• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Esses são 5 mistérios históricos com explicações bobas

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      05/08/19 às 18h19

Sempre que falamos em mistérios, automaticamente, o assunto passa a ser mais interessante ou despertar um interesse maior. Nós somos movidos pela curiosidade. Pelo instinto de tentar tornar o desconhecido, conhecido. É natural do ser humano sempre tentar saber mais sobre a vida, mesmo que não seja sobre temas tão relevantes. Queremos estar por dentro das coisas e tentar resolver esses enigmas que a vida nos prega.

Ao longo de nossa história, muitas coisas aconteceram e deixaram pontos não resolvidos. Fatos que intrigaram até mesmo os cientistas por anos, às vezes, até mesmo por séculos. Alguns mistérios são persistentes, como o desaparecimento da aviadora norte americana Amelia Earhart, em 1937, no Oceano Pacífico. Mas, às vezes, um historiador consegue desenvolver alguns desses mistérios. Mostramos aqui alguns desses mistérios que foram solucionados.

1 - Papiro antigo

A família Amerbach, da Alemanha, passou um antigo papiro por várias gerações de sua família, sem saber ao certo o que realmente era. E esse mistério intrigou várias pessoas da família. Ele foi parar na Universidade de Basel, na Suíça, e ficou conhecido como Papiro de Basel.

Os pesquisadores tentaram decifrar o material, que tinha um código estranho de letras espalhadas pelos dois lados da folha. Em 2010, um arqueólogo conseguiu decifrar o código. Eles descobriram que o papiro, na verdade, era um conjunto de várias folhas que tinham se fundido ao longo dos séculos.

Depois de separar as camadas, os pesquisadores viram que os papiros tinham informações, que tinham sido escritas por Galen, um dos primeiros cientistas. Ele foi o pioneiro em várias metodologias médicas, como a anatomia e farmacologia. Galen também escreveu a teoria da "apneia histérica", que é um problema onde o útero sufocaria se não recebesse fluidos masculinos com uma frequência.

O panfleto que Galen fez tentava convencer as mulheres que se elas não tivessem relações com frequência, seus úteros ficariam desidratados.

2 - Som misterioso

Na década de 1980, a Suécia estava sempre em alerta contra submarinos soviéticos, que poderiam interceptar informações da inteligência do país. E mesmo depois da Guerra Fria, o país ainda continuava em busca de sinais russos.

Em 1994, a Suécia recebia sinais sonoros, que podiam sinalizar a presença de russos. Eles estavam captando um chiado, que se parecia com os feitos por submarinos. Eles não conseguiram encontrar nenhum submarino e a relação entre os países começou a ficar tensa.

O conflito continuou até 2004, quando os cientistas descobriram que o barulho, na verdade, era o pum do peixe herring. Os pesquisadores Magnus Whalberg e Hakan Westerberg descobriram que o som vinha das bolhas eliminadas pelo ânus dos peixes, como uma forma de comunicação. Eles receberam o Prêmio IgNobel, que é dado para as descobertas científicas mais estranhas do mundo.

3 - Charadas Vikings

Desde o século XIX, arqueólogos encontraram mais de mil objetos pequenos em formato de T pela Europa. Alguns chegaram a pensar que poderia ser um tributo a Thor, mas essa hipótese não convenceu todos.

Em 2014, arqueólogos da Dinamarca encontraram alguns desses T, com inscrições que diziam "hmar x is", que quer dizer "isso é um martelo". E isso, acabou com as suposições e foi visto que era um martelo, sem nenhum simbolismo ou religiosidade.

Os vikings eram fãs de mensagens literais. No mesmo ano, Jonas Nordby, um pesquisador, conseguiu decifrar uma mensagem, onde estava escrito "beije-me".

4 - Recorde de temperatura

Em 1922, a maior temperatura da Terra foi registrada. Foram 58º C na Líbia. E levaram-se vários anos, com os pesquisadores querendo descobrir o que levou a uma temperatura tão alta e discrepante assim, em relação às outras que foram registradas no local.

Em 2010, um grupo de pesquisadores e historiadores internacional conseguiu desvendar o mistério. Khalid el Fadi, um meteorologista, encontrou alguns documentos que mostram que aquilo não passou de um erro de leitura do termômetro.

Na época, a estação meteorológica, responsável por registrar a temperatura, usava termômetros Ballani-Six, o que fazia com que a leitura fosse mais difícil. No dia, quem leu a temperatura foi um funcionário novo e ele aumentou mais sete graus na temperatura real. Depois das evidências apresentadas, a temperatura, de 1922, foi retirada do recorde.

5 - Criatura mítica marinha

Georg Wilhelm foi um dos principais exploradores da História. E um dia, ele catalogou, em seu diário, um animal marinho novo, enquanto ele fazia uma expedição com o Capitão Vitus Bering. Segundo ele, o monstro, que ele chamou de simnia marina danica, tinha aproximadamente de 1,80 metros de comprimento. Ele tinha cabeça de cachorro, com orelhas pontudas, bigodes que caiam dos beiços e um corpo gordo e roliço, com um cabelo avermelhado.

Ninguém mais viu essa criatura e chegaram até a pensar que Wilhelm tinha inventado a criatura. Mas outros pesquisadores acharam que ele não estragaria sua reputação inventando algo do tipo. Até que, finalmente, Andrew Thaler, um ecologista de vida marinha, viu que a criatura era, na verdade, uma caricatura do chefe de Wilhelm. O nome, na verdade, significaria "primata dinamarquês do mar".

Próxima Matéria
Via   Hypescience  
Imagens Hypescience
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+