Curiosidades

SEMA apura chá revelação que ‘tingiu’ cachoeira em Tangará da Serra

0

Tornar-se pai ou mãe de uma criança é uma coisa que mexe com o psicológico e com o emocional de qualquer pessoa. É claro que saber que se tornará pai ou mãe de uma criança já é especial. Mas com o avanço da tecnologia, os futuros pais agora conseguem saber qual será o sexo da criança antes mesmo de ela nascer. Só que parece que o elemento surpresa de fazer os pais saberem de uma forma inusitada está em moda, e existe até um nome para isso, o famoso “chá revelação”.

Esse é o momento em que os pais saberão o sexo da criança. Inicialmente, os pais cortavam um bolo e conforme a cor do recheio eles saberiam o sexo do filho. Contudo, parece que essa forma foi ficando simples e comum demais. Então, as pessoas começaram a inovar em seus chás revelação.

Entretanto, não são todas as ideias de como revelar o sexo do bebê que são boas. Como por exemplo, esse casal que em seu chá revelação tingiu uma cachoeira de azul para mostrar que teriam um menino.

Chá revelação

G1

Agora, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente de Mato Grosso (Sema-MT) está apurando esse evento. O objetivo da fiscalização feita pela secretaria é saber se houve dano ambiental por conta do material lançado na água para que ela ficasse azul.

O chá revelação teria acontecido no último domingo em uma propriedade particular cortada pelo Rio Queima Pé, em Tangará da Serra, a 242 quilômetros de Cuiabá. Além da Sema-MT, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente também acompanha o caso.

Nos vídeos que foram postados por convidados do chá revelação, e que depois foram apagados, é possível ver o momento em que a água da cachoeira muda de cor e fica azul. Nesse momento, o casal e as pessoas que estão em volta comemoram.

De acordo com informações do G1, um dos responsáveis pelo chá revelação, Anderson Reis, disse que nenhum produto químico foi usado, mas ele só se pronunciaria a respeito da situação depois que a Sema fiscalizasse a cachoeira.

Investigações

G1

Através de uma nota, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente informou que irá notificar os proprietários do local onde foi feito esse chá revelação para descobrir quais foram os produtos usados para tingir a cachoeira, e também se por conta dele aconteceu algum dano ambiental.

A nota da Secretaria do Estado de Meio Ambiente disse: “A Sema-MT irá notificar os proprietários da área para que eles informem quem foram os responsáveis e irá apurar se houve dano ambiental, dependendo do material lançado na água. Uma equipe composta por dois servidores da Sema-MT e quatro servidores da Secretaria do Município de Tangará da Serra estão no local e adjacências apurando a denúncia”.

Além da Sema, o município também informou através de uma nota que esteve no local do chá revelação e que está processando as informações para esclarecimentos.

Em nota, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, de Tangará da Serra informou: “As equipes de Fiscalização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente em conjunto com a fiscalização da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA) estiveram no local da ação e estão processando todas as informações que foram coletadas, tanto com as partes envolvidas quanto dos dados ambientais”.

Inovando

R7

A maioria dos casais tenta inovar na hora de fazer o chá revelação, mas ainda o fazendo ter alguma ligação com a vida do casal. Como por exemplo, o casal de Brasília, Paulo Ricardo Domingos dos Santos, de 35 anos, e Jéssica Christiane Fernandes, de 29.

Eles fizeram seu chá revelação no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, onde Paulo trabalha como bombeiro civil há cinco anos. Para que o casal soubesse o sexo de seu filho, ao contrário de confetes, recheio de bolo, ou fumaça, que geralmente são usados, nesse chá a resposta viria através de um caminhão, água e espuma.

O chá revelação de Paulo e Jéssica foi filmado, e no vídeo é possível ver a expectativa do casal para a revelação do sexo do seu bebê. A ideia inicial era que um jato de água colorido, azul ou rosa, saísse da mangueira que Paulo seguraria. Contudo, seus colegas de trabalho acrescentaram um pouco mais de emoção no momento e o sexo do bebê surgiu do jato de um dos caminhões.

“O pessoal vibrou muito junto comigo e me deixou ainda mais desesperado. A gente tinha ensaiado que a água da minha mangueira ia ficar colorida, mas eles me trolaram, e o jato com a cor azul saiu de outro caminhão. Aí foi só emoção. Comemoramos muito, foi uma sensação que eu não sei explicar”, disse Paulo.

“Eu já esperava esse filho há muitos anos, antes mesmo de começar a namorar a Jéssica. Eu tinha escolhido esse nome, Hector, desde a adolescência. Agora soubemos que é o Hector quem vem, com toda essa estrutura e festa, o coração foi a mil. Estamos muito felizes, minha esposa está radiante”, acrescentou.

Fonte: G1,  R7

Imagens: G1, R7

Luísa Sonza adia lançamento de turnê depois de processo por racismo

Previous article

Pai ajuda no parto da filha às vésperas do próprio aniversário

Next article

Comments

Comments are closed.