Notícias

Mulher escapa de golpe do falso depósito via PIX e o suposto comprovante vira piada

0

Alguns golpes são muito bem feitos, enquanto outros merecem boas risadas. A nutricionista Jéssica Rodriguez, de 24 anos, por sorte, vivenciou o segundo caso. Ela usou suas redes sociais para compartilhar uma tentativa de golpe que sofreu em uma transação da loja virtual da qual é dona.

Sendo assim, o golpista, que iria adquirir R$ 3,2 mil reais em roupas, tentou “pagar” com uma transferência via PIX. No entanto, o suposto comprovante apresentou uma montagem realmente mal feita e nada convincente. Por isso, a história virou motivo de piada no Twitter.

Em meio a risos por conta do quão mal feito foi a tentativa de golpe, Jéssica compartilhou o caso, visto mais de 200 mil vezes em apenas um dia. Moradora do Rio de Janeiro, a nutricionista começou a empreender no mês de fevereiro ao criar uma loja virtual de roupas chamada La Vieh.

“Cliente falou que já tinha feito o pix. Pedi o comprovante. O comprovante que ele me manda kkkkkkk rindo de nervoso”, escreve Jéssica.

Tentativa de golpe

“No Dia das Mães eu decidi pôr a loja em liquidação. Vendi metade do estoque, vendi bem, até que apareceu essa venda enorme, que estranhei, mas fiquei muito feliz”, disse em entrevista com o UOL.

Assim, como o valor da venda era alto, R$ 3,2 mil, Jéssica combinou com o cliente que ele poderia fazer o pagamento no momento em que ela despachasse os produtos por um motorista de aplicativo.

“Mandei foto ao vivo, vídeos, dizendo que estava mandando e o cliente me disse que assim que estivesse na metade do caminho, pagaria. Daí comecei a estranhar, pois não tinha sido isso que combinamos”, contou. Para garantir a segurança de seu negócio, ela entrou em contato com o motorista de aplicativo que levava a encomenda e pediu que ele não entregasse as roupas até que ela enviasse um “ok”.

“Ele disse que o comprovante foi, mas quando eu abri, vi uma foto toda preta. Disse que não dava pra ver e ele me mandou de novo. O segundo print é aquela surpresa do ‘transferIDO’. Eu achei engraçado por dois segundos, mas ao mesmo tempo eu tremia por dentro”, contou.

O que Jéssica recebeu foi a tela de ação antes da confirmação da transferência que aparece no aplicativo de uma instituição financeira. Dessa forma, para transferir, é necessário apertar o botão “Transferir” e ainda digitar a senha do cartão. No entanto, o golpista capturou a tela e colocou uma sobreposição com o termo “ido” ao fim da palavra “transferir”, para indicar que havia “transferido”.

A primeira ação de Jéssica ao perceber o golpe foi ligar para o motorista e pedir que ele voltasse com os produtos. Depois, ela enviou uma mensagem ao golpista: “Deus te abençoe”. Como resposta, recebeu uma mensagem desaforada: “Já foi feito. Idiota”.

Reprodução/Twitter/Jéssica Rodriguez

Essa foi a primeira vez que Jéssica sofreu uma tentativa de golpe em sua loja virtual. Depois da experiência, ela bloqueou o contato do golpista e recebeu os produtos de volta, sem sofrer qualquer prejuízo. Assim, ao publicar a história no Twitter, ela se surpreendeu com mais de 16 mil compartilhamentos em apenas 24 horas. Agora, o tweet conta com mais de 17 mil compartilhamentos e 214 mil curtidas.

“Meu Twitter era só para alguns amigos e conhecidos. Eu postei porque achei engraçado, saí para fazer as unhas e quando voltei, estava o Brasil inteiro comentando”, lembrou. Um dos comentários é de um usuário que recebeu uma captura de tela de transferência com uma sobreposição mal feita também.

Portanto, com a tentativa de golpe fracassada, Jéssica diz que pretende redobrar o cuidado que tem com os clientes da sua loja virtual.

Fonte: UOL

Cachorro invade pódio para comemorar com tutor e tirar fotos

Artigo anterior

Comunicação entre chimpanzés pode ser mais completa do que se pensava

Próximo artigo