Notícias

Homem é flagrado ao furtar 120 kg de carne em supermercado

0

Ao cometer um crime, como furtar mais de 100 kg de carne em um supermercado na saída da cidade de Eunápolis para Porto Seguro, no extremo sul baiano, talvez seja prudente cobrir seu rosto. Pelo menos é isso que uma pessoa nessa situação provavelmente faria, com o objetivo de esconder sua identidade.

No entanto, não foi isso que um homem fez no dia 3 de agosto, às margens da BR-367. Isso porque, nas imagens divulgadas na última terça-feira (23), é possível ver o homem caminhando pelo estabelecimento, sem qualquer disfarce.

As imagens só foram divulgadas quase um mês depois do caso depois que a gerência do supermercado percebeu a falta da mercadoria, em uma checagem de estoque. Depois, os funcionários decidiram checar as câmeras para entender o ocorrido e viram o homem furtar as carnes.

Assim, as imagens das câmeras de segurança mostram o momento em que o homem chegou, de carro, e estacionou no supermercado. Em seguida, um segundo homem e uma mulher desceram do veículo também. Portanto, a polícia investiga se essas duas pessoas são comparsas do suspeito.

O homem suspeito de furtar a carne entrou no supermercado, pegou um carrinho de compras e agiu como se fosse um cliente normal, fazendo suas compras. Então, ele pegou 95 quilos de carne seca, 25 quilos de bacon, um fardo de papel higiênico e outro de biscoito. Na hora de passar por um caixa de pagamento, o suspeito desviou e saiu pela porte da entrada do estabelecimento.

A gerência do supermercado registrou o crime em delegacia e a polícia tenta identificar o homem para prendê-lo.

Mulheres são presas após furtar R$ 18 mil em azeite e creme de avelã

Pixabay

Ainda na Bahia, agora na região sudoeste, quatro mulheres foram presas por furtar R$ 18 mil em azeite de oliva e creme de avelã. O crime ocorreu em um supermercado atacadista na cidade de Vitória da Conquista.

Quem registrou o caso na Delegacia de Furtos e Roubos foi o subgerente do supermercado, que percebeu a falta da mercadoria. Assim, a polícia analisou imagens de câmera de segurança durantes as investigação. Com isso, descobriu que a mercadoria havia sido armazenada na Estação Rodoviária, em um guarda volumes.

Com essas informações, os policiais foram até a estação e encontraram as caixas dos alimentos. Vale destacar que o furto ocorreu durante o expediente do mercado. Assim, a delegacia não forneceu detalhes sobre as circunstâncias do furto, se as suspeitas eram funcionárias do local e nem como elas foram identificadas.

“Quando a polícia chegou no hotel, identificou cerca de 80% da mercadoria. Todos foram conduzidos para delegacia por associação criminosa e furto qualificado”, disse o delegado Ney Brito, responsável pelo caso.

“A gerência de outro supermercado que afirmou que os mesmo quatro (suspeitos) fizeram furtos também nesse outro estabelecimento”, contou o delegado. Assim como o homem suspeito de furtar carne, essas pessoas deixaram o supermercado com os carrinhos cheios de mercadoria sem passar pelos caixas.

Desse modo, entre o material roubado, há uma carga de azeite que não pertence aos dois supermercados que registraram ocorrência. Logo, segundo a polícia, isso indica que outros lugares foram vítimas da quadrilha presente na Bahia.

Por conta da Lei de Abuso de Autoridade, as quatro mulheres não tiveram seus nomes divulgados. Porém, a polícia informou que elas são da Paraíba. Assim sendo, a polícia afirma que se trata de uma quadrilha.

A polícia identificou um suspeito de integrar a quadrilha de furto de supermercados atacadistas. Assim sendo, a polícia afirma que se trata de uma quadrilha. No entanto, ele não foi encontrado e está foragido. Acredita-se que o indivíduo seria o líder do grupo criminoso.

Fonte: G1

SBT anuncia fim do “Casos de Família” após 18 anos no ar

Artigo anterior

Sósias podem compartilhar traços genéticos e até comportamentos

Próximo artigo