CuriosidadesMundo Animal

Girafas tem vida social altamente complexa

0

O nosso mundo não é apenas grande, mas também muito interessante e com uma enorme diversidade. Temos a oportunidade de aprender coisas novas diariamente, em todos os meios. Para se ter uma noção, existem milhões de espécies de animais. De acordo com órgãos e  estudiosos, temos catalogadas cerca de 950 mil espécies de animais em todo o mundo. Parece muito, mas não perto da estimativa total, que é de 7 milhões.

É claro que temos muito mais a aprender sobre os animais do que qualquer coisa no mundo. Cada espécie possui detalhes únicos e que podem nos surpreender. Embora já tenhamos ouvido falar bastante sobre os costumes de vários animais comuns, ainda podemos nos surpreender um pouco mais.

Como por exemplo, as girafas que, de alguma forma, conseguiram manter seu comportamento social escondido do radar científico. E viram que eles não sabem muito sobre esse animal tão imponente.

“É desconcertante para mim que uma espécie africana tão grande, icônica e carismática tenha sido pouco estudada por tanto tempo”, disse Zoe Muller, etologista da Universidade de Bristol.

Girafas

Girafa1 1400x878, Fatos Desconhecidos

Até 2000, as girafas eram consideradas animais socialmente indiferentes. Tanto que, um estudo de revisão feito em 1991, as descreveu como  “não formando laços duradouros com seus companheiros e associando-se da maneira mais casual”.

Por mais que se saiba que as girafas andem em rebanhos, elas pareciam estar constantemente mudando suas alianças. O que levou os pesquisadores a acharem que elas não formavam laços sociais fortes, exceto pelo de mãe e filhote.

No entanto, uma ampla disponibilidade de novos métodos de dados mostrou que as girafas são, na realidade, bem mais sofisticadas socialmente do que se imaginava.

Estudo

Girafa2 1400x933, Fatos Desconhecidos

Muller e Stephen Harris, zoólogos da Universidade de Bristol, fizeram uma revisão de mais de 400 estudos. Com isso, eles reuniram uma compreensão bem mais ampla da natureza social das girafas.

Encontraram evidências de que, por mais que as girafas solitárias sejam comuns, também se relacionam com pequenos grupos de três a nove indivíduos. Dentre eles, normalmente estavam pares de fêmeas adultas. Algumas delas foram observadas juntas por até seis anos. E as mães com seus filhotes. Esse relacionamento pode durar por, pelo menos, 15 anos.

Esses grupos podem ser formados por até três gerações de girafas. E os animais adultos ajudam a cuidar dos filhotes de outras mães e até mesmo lamentam a morte do filhote de outra girafa.

O mesmo padrão de relacionamento feminino foi observado em cativeiro. Além disso, também foi observado que os machos são os que se dispersam dos grupos. Isso sugere que as girafas tem sociedades matrilineares.

“Este artigo reúne todas as evidências para sugerir que as girafas são, na verdade, uma espécie social altamente complexa, com sistemas sociais complexos e de alto funcionamento, potencialmente comparáveis ​​aos elefantes, cetáceos e chimpanzés”, disse Muller.

Vida social

Girafa3 1400x930, Fatos Desconhecidos

As girafas tem uma vida longa, com as fêmeas podendo chegar  a 30 anos. Contudo, sua idade reprodutiva máxima é por volta do 20 anos. O que quer dizer que elas passam um terço da vida como adultos pós-reprodutivos. Outras espécies que fazem isso são os elefantes, orcas e humanos.

Por conta disso, os pesquisadores suspeitam que as “avós” girafas tenham um papel importante na criação das novas gerações. Mas isso ainda não foi documentado e precisa de uma investigação maior.

Além disso, eles também observaram que esses animais possuem sistemas sociais cooperativos complexos e habilidade de comunicação também complexas. Entretanto, da mesma forma que em outros aspectos, os “sistemas de comunicação das girafas são mal compreendidos”.

“Reconhecer que as girafas têm um sistema social cooperativo complexo e vivem em sociedades matrilineares aumentará nossa compreensão de sua ecologia comportamental e necessidades de conservação”, concluiu Muller.

Azul investe 1 bilhão de dólares para ter seu próprio carro voador

Matéria anterior

NASA diz que a ”aspereza” da lua pode esconder águas nas sombras

Próxima matéria

Você também pode gostar

Mais em Curiosidades

Comentários

Comentários não são permitidos