Curiosidades

Maior crocodilo do mundo em cativeiro deve viver mais de 120 anos, desafiando limite de longevidade da espécie

0

A Terra está cheia de animais grandes, e dentre os répteis vivos atualmente, os crocodilos-de-água-salgada são os maiores. Talvez por isso que eles também sejam alguns dos animais que mais causam acidentes com humanos. Esses animais chegam a medidas impressionantes, omo por exemplo, Cassius, que é o maior crocodilo que vive em cativeiro do mundo.

Além do seu enorme tamanho, Cassius está prestes a estabelecer outro recorde. De acordo com os especialistas que fazem exames no crocodilo, o animal de 120 anos “viverá nos próximos anos”.

A estimativa de quantos anos Cassius ainda viverá é incerta. No entanto, Adam Rosenblatt, professor assistente de biologia na Universidade do Norte da Flórida, disse que “na natureza, a maioria dos crocodilianos provavelmente não passa dos 60 anos”. Contudo, os animais que vivem em cativeiro, geralmente, vivem bem mais tempo.

“Meu próprio palpite é que a expectativa de vida máxima dos crocodilianos como um grupo está na faixa de 100 a 120 anos, mas eles só atingiriam essas idades em cativeiro”, disse o professor.

Maior crocodilo em cativeiro

ABC

Cassius é o maior desses animais que vive em cativeiro, medindo 5,5 metros de comprimento. Ele foi capturado em 1984 depois de ter atacado o gado de uma fazenda. Nessa época, ele já tinha vivido aproximadamente 80 anos na natureza.

Depois de ser capturado, Cassius ficou mais de 35 anos no Marineland Crocodile Park, em Green Island. Atualmente, o crocodilo vive no Parque Marineland, na Austrália.

E segundo a avaliação mais recente feita no animal, não existe “nenhuma razão para acreditar que Cassius não viverá nos próximos anos”, disse Toody Scott, criador de crocodilos do Marineland.

Segundo os responsáveis pelo animal, ele fica nervoso e “reage mal” quando são usados equipamentos barulhentos no parque onde ele vive, o que pode ser um sinal de um antigo trauma. Até porque, quando ele foi capturado, o crocodilo estava sem a ponta do seu focinho. Isso sugeriu que ele pode ter atacado barcos antigamente.

“Ele estava com a ponta do focinho quebrada, o que pode acontecer ao atacar uma hélice”, relatou Grahame Webb, pesquisador que participou da captura de Cassius.

Outro ponto observado no animal é que sua boca parece ser mais delicada do que a dos demais animais da mesma espécie. “Um crocodilo livre de estresse geralmente se cura de quaisquer ferimentos e fica livre de doenças, pois tem sistema imunológico mais forte [do que os crocodilos estressados]”, pontuou Scott.

Maior do mundo

Cassius é o maior crocodilo que vive em cativeiro no mundo, mas também existem os animais que vivem na natureza. Nesse caso, o maior do mundo é o crocodilo conhecido como Dominador. Ele tem 6,1 metros de comprimento,  pesa cerca de uma tonelada e vive no Rio Adelaide, ao Norte da Austrália.

Da mesma forma que a maior parte dos crocodilianos, os crocodilos-de-água-salgada são bem territorialistas. Por conta disso é que existem vários registros de ataques desses animais a humanos. No caso dessa espécie, os animais podem viver tanto no oceano como em águas salobras, preferindo geralmente os rios que desembocam no mar.

No caso do Dominador, ele é somente sete centímetros maior do que o antigo dono do título, Lolong. Por conta disso é esperado que o crocodilo consiga bater o recorde do seu antecessor, já que esses animais crescem de maneira permanente. Um ponto importante de se dizer é que o Dominador é o maior crocodilo já registrado, ou seja, pode ser que existam vários outros répteis que sejam maiores do que ele mas que não foram vistos ou medidos pelos especialistas.

Isso é bem possível porque, no mesmo rio onde Dominador mora existe um outro crocodilo que também figura entre os maiores que se conhece. No caso, ele se chama Brutus e tem 5,5 metros de comprimento. Além dos seus 80 anos de idade, o animal tem uma característica que se destaca: a falta da pata dianteira direita. A ideia mais provável é que ele tenha perdido-a em uma luta com outro crocodilo.

Brutus ficou famoso depois de ele ter sido capturado comendo um tubarão nos bancos de areia do rio onde vive. E também existem histórias de que ele e Dominador já tiveram suas brigas, o que faz muito sentido, ainda mais por conta da natureza territorialista dos animais, que têm o mesmo habitat.

O que esses animais comem é bem variado, mas no geral, os crocodilianos são exemplos de hipercarnívoros, ou seja, animais que têm mais de 70% da sua dieta baseada em carne. E mesmo caçando animais grandes, como cervos, eles também se alimentam de peixes e crustáceos quando são mais jovens.

Fonte: Olhar digital, Socientifica

Imagens: YouTube, ABC

Extração de água subterrânea por humanos alterou eixo de rotação da Terra

Artigo anterior

Medalha de 1,8 mil anos com rosto de Medusa é achada em antigo forte romano

Próximo artigo