Curiosidades

Netflix pode deixar de ser a líder dos streamings em até três anos

0

Quando as plataformas de streaming apareceram aqui no Brasil, muita gente nem deu tanta importância. Até porque o pensamento era “quem iria pagar para ver alguma coisa, se na internet é possível ter acesso aos mesmos conteúdos e de graça”. Contudo, atualmente, esse cenário é outro.

As plataformas de streaming se tornaram praticamente “a televisão” das gerações mais jovens e está cada vez mais tendo adeptos de outras gerações. Porque é possível escolher o conteúdo desejado e ele vai estar ali disponível para quem quiser, na hora que quiser. Além de oferecem filmes, séries, músicas ou livros, o streaming oferece algo que encontrávamos apenas nas salas de cinema: conforto. Por conta disso, não é de se surpreender com o sucesso que esse serviço alcançou.

Por muito tempo, esse nicho foi dominado pela Netflix. No entanto, de alguns anos pra cá, foi possível ver um crescente aumento de plataformas oferecendo o mesmo serviço. Só para ilustrar podemos citar o Amazon Prime VideoDisney+GloboplayHBO MaxHulu, entre outros.

Enquanto a Netflix demorou 10 anos para conseguir alcançar os seus primeiros 100 milhões de inscritos, o streaming da Disney, o Disney +, conseguiu superar essa marca em somente 16 meses.

Líder dos streamings

Streaming1, Fatos Desconhecidos

Claro que essa diferença no alcance de muitos assinantes é por conta do momento em que cada uma dessas plataformas de streaming foram lançadas. A Netflix foi uma das pioneiras e por isso lidera o mercado dos streamings. Contudo, a coroa da plataforma pode estar sofrendo ameaça.

De acordo com dados do “The Guardian”, a Walt Disney está no caminho para se firmar como a empresa líder no streaming de filmes e séries. Está previsto que a coroa caia no colo do império Disney, em 2024. Essa previsão não comtempla somente o Disney +, ela inclui também os serviços ESPN+ e Hulu, que são de propriedade da empresa.

No começo de março desse ano, a Disney anunciou que o Disney +, sua plataforma de streaming que foi lançada em 2019 e chegou ao Brasil em 2020, tinha ultrapassado a meta de 100 milhões de assinaturas. Esse crescimento de assinaturas da plataforma tem sido alavancado por conta do catálogo grande que o serviço oferece.

Melhora no serviço

Streaming2, Fatos Desconhecidos

A Disney está revendo sempre as metas em alta e estima chegar aos 260 milhões de usuários em três meses. Além disso, a plataforma também investe bastante para que as pessoas se convertam em novos assinantes do Disney +. Tanto que, em dezembro do ano passado, a empresa reforçou o orçamento para investir em conteúdos. O total destinado foi de 15 bilhões de dólares.

A Netflix, segundo o jornal britânico, tem 203,7 milhões de assinantes ao redor do mundo. Os serviços de streaming tendem apenas a aumentar e, queira ou não, para a Netflix, esta nova tendência chega como ameaça, justamente por isso que ela passou a investir cada vez mais em conteúdos originais.

Uma coisa é certa, que com a concorrência aumentando, todas as plataformas de streaming farão o seu melhor para atrair novos assinantes e manter aqueles que já as assinam. Mantendo e aprimorando um dos pontos fortes dessas plataformas: os seus conteúdos originais.

Como 23 judeus expulsos de Recife ajudaram a fundar Nova York

Matéria anterior

”Mapa da vida” mostra onde animais desconhecidos podem estar no planeta

Próxima matéria

Você também pode gostar

Mais em Curiosidades

Comentários

Comentários não são permitidos