• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Nós poderíamos viajar por um buraco de minhoca, mas não seria tão rápido como achávamos

POR Cristyele Oliveira    EM Ciência e Tecnologia      06/05/19 às 14h45

Para aqueles que sonham com a possibilidade dos seres humanos se tornarem um dia uma espécie interestelar, temos uma boa notícia. Alguns conceitos teóricos propostos por cientistas indicam que viagens interestelares podem ser possíveis um dia. Um desses conceitos mais populares é a ideia de um buraco de minhoca. Esse que seria uma estrutura especulativa capaz de ligar dois pontos distantes no tempo espacial. Com isso, seria possível uma viagem espacial interestelar.

Agora, uma equipe de cientistas da Ivy League realizou um novo estudo indicando que buracos de minhoca atravessáveis poderiam realmente se tornar realidade no futuro. No entanto, por mais incrível que isso possa parecer nem tudo são flores. Os resultados mostraram também  que esses buracos de minhocas não são exatamente atalhos. E nesse caso, isso poderia ser o equivalente cósmico de "pegar o caminho mais longo".

Teoria do buraco de minhoca

A futurista teoria dos buracos de minhoca foi proposta em 1915. Originalmente como uma possível solução para as equações do campo da Relatividade Geral (GR), de Albert Einstein. Depois de publicada a teoria, o físico alemão Karl Schwarzschild encontrou uma evidência que previa a existência de buracos negros, e também corredores que os conectavam.

No entanto, Schwarzschild descobriu que qualquer buraco de minhoca conectado a buracos negros desmoronaria muito rápido. Muito mais rápido do que qualquer coisa pudesse cruzar o caminho de um lado para o outro.

Nesse caso, a única possibilidade de se atravessar um buraco de minhoca seria se ele fosse estabilizado pela existência de matéria exótica. Mas para isso, a sua densidade de energia deveria ser negativa. Mas Daniel Jafferis, professor de física da Universidade de Harvard, teve uma visão diferente.

Ele descreveu sua análise na reunião da American Physical Society em abril deste ano.

"A perspectiva de configurações de buracos de minhoca atravessáveis tem sido uma fonte de fascinação. Vou descrever os primeiros exemplos que são consistentes em uma teoria da gravidade UV completa, envolvendo nenhuma matéria exótica. A configuração envolve uma conexão direta entre as duas extremidades do buraco de minhoca. Eu também discutirei suas implicações para a informação quântica em gravidade, o paradoxo da informação do buraco negro , e sua relação com o teletransporte quântico".

O estudo

O professor desenvolveu sua teoria afirmando que os buracos de minhoca poderiam ser atravessados por partículas de luz. Para testar a sua hipótese, Jafferis realizou uma análise com a ajuda do estudante de Harvard, Ping Gao, e do professor Aron Wall.

Eles descobriram que mesmo que seja teoricamente possível que o fóton atravesse um buraco de minhoca, eles não são exatamente um atalho cósmico como todos acreditavam. Em comunicado à impressa, Jafferis explicou que "leva mais tempo para passar por esses buracos de minhoca do que para ir diretamente, então eles não são muito úteis para viagens espaciais".

Essa pode ser uma péssima notícia para as pessoas que estavam animadas com a possibilidades interestelares e intergalácticas no futuro. No entanto, essa teoria fornece novos parâmetros sobre o domínio da mecânica quântica. Podendo ajudar os cientistas a desenvolverem uma teoria que unifique a gravidade quântica com a mecânica quântica.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+