Curiosidades

Em BH, ladrão furta casa, descobre que era de delegado e devolve itens

0

Existem algumas coisas que acontecem na vida real que parecem que foram escritas para alguma obra de ficção, ou até mesmo um programa de comédia, e se não fosse pelos registros, seriam difíceis de se acreditar, como o caso desse ladrão de Belo Horizonte.

No caso, os suspeitos invadiram a casa do delegado e furtaram alguns relógios e munições. Contudo, depois de descobrirem quem era o dono do imóvel que eles furtaram, eles devolveram todos os objetos.

De acordo com a CNN, um dos ladrões até deixou um bilhete para o delegado com um pedido de desculpas e dizendo que “se soubesse que era casa de polícia não teria entrado”.

Ladrão

Terra

Ainda de acordo com a CNN, os ladrões entraram na casa situada no bairro Anchieta, no último sábado. Na invasão, eles furtaram cinco relógios e 25 munições de calibre .380. Depois do roubo, os suspeitos fugiram do local e deixaram para trás um pé de cabra na cama de um dos filhos do delegado.

Quando a Polícia Militar foi acionada, ela passou o caso para a Polícia Civil. Ela, por sua vez, fez buscas no entorno da casa do delegado, mas não conseguiu encontrar nenhum ladrão envolvido. Mesmo assim, a Polícia Civil ainda está investigando o caso.

Quando os criminosos descobriram que a casa era de um delegado, eles devolveram tudo o que tinham roubado. “Estou devolvendo tudo que foi levado. Não quero problemas. Por isso, estou devolvendo. Se eu soubesse que era casa de polícia, não teria entrado. Me desculpa. Sou sujeito homem, por isso estou devolvendo”, disse o bilhete escrito pelo ladrão.

Devolveu

G1

É curioso pensarmos que um ladrão vai roubar alguma coisa e devolvê-la, mas o mais impressionante ainda é que o caso do delegado não é o único. Um outro exemplo foi esse ladrão que roubou um carro, mas se arrependeu. Quando o criminoso viu a cadeirinha de uma criança especial dentro do veículo, ele decidiu devolver o carro. E os fatos impressionantes do caso não param por aí.

O crime, e também o arrependimento, aconteceu em Cariacica, no Espírito Santo. No momento do crime, a dona de casa Rosyneide Almeida estava guardando seu carro na garagem de casa. Então, dois ladrões chegaram em um carro branco. Com isso, um deles abordou a mulher para roubar o carro.

Nesse momento, os dois filhos de Rosyneide, Cauã, de quatro anos, e Isadora, de dez, estavam dentro do carro. Por conta disso, o ladrão pediu que a dona de casa os tirassem do veículo.

Quando o roubo aconteceu, Cauã estava no colo da sua irmã, mas como o menino tem sequelas de uma encefalite que teve com pouco mais de um ano, o veículo de Rosyneide tem uma cadeirinha espacial para transportá-lo. A mãe conseguiu tirar seus filhos de dentro do carro e os criminosos levaram o veículo.

Depois do roubo, a família usou as redes sociais para fazer uma campanha com o objetivo de que o carro fosse encontrado. Mesmo que, às vezes, coisas feitas nas redes sociais possam realmente surtir efeito, o que aconteceu com Rosyneide foi uma coisa que ninguém poderia prever.

Uma amiga da família viu o carro da dona de casa na rua e informou a localização dele à polícia. No momento em que os policiais chegaram para verificar o veículo, eles tiveram uma surpresa. Assim como no furto da casa do delegado em Belo Horizonte, o ladrão que tinha roubado o carro tinha deixado um bilhete para Rosyneide. No bilhete ele escreveu um pedido de desculpas e, como se não bastasse, o criminoso encheu o tanque para a dona de casa.

“O crime pede perdão”, dizia a frase inicial do bilhete.

Fonte: Terra, G1

Imagens: Terra, G1

Liga metálica feita em laboratório é 5 vezes mais resistente que aço

Previous article

Copa: jornalista barrado por camisa LGBTQIA+ morre após passar mal em jogo

Next article

Comments

Comments are closed.