Curiosidades

Pais que criam ”boas” crianças fazem essas 5 coisas, dizem psicólogos de Harvard

0

Quando algum casal decide começar uma família e passa pelos processos para ter uma criança, dizem que é um dos momentos em que mais se sente amor em toda a vida. Desde criança, é comum ouvir dos pais que há coisas que você só entende quando se é pai ou mãe.

Os pais sempre querem que seus filhos se comportem, tirem notas boas e façam coisas incríveis em suas vidas. Mas é claro que não existe uma receita definitiva de como criar seus filhos, ainda mais porque os tempos mudam. Hoje em dia, educar as crianças na época do iPod, iPhone, computadores e internet é bem diferente do modo que era feito antigamente.

Os pais de hoje em dia estão criando crianças bem diferentes do que se fazia há vinte ou trinta anos. As crianças nascidas atualmente logo recebem aparelhos para entretê-las. E será que isso é errado?

Com isso em mente, os psicólogos da Universidade de Harvard estão estudando o que faz uma criança ser bem cuidada nesses tempos. Como resultado, eles concluíram que existem vários elementos que ainda são essenciais. Segundo eles, esses cinco segredos fazem os pais criarem uma “boa” criança.

Pais criando boas crianças

Revista Crescer

1 – Passar tempo com o filho

Isso significa deixar tudo de lado durante um tempo. Os pais podem ler um livro, jogar bola, caminhar ao lado do filho ou jogar um jogo de tabuleiro. Isso é uma forma de interação com a criança. Dessas coisas é que ela irá se lembrar. Os presentes comprados logo são esquecidos. O que as crianças querem é passar mais tempo com seus pais.

2 – Falar em voz alta

Segundo os psicólogos de Harvard, “mesmo que a maioria dos pais diga que o cuidado com seus filhos é uma prioridade de tempo, muitas vezes as crianças não estão ouvindo a mensagem”.

Por conta disso é importante que os pais passem um tempo com seus filhos para descobrir o que está acontecendo na vida deles. Fale com os professores e veja se existe alguma mudança no comportamento deles. Além disso, é importante permitir que o filho se sinta confortável para conversar com os pais.

Eles precisam saber que são prioridade na vida de seus pais. Por conta disso, elas precisam dessa confirmação em palavras. Daí a importância de expressar as coisas em voz alta.

3 – Mostrar como resolver problemas sem estresse com o resultado

Dentre os principais ensinamentos que as crianças podem ter está a habilidade de analisar e resolver problemas. Nesse ponto é importante que os pais deixem os filhos decidirem por eles mesmos o que eles querem. Até porque, os pais não podem resolver os problemas deles o tempo todo.

Isso criará um adulto produtivo. Deixe que a criança venha e compartilhe seus problemas e então a oriente a fazer as melhores escolhas. Por mais que seja difícil ver o filho cometer erros, os pais devem deixá-lo cometê-los porque faz parte da evolução.

“Estamos muito focados na felicidade de nossos filhos. Estamos fazendo-os se concentrarem apenas em casos de sucesso? A pressão para a realização pode ter muitos resultados negativos”, pontuou Rick Weissbourd, autor do estudo.

4 – Demonstrar gratidão regularmente

De acordo com os pesquisadores, “os estudos mostram que pessoas que praticam o hábito de expressar gratidão são mais propensas a serem úteis, generosas, compassivas, felizes, saudáveis e perdoarem com mais facilidade”.

Portanto, os pais devem dar tarefas aos seus filhos e, depois, expressar sua gratidão por eles a terem feito. É importante que as crianças vejam que a gratidão é um dom a ser admirado.

É dever dos pais ensinar seus filhos a serem compreensivos e compassivos para com os outros. E como eles aprendem através de exemplos, leve-os para um abrigo, faça com que eles vejam outras realidades. Isso dará a eles a chance de se tornarem adultos incríveis sem preconceitos ou intolerância com as diferenças.

5 – Ensinar a expandir a visão

É importante deixar as crianças experimentarem o mundo através da compaixão. De acordo com os pesquisadores, “quase todas as crianças empatizam e se preocupam com seu pequeno círculo de familiares e amigos”.

Então, cabe aos pais ensinar as crianças a serem boas ouvintes, interagir sem ser através da tecnologia, ser compreensivo com pessoas de fora da família e não julgar os outros se baseando em nacionalidade ou religião.

“Criar uma criança respeitosa, carinhosa e ética sempre pode parecer um trabalho árduo. Mas é algo que todos nós podemos fazer. E nenhum trabalho é mais importante ou mais gratificante”, concluíram os pesquisadores.

Fonte: O amor

Imagens: Revista Crescer

Como funciona o “canhão de pipoca” chinês?

Previous article

Sopa de barbatanas de tubarão é uma iguaria perigosa

Next article

Comments

Comments are closed.