CuriosidadesMundo Animal

Encontros quase inacreditáveis mostram aranhas comendo cobras

0

Aranhas, normalmente, não são um dos animais mais queridos das pessoas. Existem aqueles que são tão traumatizados com o animal, tanto que a palavra medo é bastante simplória para descrever o que sentem. E junto com elas nessa categoria de “animais não muito gostados pelas pessoas” estão as cobras. Agora imagine um encontro entre esses dois animais.

Segundo a descoberta de um novo estudo, foi visto que as aranhas venenosas atacam as cobras que são, várias vezes, muito maior que as aranhas. E o impressionante é que em vários desses ataques as aranhas é quem saem vitoriosas.

Ataques

Os pesquisadores que fizeram o estudo encontraram 319 registros de aranhas matando e e alimentando de cobras. Desses, 297 aconteceram de forma natural na natureza. Os outros 22 aconteceram em cativeiro. E aproximadamente um terço  desses exemplos veio por meio de observações científicas publicadas em periódicos. E o resto foi encontrado em sites de notícias ou nas redes socais.

“Quanto mais tempo eu lido com esse problema, mais eu percebo que certas aranhas realizam feitos tão incríveis”, disse o coautor do estudo Martin Nyffeller, um biólogo conservacionista da Universidade de Base.

Essa ingestão de cobras sempre foi amplamente difundida, tendo mais de 30 espécies de aranhas que fazem isso em condições naturais. E outras 11 se aproveitam da oportunidade em cativeiro para se alimentarem de cobras.

As aranhas mais frequentemente envolvidas foram as viúvas. Elas foram responsáveis por aproximadamente metade das mortes de cobras. Esse grupo de aranhas inclui as famosas viúvas negras, que são identificadas pela ampulheta, e também a aranha-botão africana.

Aranhas

O curioso é que essas aranhas são pequenas, tendo no máximo 1,1 centímetro de tamanho. Os alvos delas, normalmente, são cobras pequenas e jovens. No entanto, o veneno da aranhas é poderoso o suficiente para matar animais muito maiores.

Além das viúvas, os membros da família da tarântula foram responsáveis por outros 10% das mortes de cobras. Essas aranhas que são maiores não fazem teias e por isso caçam suas presas de forma ativa no solo ou então nas árvores.

Outros 8,5% desses ataques de aranhas a cobras foram feitos por grandes aranhas orbeiras. Essas aranhas também capturam e comem morcegos e pássaros. Elas tecem teias circulares grandes e bastante fortes. No caso das cobras, depois que essas aranhas as matam elas sugam as entranhas, da mesma forma que fariam se fosse um inseto morto.

Os casos de aranhas comendo cobras foram vistos em todos os continentes, menos na Antártica. Mas desses, a maioria aconteceu nos EUA e quase um terço na Austrália.

Refeições

De acordo com evidências encontradas pelos pesquisadores, as aranhas atacaram 86 espécies diferentes de cobras. Dessas, a vítima mais comum foram as cobras da família dos colubridos, que incluem espécies como cobras-liga e cobras-rato. O fato de elas serem as vítimas mais comuns das aranhas se deve ao fato de elas serem mais abundantes em todos os continentes, exceto na Austrália.

Normalmente, a maior parte das cobras atacadas por aranhas eram bebês ou bem jovens pesando menos de um grama. Contudo, às vezes, as aranhas também atacavam cobras grandes. Dentre as maiores vítimas estavam cobras de até 100 centímetros de comprimento e pesando vários gramas.

Para que o veneno da aranha mate as cobras pode levar horas ou dias. Os ataques de aranhas foram fatais em 86% das vezes, tendo somente 1,5% das cobras conseguindo escapar por conta própria. Os outros 11% foram resgatados por humanos.

Quando uma aranha consegue matar uma cobra ela pode levar dias até terminar toda a refeição.

7 casais reais que não viveram felizes para sempre

Matéria anterior

Característica planetária inesperada foi encontrada em Vênus

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Você também pode gostar