Entretenimento

Ficar em pé faz bem para a saúde?

0

A rotina diária faz com que as pessoas passem mais tempo sentadas. Isso, aliado a uma vida sedentária, traz grandes riscos à saúde a longo prazo. Mas, especialistas apontam que apenas o ato de levantar da cadeira e ficar um tempo em pé pode ajudar na saúde. Isso porque esse ato ajuda a diminuir o açúcar no sangue, aumentar a frequência cardíaca e queimar mais calorias, além de reduzir o risco cardiometabólico.

Outra melhoria pode ser para o bem-estar psicológico. Principalmente quando incorporado alguns movimentos físicos ao ato. A seguir, vamos apresentar informações sobre como ficar em pé ajuda a manter o corpo saudável.

Impactos que ficar muito tempo em pé ou sentado traz à saúde

Venge

Se mexer ou ficar parado em excesso faz mal para o corpo, já que desgasta a musculatura e as articulações. No entanto, o impacto é maior para quem não se movimenta. Isso porque o ato ajuda a lubrificar as articulações, que alternam quando a musculatura está em uso. Quando as pessoas não se movimentam, a pessoa pode sentir dores durante o dia e problemas maiores a longo prazo.

No entanto, para especialistas, ficar sentado é ainda pior. Isso porque pode ocorrer encurtamento muscular, alteração de postura e até mesmo provocar hérnia de disco. Para eles, é ideal criar um equilíbrio entre os tempos sentados e em pé.

A melhor opção é se mexer em intervalos de tempo, mesmo que seja sem sair do lugar. Uma opção são os alongamentos e até mesmo as caminhadas. Para quem trabalha em pé, é importante revezar as posições para aliviar o desconforto. Outra coisa que pode auxiliar é a utilização de meias de compressão. Mas vale lembrar que o ideal é ir ao médico para descobrir qual o tipo de meia ideal.

Enquanto isso, passar muito tempo sentado, sem interrupções, desacelera o metabolismo. Isso porque há uma falta de estímulos nos ossos, circulação e no próprio metabolismo. Outras preocupações são as doenças cardíacas e o diabetes tipo 2.

Ficar mais tempo em pé também diminui o risco de obesidade. Isso foi explicitado pelo endocrinologista da Mayo Clinic, nos Estados Unidos, em entrevista ao New York Times. Esse estudo foi realizado porque ele queria entender porque alguns indivíduos engordam mais que outros.

De acordo com os dados coletados, as pessoas que permaneciam magras eram as que ficavam em pé, parado ou andando, por mais de duas horas diárias.

Além disso, estudos realizados na Grã-Bretanha, ao longo de doze meses, apontaram que o ato de usar as mesas para trabalhar em pé os deixam menos ansiosos e cansados e mais envolvidos com o trabalho.

Isso se dá devido ao fato de que ficar em pé aumenta os batimentos cardíacos. O médico britânico, Michael Mosley, informou que ficar em pé durante três horas por dia durante um ano é o equivalente a correr 10 maratonas. Também é relatado que o nível de açúcar do sangue dos que estavam em pé abaixavam mais rápido que dos que estavam sentados.

Como diminuir o tempo sentado?

g-stockstudio/Thinkstock/Getty Images

Muitas pessoas acreditam que está tudo bem passar muito tempo sentado, desde que tenha uma vida ativa fora do expediente. No entanto, os danos causados por permanecer sentado por um período muito longo só podem ser revertidos por no mínimo 40 minutos de exercícios rigorosos diários.

Outra preocupação é que ficar sentado por muito tempo pode diminuir os benefícios dos exercícios físicos. Para ter um estilo de vida mais saudável é necessário diminuir o tempo sentado e tentar ficar o maior tempo possível em pé ao longo do dia.

Pode ser útil levantar da cadeira por alguns minutos, por duas a três vezes por hora. Uma dica é atender o celular em pé. Isso porque temos o hábito de caminhar enquanto conversamos.

Fonte: BBC, Clínica Hong, Veja Saúde

Como surgiu a maçonaria?

Artigo anterior

Fatos que você não conhecia sobre Cleópatra

Próximo artigo