Curiosidades

Você não está sozinho! Um em cada 5 brasileiros tem internet ruim no celular

0

Imaginar a vida hoje sem internet é uma coisa quase que impossível. Contudo, nem todas as conexões em todos os dispositivos são boas. Um exemplo disso é a internet do celular. Mesmo que a conexão tenha dado uma melhorada considerável nas grandes cidades, de acordo com um levantamento, um em cinco clientes de conexão móvel tem velocidade de internet ruim e experiência pobre para vídeo.

Quem fez esse levantamento foi a Opensignal, empresa que mede a experiência de internet que as operadoras oferecem. Ela analisa a velocidade, a experiência de vídeo e outros pontos. De acordo com ela, 20% dos clientes de banda larga móvel do Brasil têm média de download menor do que 10 Mbps, que são megabits por segundo.

“Muitos brasileiros têm acesso limitado a redes 5G ou a celulares com a tecnologia. Por essa razão, eles têm problemas com velocidades de download muito lentas no geral. Isso faz com que a habilidade dessas pessoas em navegar na internet seja mais desafiadora”, apontou a Opensignal.

Com uma internet de 10 Mbps é possível baixar 1,25 MB (megabytes) por segundo. Se essa velocidade se mantiver constante, é possível baixar um arquivo de 70 MB em um minuto. Isso é o equivalente a 23 fotos, se cada uma delas tiver 3 MB.

Quando isso é colocado no streaming a coisa fica mais complicada. No caso da Netflix, ela sugere o mínimo de 3 Mbps para que os vídeos possam ser vistos na qualidade HD, que é uma das mais baixas. Mesmo assim, é importante que exista uma constância no sinal para que a pessoa consiga reproduzir o conteúdo sem nenhuma interrupção.

Internet móvel

Oi

E existem estados onde era mais comum que as pessoas tivessem uma velocidade média de download de menos que 10 Mbps. São eles: Amazonas (26%), Roraima (29%) e Minas Gerais (27,2%).

Ainda de acordo com o estudo, a maior parte das pessoas (40%) tem uma velocidade de internet entre 10 e 25 Mbps, e somente 0,6% tem uma conexão maior do que 100 Mbps.

De acordo com o estudo da Opensignal, a velocidade média de download na internet móvel do país é:

  • Entre 0 e 10 Mbps – 20,7%
  • Entre 10 e 25 Mbps – 40,5%
  • Entre 25 Mbps e 50 Mbps – 29,2%
  • Entre 50 Mbps e 100 Mbps – 9%
  • Acima de 100 Mbps – 0,6%

Vendo vídeo

Época negócios

Nos tempos atuais, as redes sociais de vídeos curtos estão fazendo muito sucesso. Contudo, esse tipo de conteúdo ainda é de difícil acesso por uma pessoa em cada cinco usuários de internet móvel no Brasil.

Nesse ponto, a Opensignal criou um índice de experiência de vídeo para conseguir avaliar essa experiência dos usuários. O índice vai de 1 a 100 e ficou assim:

  • pobre (abaixo de 48 pontos) – 18,2%
  • justa (entre 48 e 58 pontos) – 12,3%
  • boa (entre 58 e 68 pontos) – 24,3%
  • muito boa (68 – 78 pontos) – 38,4%
  • excelente (78 ou superior) – 6,8%

A definição de “pobre” pela empresa foi a de “uma experiência fraca, mesmo para vídeos de baixa resolução”, uma “velocidade muito lenta para carregamento” e “travamentos frequentes”.

Segundo o ranking, os lugares onde menos pessoas têm uma experiência pobre com vídeo são São Paulo, Goiás e Distrito Federal. Já a maior porcentagem de experiência pobre foi vista em Roraima e depois em Tocantins.

O último ponto analisado pela Opensignal foi o tempo sem sinal de internet. Nesse ponto, o estudo até teve um resultado positivo, visto que 75,3% fica sem sinal somente 1% do tempo. Isso mostra que, pelo menos, existe uma cobertura para a maioria das pessoas.

Contudo, 11,4% dos brasileiros ficam sem sinal 5% ou mais do tempo. Isso mostra que ainda é necessário mais investimento na infraestrutura de telecomunicações.

Medição

Segundo a própria Opensignal, ela faz a análise de 100 milhões de dispositivos no mundo todo. Essa análise é feita tanto nas pessoas que baixaram o app deles ou de parceiros.

Todas as informações que eles coletam são anonimizadas e consolidadas para que eles consigam analisar em vários critérios.

Fonte: Tilt

Imagens: Oi, Época negócios

Causas de perda de memória que você provavelmente não sabia

Artigo anterior

Esse é o motivo de pacotes com ”WhatsApp grátis” estarem com os dias contados

Próximo artigo