Notícias

Gato perdido percorre mais de 60 km para reencontrar tutores

0

Faltando poucos dias para se mudarem de cidade, uma família dos Estados Unidos percebeu que o gato de estimação, chamado Oliver, havia desaparecido. Apesar de ter procurado o animal em todos os locais possíveis, os Kutscher não conseguiram encontrar o felino, e por isso, acreditaram que ele havia desaparecido e partiram sem o bichano.

Apesar de terem partido, eles prometeram que voltariam para procurar o animal. Mas o que eles não esperavam era que Oliver caminharia para reencontrá-los. 

Durante semanas, o filho de 9 anos de Halie Kutscher rezou para que Oliver voltasse para a família. O desejo da criança foi atendido e o gato caminhou cerca de 64 km para se reencontrar com a família.

“Sabíamos que tínhamos algum tempo para voltar a casa antiga para procurá-lo, então ainda estávamos esperançosos”, disse Halie ao site The Dodo. “Toda vez que saíamos sem um sinal dele meu filho chorava sem parar”, acrescentou Halie. “Foi de partir o coração assistir.”

Depois de um tempo, os Kutschers conseguiram vender sua antiga casa em Bridgeport e com isso as esperanças de reencontrar Oliver também diminuíram. Os pais da criança já estavam se preparando para ter uma conversa difícil com o filho, em que contaria que o gato provavelmente não voltaria, quando Oliver apareceu no novo quintal da família.

Os tutores o levaram até uma clínica veterinária e, com um exame de microchip, o veterinário descobriu que Oliver encontrou o caminho sozinho. Após essa longa caminhada, o gato está seguro na nova casa.

Gato foge de apartamento, confunde condôminos e causa confusão em prédio

Foto: Reprodução/ TikTok @leticiafsandrade

Já no Brasil, um gato laranja, chamado Galeo, fugiu da casa de sua tutora, Letícia Andrade, e acabou gerando uma confusão no prédio em que eles moram. 

A vizinhança acredita que o gato era fêmea e estava grávida. Por isso, todos já estavam ansiosos para o momento do parto. O caso foi contado por Letícia, em sua conta no TikTok no dia 18 de agosto.

A confusão

Foto: Instagram/ @leticiafsandrade

De acordo com Letícia, Galeo saiu pela escada de emergência e ela não percebeu. O gato ficou no local até que um morador notou a presença do animal e resolveu perguntar no grupo do condomínio no WhatsApp se o pet tinha dono. Como Letícia e seu marido não leram a mensagem, a confusão se estendeu.

Os vizinhos estimavam que Galeo era fêmea, estava grávida e estava procurando um lugar escondido para ter suas crias. Eles ainda tentaram ajudar a “gatinha” dando o máximo de conforto possível para que ela se sentisse bem no momento do parto.

“Quando meu marido foi buscá-lo tinha até cama, comida e água. Todos se preparando para o parto dele”, disse a tutora no vídeo. 

Logo após desfazer a confusão, Letícia brincou com a situação e apelidou o animal de estimação de “gato prenha”. O post alcançou mais de 1.9 milhão de visualizações, 361 mil curtidas, 3.600 comentários e 6.555 compartilhamentos.

@leticiafsandrade #catsoftiktok #paisdepet #paisdegato #gatostiktok #gatos #gato #cat #cats ♬ Funny Song – Cavendish Music

“Hahahahah ia ter o baby chá. O mais falado do condomínio”, disse uma internauta. “Ah, gente, que bom que o pessoal foi fofinho com ele”, elogiou outra pessoa. 

Já uma terceira internauta se identificou com o caso e disse: “Eu tenho uma gata assim gordinha e todo mundo me pede gatinhos quando nascer. Ela é castrada”. 

A publicação foi bastante compartilhada e, em uma das postagens feitas no Instagram, um internauta comparou o animal à grávida de Taubaté. Para a surpresa de algumas pessoas, Galeo é realmente de Taubaté e, de acordo com Letícia, ele até superou a famosa grávida, pois fez todos acreditarem na gestação mesmo ele sendo macho.

@leticiafsandrade Respondendo a @BiaZ Gato prenha de Taubaté #cat #catsoftiktok #cats #gato #gatos ♬ Monkeys Spinning Monkeys – Kevin MacLeod & Kevin The Monkey

Fonte: Metrópoles, BNews

Figurinha ‘impossível’ de Neymar no álbum da Copa chega a valores absurdos

Artigo anterior

Os hábitos no banheiro que causam estranheza em outras partes do mundo

Próximo artigo