dos animais de pequeno ou médio portes, como pinscher.

No caso dos de grande porte, como o fila brasileiro e labrador, o tempo para a retirada dos ossos é de cinco anos. Após a retirada, também pode ser realizada a cremação, por decisão da família, com o valor que varia de R$ 880 a R$ 980, dependendo do tamanho do animal.

Além disso, o serviço também é ofertado para os que desejam fazer a cremação após a morte. A cremação custa entre R$ 420 a R$ 1.350 e não é realizada com animais com mais de 90 quilos porque o forno não suporta.

Kênia também conta que oferece o velório, com ornamentação com flores naturais, urnas pet e espaço para velório. Sobre a duração, ela afirma que: “depende da família. Uns 30 minutos ou mais de uma hora”.

Logo após o enterro, em cima do túmulo, é colocada uma lápide com o nome e as datas de nascimento e morte do animal.

Serviço de cremação dos animais de estimação

Foto: Lumina Memorial

De acordo com Tadeu Gobetti, sócio-proprietário, a operação de cemitérios com jazidos é complexa e gera custo de manutenção anual para o tutor. Acrescentando que a cremação também tem a finalidade de se despedir e de homenagear o animal de estimação.

“A cremação é um processo ecologicamente adequado e cada vez mais culturalmente aceito no Brasil. Em países da Europa e no Japão, muitos cemitérios só trabalham com funerais com cremação”, explica.

Gobetti informa que o crematório recebe mais de 100 tutores por mês e que já foram cremados cerca de 10 mil animais durante os dez anos de funcionamento. Além disso, para os donos que desejam se despedir do animal de estimação, é oferecido um caixãozinho enfeitado com flores artificiais (recicláveis).

Ele conta que já atendeu tutores de arara, papagaios, hamster e coelho. “São pets que têm o mesmo apego emocional que gatos e cães e os tutores fazem questão de dar uma despedida com tributos.”

SPA para pets

Foto Ilustração: Canva

Outra rede de atendimento para os animais de estimação são os spas. As sócias-proprietárias Bárbara Zagnoli Luz Guimarães e Nathália Zagnoli Luz Silva do Spa dos Pets afirmam que nesse local são realizados o atendimento veterinário, hidratação da pelagem, tosa e trimming (aparação dos pelos) e banho comum. Os valores ficam entre R$ 10 e  R$ 145.

Existem também os tratamentos terapêuticos com banhos relaxante, revitalizante, antioxidante, calmante e tonalizante. Os preços variam entre R$ 48 e R$ 140, enquanto os medicamentos custam entre R$ 50 e R$ 135.

Planos de saúde para pets

Foto: Getty Images

Muitos tutores preferem desembolsar um valor mensal para garantir o atendimento do animal quando necessário, serviço similar ao dos planos de saúde humano. Na Novato os valores variam entre R$ 49,90 e R$ 89,90. Eles oferecem os serviços de tratamento de doenças pré-existentes, consultas normais e de plantão, cirurgias, exames, internação, além de exames especiais, como ecocardiograma, anestesia respiratória e mais de 40 tipos de cirurgia.

De acordo com a Nofaro, apenas em 2020 foram realizados mais de 1.000 procedimentos, sendo 75% dos pacientes cães e outros 25% os gatos.

A Porto.Pet é outra empresa que oferece planos de saúde. Os valores variam de R$ 99 a R$ 299. Os serviços oferecidos são consultas, principais vacinas, atendimento emergencial, exames laboratoriais e simples de imagem; assim como consultas com especialistas em cirurgias, castração, internação; além de exames cardiológicos e de alta complexidade, check-up anual, fisioterapia e acupuntura.

A empresa também oferece atendimento telefônico 24 horas, com veterinário, além de atendimento veterinário em casa e um Clube de Benefícios, que possui descontos na loja. No entanto, animais silvestres, como os coelhos, não podem possuir planos de saúde no momento.

Creche para animais de estimação

Foto: Matilha Real

Outro mercado para os pets é o da creche. A jornalista e empresária Luiza Lages leva o seu sem raça definida (SRD), Auberto Einstein, com U mesmo, para creche desde 2021.

“Ele vai para a creche Matilha Real uma vez por semana. Nós pagamos R$ 240 por mês pelo serviço. Além de cumprir esse papel de socialização, ele adora.”

Einstein foi adotado no mesmo ano, com cerca de 8 meses. Porém, de acordo com Luiza, ele era muito medroso, desconfiado e não lidava bem com novas pessoas e animais.

“Chamamos uma adestradora para ajudar com essa adaptação. Depois de um tempo, quando ele já estava mais tranquilo, ela recomendou a creche, para que ele continuasse a socialização”, informou ao G1.

Foto: Matilha Real

Além disso, a jornalista contou que o cachorro fica ansioso para ir à creche e se diverte muito no local. “Sempre nos mandam fotos e vídeos dele interagindo com os cachorros, e ele brinca 100% do tempo e volta exausto.”

No final de 2021, antes do recesso de Natal, funcionários da creche tiraram fotos dos cachorros para a “colaução” de grau. “Recebemos também um ‘boletim’ com notas e um diploma”, destacou Luiza.

Fonte: G1

Príncipe Harry assume ter síndrome de burnout

Matéria anterior

Kylie Jenner revela o nome de seu filho recém-nascido com Travis Scott

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos