Recentemente, o Google desafiou as universidades tradicionais e anunciou uma novidade que poderá mudar a forma de como pensamos a educação e o trabalho. Estamos falando de uma seleção de cursos profissionalizantes que buscam ensinar habilidades essenciais para profissionais da área de tecnologia.

Dentro do programa, proposto pela Google, três cursos serão ofertados: Gerenciamento de Projetos, Analista de Dados e Designer UX. Assim, o projeto é chamado de Google Career Certificates e pode ser completado em um prazo de apenas seis meses. O que torna tudo muito mais rápido do que o curso de uma universidade convencional, por exemplo. Desse modo, cursos muito extensos podem ser realidade já não tão viável no futuro.

Esse certificado seria equivale ao de um curso de quatro anos

Publicidade
continue a leitura

Também precisamos levar em consideração que esse tipo de curso também é pensado para a realidade norte-americana, em que, cursos superiores não são acessíveis para todos. Logo, os cursos da Google seriam uma alternativa profissionalizante muito mais barata do que estudar em uma faculdade. "Diplomas de universidades estão fora do alcance de muitos americanos e eles não deveriam precisar de um para ter segurança econômica", afirma Kent Walker, vice-presidente sênior para assuntos globais do Google. "Nós precisamos de novos e acessíveis treinamentos profissionalizantes - de programas de aprimoramento vocacional a educação online - para ajudar a América a se reconstruir e recuperar", completa.

Ainda segundo Walker, o projeto também serviria como um próprio recrutamento da empresa para buscar profissionais. "Em nosso próprio recrutamento vamos tratar esses certificados de carreira como equivalentes a um diploma de quatro anos para funções relacionadas", afirma Walker.

Até o momento, a empresa não revelou o valor dos cursos. Mas, ao que tudo indica, eles devem ser muito mais baratos que os tradicionais. Além disso, também não há datas para o lançamento dos cursos. Contudo, no site da empresa é possível deixar seus dados para receber notificação de disponibilidade.

Publicidade
continue a leitura

Como as universidades lidaram com esse desafio?

Podemos afirmar que o atual modelo de ensino superior nos Estados Unidos está com os dias contados. Assim, esse é o reflexo do que precisa ser mudado no mundo e também, é pensar que educação vai para além da sala de aula e pode ser utilizada aliada a inúmeros outros recursos.

Publicidade
continue a leitura

Atualmente, a maior crítica que se tem as universidades é que elas não se comunicam com o mundo real. Portanto, na maioria das vezes, caso o aluno não busque esse conhecimento de maneira externa, ele ficará perdido ao entrar no mercado de trabalho. Por isso, a ideia do Google é preparar os estudantes para assumir esse tipo de desafio. "O novo Google Career Certificate se baseia em nossos programas existentes para criar caminhos em TI para pessoas sem diploma universitário", afirmou Walker.

Dentro do projeto, 100 mil bolsas serão financiadas. Além disso, o programa dará suporte aos formandos buscarem empregos que correspondam a suas respectivas áreas. Logo, a plataforma também servirá como um contato para grandes empresas. Entre elas, podemos citar: Walmart, Best Buy, Intel, Bank of America, Hulu e, claro, o próprio Google.

Publicado em: 16/09/20 12h20