Ciência e Tecnologia

O que aconteceria se algum planeta desaparecesse do Sistema Solar?

0

Inicialmente, imaginamos o nosso Sistema Solar como uma grande família de objetos celestes. Com isso, o Sol estaria no centro e outros nove planetas ao seu redor. Além disso, cada um desses mantém sua própria órbita ao redor do Sol, que junto com uma série de satélites, também gira em torno de cada um. Contudo, uma vez que cada um desses corpos celestes possua uma importância, o que aconteceria se algum planeta desaparecesse do Sistema Solar?

Que força cada planeta desempenha sobre os outros?

Atualmente, todos os corpos celestes vivem em uma perfeita coesão dentro do nosso sistema. No entanto, caso algo inesperado aconteça como, por exemplo, um planeta desaparecer, pode ser que a vida na Terra como conhecemos sofra alterações. Mas afinal, o que aconteceria se um planeta desaparecesse de repente do Sistema Solar? O que aconteceria com a ‘perfeita harmonia’ do Sistema Solar e quais seriam suas consequências?

Primeiro, para responder essa questão, precisamos voltar nosso olhar para a interação gravitacional. Hoje, entendemos a gravitação como a força aplicada em qualquer objeto, com massa pela qual atrai objetos em sua direção. Logo, quanto maior a massa de um objeto, maior vai ser essa força. Além disso, a distância entre dois objetos também desempenha um papel importante nesse cálculo. Enquanto por outro lado, distâncias maiores causam um enfraquecimento da força gravitacional entre dois objetos, por exemplo.

E se cada planeta possui um peso superior a 1,0 × 10²³ kg, suas distâncias também são respectivas a esse peso. Assim, os planetas influenciam efetivamente na gravidade uns dos outros. Mas apenas em uma pequena quantidade, dependendo do tamanho do planeta. Uma vez que a verdadeira força motriz da gravidade é o nosso Sol, ele é quem dita as órbitas planetárias. De fato, se o Sol desaparecesse, um verdadeiro caos atingiria o nosso sistema. Contudo, mesmo que os planetas desempenhem um papel secundário na interação uns com os outros, qualquer desaparecimento teria um efeito negativo.

O efeito do desaparecimento de um planeta

Para cada planeta que desaparece, há um efeito diferente, nos que sobram. Com isso, vamos examinar alguns casos mais a fundo. Por exemplo, caso Mercúrio desaparecesse, isso alteraria um pouco a ordem do nosso Sistema Solar, mas por se tratar do menor dos planetas, teríamos apenas mudanças quase que insignificantes.

No caso do gêmeo da Terra desaparecer, que é o planeta Vênus, perderíamos nossa Estrela d’Alva e o seu brilho da alvorada. Enquanto essas poucas mudanças podem não nos afetar diretamente, no caso de Marte, as coisas podem mudar um pouco. Em caso de desaparecimento do Planeta Vermelho, a ameça de asteroides, próximos à Terra, diminuiria significativamente. Isso porque o Cinturão de Asteroides, que fica entre Marte e Júpiter, deixaria de existir. E com Marte no jogo, sua gravidade tenderia a agir como um estilingue, que lança os asteroides para à Terra.

Júpiter possui um vasto campo gravitacional, que funciona como uma proteção para a Terra. Sem o planeta, perderíamos parte dessa proteção contra cometas de longo alcance. Em outras palavras, não notaríamos sua falta logo de cara, mas a longo prazo, sim. Enquanto isso, Saturno pode ser lembrado por seu anéis e suas 62 luas. No entanto, devido à distância do anel interno dos planetas, é difícil de imaginar que sua ausência teria um grande impacto. Além disso, é possível dizermos o mesmo de Urano.

E no final do Sistema Solar, temos Netuno. Contudo, seu efeito aferia, principalmente, planetas anões, como Plutão. E seu desaparecimento poderia causar caos e colisões, no Cinturão de Kuiper. Com isso, sua distância do anel interno também resultaria em mudanças insignificantes para nós na Terra. E da mesma forma, o nosso desaparecimento também seria insignificante para os outros planetas. Surpreendentemente, apenas planetas como Júpiter e Saturno poderiam causar grandes mudanças para nós. No entanto, o que se pode dizer, depois de um milhão de anos sem os planetas menores? De fato, caso eles desapareçam, só o tempo poderá dizer.

Por que o engenheiro mais jovem do mundo largou a faculdade?

Matéria anterior

Conheça o portador de câncer de 5 anos que vende chaveiros para pagar tratamento

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos