Entenda como esse cachorro foi atropelado, ficou preso no carro e ainda viajou por 25 km

0

Se vocês acham que apenas os gatos têm mais de uma vida, caros leitores, as coisas parecem não ser bem assim. Isso porque um cachorro chamado Tero teve o azar de ser atropelado por um carro e ficar preso no para-choque do carro. E olha que o cão, da raça schauzer, já está com seus 13 anos de vida.

Pela imagem, a gente imagina que o cachorro morreu depois da pancada, até porque, ele chegou a quebrar o para-choque do carro. Mas felizmente, o final dessa história não é o que vocês estão pensando. Na verdade, Tero foi atropelado, viajou 25 quilômetros e ainda conseguiu sobreviver. A gente conta mais desse caso para vocês.

O cachorro que foi atropelado e viajou 25 quilômetros

O mais impressionante disso tudo? Tero ficou preso no carro por cerca de 10 horas até a dona do carro perceber que o cachorro estava preso. O caso aconteceu em Seevetal, uma cidade que fica no norte da Alemanha. A dona do carro, de 59 anos, atropelou Tero, porém ela não sentiu a colisão com o cão e continuou seguindo seu caminho. Ela estava indo para Hamburgo, e consequentemente Tero, querendo ou não, também foi para Hamburgo.

A mulher disse que quando chegou em casa ,estava muito escuro e por isso, ela não percebeu que havia um cachorro preso no para-choque do carro. Tero passou a noite no local, imobilizado no para-choque do veículo. A temperatura começou a abaixar e era bem possível que Tero iria morrer no local.

Mas, como nós falamos que essa história não tinha um final triste, Tero teve sorte e conseguiu sobreviver. Por acaso, a mulher voltou na garagem e finalmente percebeu que tinha atropelado um cachorro e que ele ainda estava lá, preso no automóvel.

A dona do cachorro, uma mulher de 40 anos de idade, já tinha sentido sua falta e acionou às autoridades locais. A mulher que atropelou Tero ligou para o Corpo de Bombeiros assim que viu o cachorro. Os bombeiros conseguiram retirar Tero do para-choque com sucesso.

Assustado e gravemente ferido, Tero ainda tentou morder os bombeiros que tentavam salvá-lo. Tero foi devolvido a sua dona e esperamos que depois dessa aventura, ele esteja passando bem.

7 comerciais curtos que podem ser mais emocionantes que alguns filmes

Matéria anterior

Menina que praticava bullying na escola é obrigada pelo pai a andar 8 km até a escola

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.