Curiosidades

7 casais reais que não viveram felizes para sempre

0

A monarquia é a mais antiga forma de governo. E ainda é a forma de governo em vigor em alguns países. Nessa modalidade, o rei/rainha se mantém no cargo até à morte ou até abdicar à condição, porque o regime é hereditário. Dentro da monarquia, existem títulos de nobreza, que eram concedidos aos pares dos reis.

Os membros das dinastias modernas, na maioria dos casos, não são dotados de poder real, porém desempenham funções representativas e cerimoniais. Além de mexer como imaginário de todos. Até porque são reis, rainhas, príncipes e princesas. Coisas que, geralmente, são reservadas para os contos de fada.

Contudo, ao contrário do que é visto nos contos de fada, os casamentos reais na realidade nem sempre acabam em “felizes para sempre”. Seja por infidelidade, falta de compatibilidade ou algum escândalo público, os casais da realeza também se separam. Mostramos aqui alguns casais reais que não viveram felizes para sempre.

1 – Príncipe Andrew e Sarah Ferguson

O casal subiu ao altar no dia 23 de julho de 1986. E logo depois do casamento, o duque e a duquesa de York se tornaram queridinhos da mídia britânica. Mas isso durou pouco tempo.

Depois de vários altos e baixos, além de rumores de traição, o príncipe Andrew e Sarah se separaram, de forma “amigável”, em 1992. O divórcio deles foi finalizado em 1996. Contudo, os dois ainda permanecem próximos.

2 – Princesa Caroline de Mônaco e Philippe Junot

A princesa tinha somente 21 anos quando ela se casou com Philippe Junot, que tinha 38 anos. Os pais de Caroline, o Príncipe Rainier e Grace Kelly, não aprovavam a união da jovem. Contudo, a princesa estava apaixonada e se casou mesmo assim. Mas a união do casal durou somente dois anos. O divórcio dos dois foi finalizado em 1980.

A princesa Caroline não desistiu do amor. Ela se casou de novo com Stefano Casiraghi, com quem teve três filhos. Mas o homem morreu em um trágico acidente de corrida, aos 30 anos. Em 1999, a princesa se casou com seu terceiro marido, o Príncipe Ernst August de Hanover. Mas desde 2009 foi divulgado que os dois estão se separando.

3 – Príncipe Charles e Princesa Diana

Ninguém imaginaria que o chamado casamento do século terminaria em divórcio depois de 15 anos. O casamento de Charles e Diana  terminou em 1992, e o divórcio foi finalizado em 1996.

Desde o começo já existiam problemas no relacionamento dos dois. Depois de um tempo, Lady Di confirmou em uma entrevista que existiam três pessoas em seu casamento. Fazendo referência a traição de Charles com Camilla Parker-Bowles.

4 – Príncipe Louis e Princesa Tessy de Luxemburgo

Esse casal se conheceu na Iugoslávia, em 2004. Eles subiram ao altar em setembro de 2006. E depois de alguns meses tiveram o seu primeiro filho, Gabriel. Mas logo o casamento entre o príncipe e a princesa começou a ter seus problemas. Por isso eles resolveram se separar depois de mais  de 10 anos. O divórcio foi finalizado em 2018, e Tessy conseguiu manter  seu título de princesa.

5 – Princesa Anne e Mark Phillips

O príncipe Charles e Lady Di não foram o primeiro casal da família real britânica a não dar certo. A filha da rainha Elizabeth II se divorciou do seu primeiro marido em 1992. Os dois tinham se casado  em 1973 e tiveram dois filhos. No entanto, logo depois do nascimento da sua segunda filha, o casal começou a se distanciar. Quando o divórcio finalmente saiu, a princesa Anne se casou com Sir Timothy Laurence.

6 – Princesa Margaret e Antony Armstrong-Jones

A irmã mais nova da rainha Elizabeth II era vista como a rebelde da família. A princesa adorava festas e era conhecida por sua personalidade alegre. Depois de ter tido um affair com um homem casado, Peter Townsend, a  princesa se casou com o fotógrafo  Antony Armstrong em 1960.

O casamento dela foi a primeira cerimônia a ser televisionada. Mas logo depois os problemas começaram. Os rumores de infidelidade, pelas duas partes, começaram a circular. E o caso da princesa com Roddy Llewellyn, 17 anos mais novo que ela, foi a gota d’água. A Princesa Margaret e Antony Armstrong-Jones se divorciaram  em  1978.

7 – Príncipe Joachim e Princesa Alexandra da Dinamarca

O príncipe é o segundo filho da rainha Margrethe II da Dinamarca. Ele se casou com Alexandra, sua primeira esposa, em 1995. Mas os dois se separaram em     2004.

Depois do divórcio, Alexandra perdeu seu título de princesa e passou a ser conhecida e tratada como condessa de Frederiksborg.

7 experiências clássicas que a geração Z não vai ter

Matéria anterior

Encontros quase inacreditáveis mostram aranhas comendo cobras

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Mais em Curiosidades

Você também pode gostar