Entretenimento

Esses músicos já boicotaram o Spotify tirando suas músicas da plataforma

0

Música é uma das formas de arte mais difundidas do mundo. Além do entretenimento em si, ouvir música pode também trazer alguns benefícios para seu bem-estar. Ela não só ajuda a relaxar, como também pode servir de estimulante para as atividades físicas. Felizmente, hoje o acesso a ela está mais fácil graças às plataformas digitais, como o Spotify, Deezer, Apple Music e tantas outras.

Entretanto, por mais que o público esteja feliz em poder ouvir seus artistas preferidos em qualquer lugar e a um clique de distância, alguns músicos parecem não estarem muitos satisfeitos.

Tanto é que, já há alguns anos, vários artistas tiraram suas músicas do Spotify. Isso começou a ser visto de novo recentemente. Artistas como Neil Young e Joni Mitchell tiraram suas músicas do Spotify como uma forma de boicote à plataforma

Tudo começou por conta da polêmica envolvendo Joe Rogan, comediante que apresenta o podcast “The Joe Rogan Experience”. Esse podcast tem sido bem criticado por espalhar informações falsas a respeito da vacinação contra a Covid-19, entre outras fake news.

No entanto, antes mesmo desse recente boicote ao Spotify, outros artistas já retiraram seu trabalho da plataforma pelos mais variados motivos. Mostramos aqui alguns desses casos.

1 – Taylor Swift

O Globo

Em 2014, Taylor retirou seu catálogo inteiro do Spotify como uma forma de exigir pagamentos melhores e mais justos para todos os artistas que colocavam seu trabalho disponível na plataforma.

“Música é arte, arte é importante e rara. Coisas raras têm um preço e devem ser pagas. É minha opinião que música não deve ser de graça. Eu espero que os artistas não se diminuam ou diminuam o valor de sua arte”, declarou ela na época.

2 – Adele

Portal rap mais

Outra cantora que decidiu tirar seu trabalho da plataforma foi Adele. Em 2015, o seu álbum “25” não foi colocado no Spotify ou em qualquer outra plataforma de música.

“Eu sei que os serviços de streaming são o futuro, mas não são a única maneira de se consumir música. Não posso jurar lealdade a algo que não sei como me sinto sobre ainda”, disse ela na época.

Mesmo que não tenha sido na época do lançamento, eventualmente Adele liberou o álbum para os serviços de música.

3 – Beyoncé e Jay Z

G1

O casal tem fãs no mundo todo e suas músicas são conhecidas e aclamadas por todos. Contudo, em 2017, Jay Z abriu o seu próprio serviço de streaming de música, o Tidal. Por conta disso, ele tirou seus álbuns da plataforma concorrente.

Já Queen B deixou seu álbum “Lemonade” como exclusividade do Tidal por três anos. Depois disso ela o liberou para o Spotify.

4 – Thom Yorke

Revista Planeta

Em 2013, o vocalista do “Radiohead” tirou suas músicas solo da plataforma.

5 – Joni Mitchell e Neil Young

Portal Varada

Os dois músicos são o caso mais recente de artistas retirando seus trabalhos do Spotify. Eles decidiram fazer isso em protesto à veiculação de um podcast na plataforma que divulga informações falsas sobre a Covid-19.

Fonte: MSN

Imagens: O Globo, Portal rap mais, G1, Revista Planeta, Portal Varada

Como ter um sonho lúcido durante o sono em 3 minutos

Previous article

Relâmpago de 768 km de comprimento é o mais longo do mundo

Next article

Comments

Comments are closed.