Curiosidades

O poder do emoji

0

A maior parte da comunicação que mantemos via dispositivos móveis com acesso à internet é feita por mensagens de texto – salvo aqueles que adoram utilizar o recurso do áudio. Em meio a mensagens curtas, longas ou a um simples bom dia, passamos a adotar o hábito de ilustrar, muitas, e muitas vezes, nossos conjuntos de singelas palavras com os queridos – muito queridos – emojis.

Como todos sabem, os emojis são aquelas imagens minúsculas e tipificadas – ​​de rostos, coisas, animais, bandeiras, símbolos e tudo o que há no mundo. Para você não falar que estou mentindo ao dizer que os emojis já são, digamos, um hábito cultural, atualmente, segundo as informações que foram disponibilizadas por uma reportagem publicada pela CBS, digitamos 10 bilhões dessas figurinhas  diariamente, enquanto mantemos nossas comunicações durante o uso dos aplicativos presentes nos dispositivos móveis. Viu como informação por si só prova que não estou errado?

Emojis e mais emojis

Jennifer Daniel é diretora criativa de emoji do Google. Daniel é, em poucas palavras, responsável pela criação de todos estes símbolos que são utilizados nos dispositivos da gigante da tecnologia, incluindo os dos telefones Android – a profissional e sua equipe desenharam, ao todo, 3.000 emojis.

“Eu me envolvo muito com esse trabalho”, disse Daniel em entrevista à CBS NEws. “Por esse cálculo, isso a torna uma das artistas vivas mais vistas da atualidade”, pontuou o repórter David Pogue.

Tecnicamente, o curioso, aqui, é que o trabalho criativo desenvolvido por Daniel é a caracterização própria do Google, ou seja, é a cara da empresa, afinal, cada empreendimento do ramo da tecnologia busca, na criação, mostrar seu próprio estilo.

Quando foi solicitada a traçar o estilo do Google, Daniel decidiu seguir a linha fofo. “A Apple tende a ser mais realista. A Microsoft é plana, muito plana, e eles têm esse, tipo, grande contorno preto ao redor dos emojis. Os do Twitter são excelentes e são realmente simples, muito mais simples do que os do Google, na verdade”.

Origem

Por mais que Daniel caracterize os emojis do Twitter como simples, os 176 símbolos originais que começaram a rodar nos celulares japoneses, em 1999, são muito mais. E é exatamente deste ano que a moda destas figurinhas teve início com maior popularidade. Embora, esses símbolos surgiram pela primeira vez em 1991, quando Mark Davis, presidente da organização sem fins lucrativos Unicode Consortium – uma equipe de representantes de grandes empresas de tecnologia, como Apple, Google, Facebook e Amazon -, fundou a companhia para eliminar um problema técnico da Torre de Babel: símbolos digitados em um tipo de computador aparecem errados quando enviados para outro.

Por ter tido em suas mãos tal responsabilidade, em 2006, a organização também se tornou a guardiã dos emojis. Além disso, é a única a decidir quais novos símbolos adicionar a cada ano. “O que decidimos fazer é abrir um processo para que qualquer pessoa possa apresentar uma proposta”, disse Davis.

Isso mesmo: qualquer pessoa pode propor um novo símbolo. Todos os anos, a organização recebe milhares de propostas, mas aceita só cerca de 70. “Portanto, mantenha algumas regras em mente: não aceitamos emojis de divindades e excluímos logos de empresas”, disse Davis. “Para que seu emoji seja escolhido, é preciso fornecer também algumas informações que nos mostre que terá aceitação popular”.

Hijab

Um bom exemplo para ilustrar o processo de seleção da organização é o emoji do hijab. Rayouf Alhumedhi tinha apenas 15 anos quando descobriu que dentre as imagens existentes não existia uma que representasse o hijab, vestimenta utilizada na cabeça por mulheres muçulmanas. No mesmo dia que descobriu a falta do emoji, criou uma proposta para a organização, que ao ler a justificativa da jovem, incluiu a figurinha do hijab.

Crescimento populacional da China diminuiu nos últimos 67 anos

Matéria anterior

7 famosos que tem autismo

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.