Notícias

Mãe leva bebê a casamento que proibia crianças e enfrenta atrito com noivos

0

Uma mulher recebeu um convite para o casamento de seu primo. No entanto, em letras pequenas, leu que crianças seriam proibidas na cerimônia e celebração. Isso imediatamente causou conflito, visto que seu bebê de 10 meses teria que ficar com uma babá.

Portanto, a mulher decidiu ignorar a regra contra crianças e levar seu filho mesmo assim. No entanto, a recepção dos familiares não foi calorosa.

Segundo o relato da mãe da plataforma Reddit, veiculado pelo tabloide The Mirror, sua tia e primos ficaram revoltados com sua decisão de levar seu filho. Assim, a mulher, que optou por manter sua identidade anônima, contou que, ao chegar na festa com seu bebê, ela se deparou com um drama que ela jamais imaginaria.

Isso porque só os sobrinhos e sobrinhas pequenos da noiva eram autorizados a participarem da festa, excluindo as crianças dos outros convidados. De acordo com os noivos, o motivo seria “o espaço limitado” do casamento. Logo, todos os outros convidados deixaram suas crianças com babás.

Informados

Vale destacar que a atitude da mãe não era inesperada. Prevendo que os noivos poderiam ficar chateados com a presença de seu filho, ela informou logo no convite que o levaria, na hora de confirmar sua presença. Além disso, ela ressaltou que não seria necessário arrumar outro lugar na mesa, visto que seu bebê ficaria no seu colo o tempo todo.

A mãe também avisou que iria providenciar a comida da criança, para não causar preocupação a mais para o casal de noivos.

No entanto, o seu primeiro não lhe deu resposta sobre as informações, levando a mãe a atender que ficaria tudo bem. Acontece que, depois da cerimônia, as coisas saíram do controle.

Choro de criança

Metrópoles

“Meu bebê chorou durante o casamento, mas eu rapidamente o levei para fora da sala. Na festa, eu fiquei com ele no colo o tempo todo. Ele não fez muita bagunça e pensei que tudo estivesse ok”, disse ela.

“Após o casamento, minha tia, mãe do meu primo, veio me questionar sobre minha decisão de levar meu filho ao casório e me disse que eu tinha sido muito grosseira de trazer meu bebê sem permissão dos noivos”, contou.

“Então, expliquei que eu tinha escrito na resposta ao convite que eu levaria o bebê e que tudo já tinha sido planejado para não dar trabalho a ninguém. E que, como meu primo não tinha dito nada, achei que fosse ok. Mas ela me falou que os noivos ficaram, sim, chateados com minha decisão, mas que a noiva não quis causar polêmica porque não me conhecia tão bem”, explicou.

Ainda de acordo com o relato da mulher, que usou o pseudônimo u/babyweddingthrownaway, a tia dela ficou muito incomodada com a história, dizendo que ela deveria ter deixado o bebê em casa com uma babá, assim como outra prima fez com seu filho de 7 meses.

Internautas comentam proibição de crianças

“Alguns dos meus primos ficaram chateados porque eles imaginaram que eu tinha sido beneficiada de alguma forma e as crianças deles tinham sido excluídas. Realmente, eu nunca quis provocar esse drama todo”, ressaltou a mãe.

Porém, vários usuários do Reddit comentaram a postagem da mulher, a criticando por ter desrespeitado as regras do casamento do familiar.

“Você não tem o direito de simplesmente levar um convidado se isso não foi o combinado. Especialmente um bebê, numa festa em que crianças foram proibidas. Seu filho acabou atrapalhando um pouco a cerimônia antes de você tirá-lo da sala, e é justamente isso que os noivos queriam evitar”, disse um internauta.

“Sua atitude desrespeitou os noivos, violou os desejos deles e ainda tumultuou a cerimônia. Foi uma atitude bem ruim da sua parte. Se você não conseguia confiar em uma babá de qualidade, seria melhor ter ficado em casa.”

Fonte: R7

Peixe de MS se ‘apaixona’ por turista que diz que foi amor à primeira vista

Matéria anterior

Mulher pede presente para o namorado, que é casado, na TV e viraliza

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos