Entretenimento

Esse seriado denuncia corrupção e escândalos em igreja de famosos

0

Hoje em dia é difícil encontrar alguém que não goste de, pelo menos, um seriado. Eles têm os temas mais diversos para os mais variados gostos, indo desde séries históricas, biográficas, passando pelas que tratam de temas um tanto quanto ousados, até as que se inspiram na realidade para criarem sua trama.

Esse último caso é o que faz o seriado lançado na última segunda-feira na plataforma de streaming Discovery+. Trata-se de um caso de corrupção, abusos e várias falhas morais de uma igreja cristã norte-americana bem famosa que tinha até frequentadores famosos.

A igreja em questão é a Hillsong, famosa justamente pelos seus frequentadores, que dá nome ao seriado “Hillsong: O Escândalo por Trás da Megaigreja”. Dentre os frequentadores estavam nomes como Justin Bieber e Nick Jonas. E além deles, o que chamava atenção na igreja era o seu líder, Carl Lentz, que era bem diferente da imagem conservadora, ostentando tatuagens, fazendo musculação e sendo visto com itens de luxo.

O pastor também chamou atenção por algo além da sua aparência. Em 2014, ele chegou a ser preso e foi notícia por tratar toda a situação como uma reconexão com Deus.

Seriado

No seriado, os temas abordados vão além da conduta, um tanto contestável, do religioso. A trama se divide em duas linhas. A primeira delas é na apresentação do pastor Carl Lentz. O pastor ficou famoso por aconselhar celebridades, como o próprio Justin Bieber. O cantor buscou a igreja como um refúgio depois de ter passado por várias polêmicas e teve Lentz como seu suporte.

Contudo, membros antigos da igreja começaram a criticar a instituição e acusá-la de segregação. O seriado mostra provas de que os artistas tinham uma área VIP dentro dos cultos, mostrando que realmente existia uma segregação nos eventos. Denúncias de assédios dos líderes contra os fiéis da igreja também foram feitas.

Até mesmo a índole de Carl Lentz foi questionada quando se revelou que ele mantinha um relacionamento extraconjugal com a estilista Ranim Karim. Isso fez com que o pastor fosse demitido da igreja por falhas morais.

No seriado, a estilista dá o seu depoimento e diz que “Carl tem muito sangue nas mãos, digamos assim, que ele precisa limpar”.

Trama

Fofoqueando

Além disso, a segunda linha é sobre a produção musical da igreja, que foi fundada em 1983. Na década de 1990, a banda da igreja, “Hillsong Worship”, fez muito sucesso misturando elementos da moda com os temas religiosos. Foi então que a, antes chamada Hills Christian, passou a ter o nome de Igreja Hillsong.

Segundo a jornalista Kelsey MacKinney, tudo que é produzido pela Hillsong era pensado para induzir a manipulação dos seus fiéis. “A música da Hillsong de hoje parece com o Coldplay. O objetivo da Hillsong é se manter atualizada, fazer músicas que sabem que as pessoas vão gostar em vez de reformar os antigos hinos das avós. Eles querem que você sinta a presença de Deus dentro de si, mas é fácil confundir manipulação emocional com o movimento de Deus. Você está chorando por que o Senhor está fazendo algum tipo de intervenção na sua vida ou por que a estrutura de acordes é feita para você chorar?”, disse ela.

“Se você frequentasse a Hillsong toda semana e ouvisse músicas que nunca tinha ouvido, porque são novas, elas são testadas ao vivo com a plateia. Você diz que vai adorar e, sem o seu conhecimento, as pessoas no palco estão conduzindo você em um tipo de adoração emocional. Estão testando novos produtos em você”, acrescentou a jornalista.

A estrutura harmônica das canções religiosas é analisada, mostrando que desde as letras até sequências de notas musicais são meticulosamente produzidas para causar a sensação de que o fiel tem uma culpa com Deus, e essa culpa precisa ser compensada frequentando a igreja.

“A música é completamente armada para as necessidades da igreja e também para as necessidades financeiras, pois esse é o objetivo do jogo: tirar dinheiro das pessoas”, concluiu a ex-integrante do grupo, Tanya Levin.

Fonte: Aventuras na história, O hoje

Imagens: YouTube, Fofoqueando

Crise de ansiedade: vinte e seis alunos passam mal em escola estadual em Recife

Artigo anterior

Como funciona o procedimento de esconder estrias com tatuagem?

Próximo artigo