Nem sempre o T. Rex estava no topo da cadeia alimentar
Tempo de leitura:3 Minutos, 17 Segundos

Nem sempre o T. Rex estava no topo da cadeia alimentar

Em suma, os dinossauros comandaram a Terra por um bom tempo. Ademais, se não fosse pelo meteorito de 10 quilômetros de largura que caiu no nosso planeta há cerca de 66 milhões de anos, eles poderiam ter continuado o domínio por aqui. Dentre os mais famosos deles está o T. Rex.

Em suma, a maioria das pessoas acredita que ele foi o maior predador da era dos dinossauros e estava no topo da cadeia alimentar da época. Isso não é completamente verdade.

Segundo um novo estudo, há aproximadamente 90 milhões de anos existia um predador de vértice, um dinossauro carnívoro que tinha dentes serrilhados como o de um tubarão. Ele viveu no que atualmente é o Uzbequistão. O animal tinha oito metros de comprimento e pesava mil quilos. Essas medidas o faziam ser maior do que um elefante africano e mais pesado do que um bisão.

Descoberta

Os pesquisadores chamaram esse dinossauro de Ulughbegsaurus uzbekistanensis, em homenagem ao astrônomo, matemático e sultão do século XV, Ulugh Beg. Ele governava a área que hoje é o Uzbequistão.

A surpresa que os pesquisadores tiveram foi o tamanho do dinossauro. Ele era duas vezes maior em comprimento e cinco vezes mais pesado do que o predador de vértice que se conhecia no seu ecossistema, que era um tiranossauro.

Essa descoberta foi feita graças a um pedaço de mandíbula que foi encontrada no deserto de Kyzylkum, no Uzbequistão, na década de 1980. Os pesquisadores o redescobriram em 2019 como parte de uma coleção de um museu do país.

A mandíbula é parcial, mas já é o suficiente para que se sugira que o animal era um carcharodontosauro, ou um dinossauro com dentes de tubarão. Esse tipo de carnívoro era primo e competidor dos tiranossauros, que tem sua espécie mais famosa no T. Rex.

Dinossauro

De acordo com Darla Zelenitsky, professora associada de paleobiologia da Universidade de Calgary, esses dois grupos de dinossauros eram bem parecidos. Mas os carcharodontosauros, em geral, eram mais delgados e com uma construção mais leve do que os pesados tiranossauros.

Embora mais leves, os carcharodontosauros eram maiores do que os tiranossauros. Eles chegavam a pesar mais de seis mil quilos. E há aproximadamente 90 a 80 milhões de anos, os carcharodontosauros desapareceram e os tiranossauros aumentaram seu tamanho. Depois disso foi que eles assumiram o controle de predadores na Ásia e na América do Norte.

De acordo com os pesquisadores, essa nova descoberta foi o primeiro registro de carcharodontosauros encontrado na Ásia Central. Já se sabia que o tiranossauro Timurlengia  vivia na mesma época e lugar. Mas com quatro metros de comprimento e pesando cerca de 170 quilos.

Cadeia alimentar

Com essas medidas, o Timurlengia era bem menor do que U. uzbekistanensis. O que sugere que o U. uzbekistanensis era o predador do topo da cadeia alimentar naquele ecossistema.

“Nossa descoberta indica que os carcharodontossauros ainda eram predadores dominantes na Ásia há 90 milhões de anos”, disse o pesquisador principal do estudo Kohei Tanaka, professor assistente da Escola de Graduação em Ciências da Vida e Ambientais da Universidade de Tsukuba, no Japão.

“Acho que este osso é tão grande que teria sido um dinossauro predador muito grande e muito provavelmente o predador de ponta em seu ecossistema”, concordou o professor de paleontologia Peter Makovicky, da Universidade de Minnesota que não participou do estudo.

Observações

Essa descoberta foi o último registro do U. uzbekistanensis e tiranossauro vivendo juntos antes dos carcharodontossauros serem extintos. E a equipe descobriu que o U. uzbekistanensis tem protuberâncias ósseas nas laterais da sua mandíbula que se parecem com as do tiranossauro Thanatotheristes degrootorum de 79,5 milhões de anos.

Ainda não é claro o motivo das duas espécies terem essas protuberâncias. No entanto, talvez seja um caso de evolução convergente que acontece quando espécies não são relacionadas intimamente, mas evoluem para ter características parecidas.

Fonte: https://www.sciencealert.com/a-new-species-of-shark-toothed-dinosaur-found-in-uzbekistan-and-it-s-huge

Continue in browser
To install tap Add to Home Screen
Add to Home Screen
Add Fatos Desconhecidos to Home Screen
Close

For an optimized experience on mobile, add Fatos Desconhecidos shortcut to your mobile device's home screen

1) Press the share button on your browser's menu bar
2) Press 'Add to Home Screen'.