• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Encontraram uma 'história em quadrinhos' de quase 2 mil anos na Jordânia

POR Mateus Graff    EM História      01/10/18 às 16h02

Claramente não estamos falando daquela mesma história em quadrinhos que estamos acostumados a ver. Na verdade estamos nos referindo a 260 imagens ordenadas que contam a história da formação da cidade das Capitolias. As imagens foram encontradas em um túmulo localizado na Jordânia. No local há duas câmaras funerárias em um grande sarcófago de basalto que foi descoberto por um escavadeira que trabalhava no local.

Provavelmente os desenhos contam a história da cidade e do seu fundador. As formas arcaicas de fala mostram uma história em quadrinhos de 2 mil anos de idade. O túmulo está localizado no local da antiga cidade das Capitolias, fundada no final do primeiro século. Acha-se que o túmulo fazia parte da Decápolis, uma região que tinha cidades com influências das culturas grega e romana.

A Fatos Desconhecidos conta mais detalhes dessa "história" para vocês.

A história em quadrinhos de 2 mil anos

Outros túmulos do local também representam a mitologia, porém as falas têm informações preciosas para os arqueólogos. Para o pesquisador francês Jean-Baptiste Yon, do consórcio internacional de especialistas criado pelo Departamento de Antiguidades da Jordânia, essas inscrições são importantíssimas para entender parte da história.

Ele contou o seguinte: "As inscrições são realmente semelhantes às bolhas de fala nos quadrinhos, porque descrevem as atividades dos personagens ("Estou cortando pedra", "Ai de mim! Estou morto!"), o que é extraordinário".

Os desenhos começam a história com divindades provando ofertas recebidas por humanos e continuam com homens trabalhando na terra e colhendo frutos. Um dia esses homens recebem a ajuda dos deuses para derrubar árvores, algo que dificilmente vemos em imagens greco-romanas.

Depois, continuando em outro painel, a história mostra capatazes (ou arquitetos) vigiando o trabalho de pedreiros, quebradores de pedras e carregadores, muitos deles sendo vítimas de acidentes. Ah, não podemos esquecer de um líder religioso oferecendo sacrifício para os deuses.

Já no teto e nas paredes dos dois lados da entrada existe uma composição clássica avocando o Nilo e o mundo marinho. Nessa parte, ninfas conduzem animais aquáticos flanqueados por cupidos. Enquanto isso, um medalhão central combina signos do zodíaco e planetas ao redor, uma verdadeira loucura.

Pierre-Louis Gatier, outro pesquisador envolvido no estudo, diz o seguinte: "De acordo com a nossa interpretação, há uma boa chance de que a figura enterrada na tumba seja a pessoa que se representou enquanto oficiava na cena do sacrifício da pintura central, e que consequentemente foi o fundador da cidade. Seu nome ainda não foi identificado, embora possa estar gravado na porta, que ainda não foi limpa".

Infelizmente essa não pode ser chamada de história em quadrinhos mais antiga do mundo pelo fato de os egípcios terem combinado ilustrações e textos para contar uma história. Porém, não deixa de ser muito interessante.

E você, imaginava que os povos antigos contavam histórias em quadrinhos? Comente!




Matérias selecionadas especialmente para você

Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+