Notícias

Paraense captura maior “Trairão” do Brasil e quer entrar para recorde mundial com o peixe

0

O pescador esportista, Eduardo Monteiro, pescou um “trairão”, espécie de peixe de água doce conhecida no Pará, Mato Grosso e Amazonas, de 97 centímetros e 29 lbs, sendo essa a medida de peso utilizada. Com isso, ele conseguiu entrar para o recorde nacional e estadual pela BGFA Recordes, órgão de homologação de recorde brasileiro.

Sendo assim, agora o pescador espera entrar no recorde mundial. Ele conseguiu pescar o peixe no rio Curuá, em Novo Progresso, no sudoeste do Pará, no início de julho. Eduardo entrou em contato com a BGFA Recordes, que concedeu o recorde brasileiro de pesca por capturar o maior peixe da espécie Hoplias Aimara, conhecido popularmente como o trairão.

O próximo passo é conseguir o recorde mundial. “É questão de tempo, pois a demanda deles é muito grande, mas tenho o vídeo da medição e a foto bem batida, então não terá problema algum”, diz, confiante, o pescador esportivo.

recorde trairão

Arquivo pessoal

Assim, ele acredita que seu feito irá atrair outros amantes do esporte para a região. “Hoje a pesca esportiva é um esporte que trás muito recurso para o Brasil, pois somos um dos poucos países do mundo que você realiza a pescaria de água doce e salgada com tanto peixe digno de troféu. Para o nosso estado do Pará, esse recorde tem uma importância gigantesca já que muitos pescadores pelo mundo procuram locais onde possam encontrar peixes grandes e sempre fazem procura no site da IGFA para saber onde moram os recordes mundiais”, explica.

Recordes mundiais

Recordes de pesca são uma área de competição que já é conhecida mundialmente. Porém, existe recorde para coisas mirabolantes.

Eclipse solar

Freepik

Glenn Schneider quebrou um recorde que dificilmente será superado. Em julho de 2019, a Latam ofereceu um voo especial a um grupo de especialistas para observar o eclipse solar total da Ilha de Páscoa. Os especialistas já estavam maravilhados com a experiência, mas também presenciaram Glenn Schneider quebrar um recorde. Portanto, ele é considerado a pessoa que viu o maior número de eclipses solares do mundo, tendo visto 35 deles.

Voo

Richard Browning realizou o sonho de muitos ao construir mecanismos que permitissem o voo. Usando um traje a jato, ele bateu o recorde de voo mais veloz, acelerando a 136 quilômetros por hora e é chamado de Homem de Ferro por muitos. O traje não é muito parecido com o do Homem de Ferro, mas dá a entender que, no futuro, será possível se locomover dessa forma.

Cubo mágico

O australiano Jack Cai consegue resolver o quebra cabeça do cubo mágico sem nem olhar para ele. Assim sendo, Jack começou sua paixão aos 14 anos e, desde então, ele se tornou um recordista. Ele tem a montagem mais rápida de um cubo mágico com os olhos fechados, demorando apenas 16,33 segundos. Para conseguir fazer isso, precisou de muitas horas de treino.

Tatuagens

Lucky Diamon Rich tatuado

Reprodução

O neozelandês Gregory Paul Mclaren, ou Lucky Diamond Rich, é o homem mais tatuado de todo o planeta, registrado em 2006. Ele é tatuado por todo seu corpo, incluindo a boca, as pálpebras e dentro da orelha. Lucky passou milhares de horas em estúdios de tatuagem, sendo tatuado por centenas de artistas. Algumas tatuagens até cobriram outras, então ele é mais que 100% tatuagem, já que há camadas de tinta.

Nado algemado

Pablo Alvarez decidiu entrar no livro Guiness não por interesse pessoal, mas para atrair a atenção para o problema que é o excesso de lixo, em particular, no oceano. Para isso, ele nadou 5 quilômetros em um tempo de uma hora e 58 minutos, tudo isso com as pernas algemadas. Ele queria mostrar como os peixes se sentem na água quando ela está poluída, dificultando suas vidas.

Fonte: G1

Morador de favela viraliza ao tocar saxofone para comunidade após dia de conflito

Artigo anterior

Ativistas colam mãos em pintura de Botticelli em protesto climático

Próximo artigo