• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Mulher se apaixonou pelo doador do esperma que gerou sua filha há 12 anos

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      10/01/19 às 14h56

Jessica Share, de 42 anos, desejava ser mãe e recorreu a um banco de esperma para dar início a sua família. O que ela mal poderia imaginar é que, cerca de 12 anos após dar à luz, a sua primeira filha, ela viria a conhecer o doador de esperma que tornou seu sonho possível. E, o mais inacreditável ainda estaria por vir.

Assumidamente lésbica, Jessica acabou se enamorando pelo doador de esperma que possibilitou a gravidez sua filha, nascida em 2005. Share é residente em Seattle, no estado norte americano de Washington, nos Estados Unidos. Na época da doação, a identidade do doador não havia sido revelada e a mulher se encontrava em um relacionamento com uma outra mulher.

A primeira filha

De acordo com os relatos de Jessica, quando sua primeira filha nasceu, ela era a primeira mãe lésbica de que tinha conhecimento. Todas as mulheres lésbicas que haviam engravidado, até onde a estadunidense sabia, haviam dado à luz enquanto ainda estavam em um relacionamento heterossexual.

Share conta que ser mãe era um sonho que ela e sua namorada, na época, compartilhavam. Assim, elas decidiram que teriam quatro filhos juntas e até mesmo, antes de engravidarem, escolheram os nomes dos futuros bebês. A sua então namorada sugeriu que um conhecido do casal pudesse auxiliá-las no processo.

No entanto, devido a um curso realizado por Jessica, sobre os direitos de gays e lésbicas, organizado por um conselho do curso de Direito da universidade que Share frequentava, acabaram desistindo da ideia. Muito devido aos possíveis direitos parentais que o doador poderia requerer posteriormente.

Dessa forma, elas optaram por utilizar doações de um banco de esperma onde os doares assinavam um termo onde se comprometiam a não buscar as possíveis famílias de crianças geradas pelas doações. Foi decidido entre o casal que Jessica gestaria o primeiro bebê. Durante a escolha do doador, elas acabaram escolhendo aquele cuja aparência se aproximava ao máximo de sua namorada, baseado nas informações descritas em um formulário, como peso, altura etc.

Elas tiveram acesso a informações cruciais sobre o doador, como seu histórico de saúde, entre outros parâmetros importantes. Entretanto, elas não tiveram acesso a sequer uma foto dele. Todo o processo, desde o transporte dos espermatozoides até a inseminação em si é muito delicado. E no caso de Share, onde a inseminação aconteceria em sua própria casa, qualquer minuto era crucial para o sucesso do projeto.

Tentativas

Foram necessárias algumas tentativas e cerca de 7 meses após o início do processo, Jessica estava grávida de sua primeira filha, a pequena Alice. A possibilidade de conhecer o doador sequer passava pela mente de Share naquele momento. Depois do nascimento de Alice, o casal então decidiu que era chegada a hora de um novo membro para aquela família.

Assim, a namorada de Jéssica engravidaria do segundo filho do casal. Quando Alice completava pouco mais de um ano de nascimento, a segunda filha de Jessica nasceu. Quando a primogênita do casal completou 3 anos de idade, a namorada de Share anunciou que queria se separar. Ela continuou a cuidar das meninas cinco dias por semana, até que Alice completou 10 anos  de idade.

Desde então, a ex-namorada de de Jessica cortou contato tanto com ela e com Alice e se recusou a devolver a filha mais nova do casal após um período de férias. Situação que permanece até os dias atuais. Algum tempo depois, a pequena Alice, agora aos 11 anos, já demonstrava interesse por conhecer seus ancestrais. Ela até mesmo teria pedido a sua avó um kit de teste de DNA de natal.

Depois de algumas buscas para ajudar a realizar o desejo da menina, Jessica chegou ao nome de Aaron Long. Ao buscar o nome nas redes sociais, ela acabou encontrando uma pessoa cujo perfil batia exatamente com as descrições do formulário de doação do banco de esperma. Durante as buscas pelo possível pai de Alice, Share acabou um meio-irmão da menina, cujo nome Bryce Gallo.

As surpresas do destino

Aaron possuía cerca de 8 filhos provindos de suas provindos de suas doações. As filhas de Jessica eram as de número 7 e 8. Um encontro com Aaron foi organizado por Bryce e uma outra meia-irmã de Alice, Madi. Jessica decidiu então que aquela era uma ótima oportunidade para Alice se integrar aqueles que de alguma forma eram também sua família. Além do fato de que ela poderia também, dessa forma, aliviar um pouco seu sofrimento em relação a ausência de sua irmã mais nova.

A proximidade com Aaron acabou despertando em Jessica outros sentimentos. Em um determinado momento, segundo a própria, ela se questionou se a pessoa que era tão importante na vida de suas filhas também não poderia ser para ela também. A medida que Alice fortificava suas relações com seu pai biológico, Share também estreitava laços com Aaron.

Em 2017, Jessica e Alice se mudaram para Seattle definitivamente, para morarem com Aaron. Pouco tempo depois, Madi se juntou a eles. A mãe de Aaron também foi morar com eles e assim uma nova família se formava.

"Ao formar uma família por diferentes caminhos ao longo dos anos, aprendi mais sobre o significado de família do que qualquer pessoa gostaria. O DNA se tornou muito mais importante do que quando escolhi pela primeira vez um doador em um site. Mas ainda não superou a crença de que as famílias são construídas pelo amor, não pelos genes. Estar aberto a esse amor é o que acaba por formar uma família. Todo mundo pode ser acolhido e permanecer unido. Há espaço para muitos tipos diferentes de relacionamentos", afirmou Jessica.

Acredita-se que Aaron Long possua cerca de 67 filhos, todos frutos de suas doações ao banco de esperma. Matt Isaac e Craig Downing, ambos cineastas, estão preparando um documentário a respeito de Long e seus filhos biológicos chamado "Forty Dollars a Pop", cujo título ainda se encontra sem tradução para o português e sem data prevista para estreia.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Via   BBC  
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você


Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+