Curiosidades

Robôs finlandeses podem salvar o mundo. Entenda como

0

Os robôs estão ficando cada vez mais inteligentes conforme a tecnologia avança. Tanto é que hoje eles podem fazer coisas vistas apenas nos filmes de ficção científica. O melhor de tudo é que os robôs ainda não chegaram no seu máximo de evolução possível e mesmo assim já conseguem transformar a vida das pessoas. O objetivo deles, no geral, é ajudar a humanidade e tornar nossa vida o mais cômodo possível.

Eles também podem ser usados para tentar salvar o nosso planeta. Com esse pensamento em mente, a startup finlandesa, ZenRobotics, criou um projeto voltado para a proteção do meio ambiente. Nele, a empresa produz robôs para impedir que os humanos se afundem no lixo.

A startup fica em Helsinque e está atraindo cada vez mais olhares da mídia do mundo todo desde que ela foi fundada em 2007. O produto principal da empresa é um robô inteligente, que tem seu “cérebro” inspirado no dos humanos, que faz o processo de reciclagem de lixo ser mais eficiente do que alguém já imaginou ser possível.

“Sabemos que o mundo está afundando em lixo e que os recursos estão se esgotando. Por que não dispensamos a mesma parcela de dedicação e expertise que investimos na fabricação de um produto à logística do fim de sua vida útil? Por que o ciclo de vida útil dos produtos é linear em vez de circular? As fábricas lançam inúmeros produtos novos a cada dia, e 98% deles acabam em aterros sanitários em questão de seis meses após serem comprados. A maioria dos materiais – como o metal, por exemplo – poderia ser redirecionada de volta para a produção”, disse Jufo Peltomaa, diretor de marketing da ZenRobotics.

De acordo com Peltomaa, com um prazo de cinco anos de desenvolvimento e testes bastante rigorosos, os robôs da ZenRobotics podem fazer com que o mundo dominado pelas máquinas esteja cada vez mais próximo. “Os robôs já não são mais o futuro – eles já chegaram”, pontuou.

Esse projeto está crescendo cada vez mais com mais pessoas importantes se juntando a ele. A adição mais recente foi Juho Malmberg, diretor de experiência do cliente da Kone Corporation. Além de grandes nomes, a empresa também já assinou os seus primeiros grandes contratos. Com tudo isso acontecendo, a visão de Peltomaa pode ser que realmente vire realidade o quanto antes.

Robôs

A ZenRobotics faz seus releases do produto de um jeito bem fora do comum. Eles são sempre carregados de ironia, com seus especialistas sendo chamados de “um coro delirante de doutores que desejam dominar o mundo”.

Claro que esse tipo de divulgação pode ser visto como motivo de piada por várias pessoas. Mas essa não é a realidade porque os especialistas da startup estão entre os melhores dos seus campos de pesquisa. Além disso, o produto da empresa é extremamente útil e não tem nenhuma concorrência no mercado.

“Quando demos início à ZenRobotics, aplicamos parte de nossa experiência prática dos tempos de Hybrid Graphics Ltd, a bem-sucedida empresa na qual eu e Tuomas estávamos antes. Consultamos algumas centenas de clientes a fim de determinar de que formas a robótica poderia ajudá-los. Desde a micromontagem até a construção naval, logo ficou claro que todos tinham o mesmo problema: lidar com objetos que um robô não consegue agarrar ou reconhecer devido aos seus complexos formatos tridimensionais em constante mudança”, explicou Peltomaa.

“A ideia de nos concentrarmos na reciclagem surgiu quando nos demos conta disso, por uma série de motivos. Em primeiro lugar, é mais fácil obter recursos para projetos ecológicos, pois eles são considerados cada vez mais importantes. Reciclar também representa uma megatendência atual, pois atrai a atenção da mídia e todas as empresas desejam desenvolver suas estratégias ‘verdes’. Reciclagem e robótica – outra megatendência em crescimento – pareciam ser uma combinação perfeita. E pessoalmente, adoramos as duas áreas”, continuou.

Tendo tudo isso em mente, a ZenRobotics Recycler representa os robôs criados baseados em uma pesquisa ampla que se baseou em 20 anos de estudos pioneiros na neurobiologia e aprendizagem de máquinas. Os estudos têm como cientista principal Harri Valpola.

Os robôs que foram projetados até o momento têm foco nos resíduos de construção e demolição. No entanto, a empresa tem planos de que eles funcionem para os mais variados tipos de lixo sólido, como resíduos metálicos comerciais e resíduos perigosos.

Funcionamento

This is Finland

Os robôs convencionais costumam ter poucos sensores e trabalham em condições simples e pré-determinadas. Já os robôs da ZenRobotics usam um sistema de controle “bioinspirado” que tem várias entradas de sensor. Na prática, isso quer dizer que ele funciona de maneira parecida com o cérebro humano, tendo capacidade para aprender com seus erros e melhorar a execução.

Por conta disso, o “cérebro” desses robôs pode, a longo prazo, construir uma visão geral coerente de uma situação e com isso tirar os materiais do fluxo de resíduos de acordo com o necessário.

Fonte: This is Finland

Imagens: This is Finland, YouTube

Confira as 10 maiores bilheterias da história do cinema

Previous article

Saiba quais são as probabilidades de ganhar na Mega da Virada

Next article

Comments

Comments are closed.