Curiosidades

Matilha de cães azuis é avistada em fábrica de produtos químicos russa

0

Por que tão azul? Essa é a exata pergunta que as pessoas em Dzerzhinsk, na Rússia, começaram a se fazer quando avistaram uma matilha de cães azuis brilhantes próximo a uma fábrica de produtos químicos.

Obviamente, nem todos tiveram a oportunidade de ficar frente a frente com os cães azuis. No entanto, muitos se depararam com os animais em uma gama de fotos que foi disponibilizada no Vkontakte (VK) – uma plataforma de mídia social russa – pelo usuário Alekseї Ganine.

Os cães azuis

À medida que as imagens se espalhavam pela Internet, aumentava-se também o número de questionamentos e, obviamente, a demanda por respostas. De todas as dúvidas que culminam o fato, a primordial é: como os cães adotaram uma pelagem azul?

Basicamente, como foram vistos próximos a Dzerzhinskoye Orgsteklo, uma rede de fábricas de produtos químicos que fechou após ir à falência em 2015, acredita-se que os animais tenham sido expostos a algum resíduo químico, como, por exemplo, sulfato de cobre, um ingrediente azul brilhante usado na fabricação de plexiglass e ácido cianídrico – produtos que a fábrica produzia antes de encerrar as atividades.

Andrey Mislivets, gerente de falências da Dzerzhinskoye Plexiglas, acredita que essa seja a hipótese mais provável. “Cães sem-teto sempre estão correndo pela área”, disse. “Talvez, em um dos edifícios, eles tenham encontrado algum tipo de resíduo químico – sulfato de cobre, por exemplo – e rolado sobre”.

Caso a suposição seja confirmada, Mislivets descartou a ideia de que a fábrica seja responsável pelo caso ou por quaisquer efeitos colaterais causados ​​pela possível exposição a produtos químicos. “Não podemos arcar com os custos”, relata o gerente à mídia.

Após relatarem o fato, agências de notícias russas informaram que as autoridades iriam resgatar os cães e, caso estivessem em perigo, assumiriam todas as despesas. “De acordo com uma inspeção preliminar, os cães estão passam bem. Não há risco algum”, afirmaram funcionários públicos da cidade de Dzerzhinsk.

Ajuda

Mesmo com a declaração das autoridades, ativistas dos direitos dos animais não acreditaram que os cães estejam realmente seguros e saudáveis. Kelly O’Meara, vice-presidente do setor de Proteção de Animais da companhia Humane Society International, acha que a análise preliminar realizada pelas autoridades é uma maneira simples de manter o bem-estar.

“A tinta em sua pele indica que eles tiveram contato direto ou mesmo ingestão de substâncias potencialmente tóxicas – e que são prejudiciais. Isso pode resultar inúmeros problemas, como ardência, coceira, sangramento interno e até mesmo doenças que podem levar à morte, caso não haja intervenção veterinária”.

A Humane Society International tem filiais em todo o mundo, mas, infelizmente, por conta de políticas que regem a Rússia, a companhia não pode se envolver da forma como gostaria. “Até o momento, as autoridades de inúmeras cidades da Rússia não implementaram estratégias eficazes e humanas para lidar com suas populações de cães de rua e, por isso, muitas vezes, recorrem a métodos de controle cruéis e ineficazes”, disse O’Meara.

Assim que os cães azuis ganharam notoriedade, inúmeros outros meios de comunicação da Rússia passaram a relatar outros casos bastante similares. A mídia do país já noticiou até o avistamento de cães verdes em Podolsk, perto de Moscou. A única diferença entre os casos é que esses cães tiveram contato com uma espécie de corante – e que não era tóxica.

Até o momento do fechamento desta matéria, sete dos cães azuis foram capturados e todos foram examinados por veterinários.

De acordo com Ilya Kazakov, chefe da clínica veterinária que atendeu os cães, os bichinhos passam. A causa da mudança de cor, entretanto, ainda permanece desconhecida. A clínica continua investigando o caso.

Pesquisadores descobrem que Stonehenge foi transferido de seu lugar original

Matéria anterior

Afinal, onde fica a Casa da Mãe Joana?

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.