• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Vovó tirou foto espacial e até a NASA mostrou interesse em sua arte

POR Bruno Destéfano    EM Mundo Afora      30/04/19 às 14h36

A sabedoria dos idosos é infindável. Você só precisa estar disposto a escutar sobre os ensinamentos que as gerações passadas tem a oferecer. Eles querem que nós apreciemos de fato a sabedoria que acumularam ao longo dos anos, incluindo o conhecimento sobre a ciência. Por cinco noites, o céu acima da casa de Jean Dean era escuro e claro ao mesmo tempo. Em seu quintal, na remota ilha de Guernsey, nos arredores da França, a avó de 60 anos e um oceanógrafo aposentado participavam de um curso de observação de estrelas. Usando 13 horas de exposição imagética, a astrônoma amadora tirou uma foto da Nebulosa Roseta, que é uma enorme nuvem de poeira interestelar a 5.000 anos-luz de distância. O registro fotográfico despertou a curiosidade de pessoas que definitivamente estão abertas ao conhecimento, não importa de onde venha. A vovó tirou foto espacial e até a NASA mostrou interesse em sua arte (e com razão).

Os mais velhos são definitivamente ricos em conhecimento e podemos aprender com a percepção deles. Depois de ser importunada por um amigo, a senhora enviou o produto final para o Astronomy Picture of the Day. A "APOD" é um recurso diário que fornece imagens espaciais belas, interessantes e fascinantes. Em 12 de abril deste ano, poucas horas antes de aparecer no site oficial da agência espacial, Dean recebeu um e-mail informando que a foto seria apresentada.

A impressionante foto de Jean Dean é reconhecida

Membro da Seção de Astronomia de La Société Guernesiaise, Dean é apaixonada por estrelas desde criança. Isso se deu pela região em que foi criada, que é predominantemente escura à noite. Em outras palavras, é o lugar perfeito para tirar uma fotografia premiada do céu noturno. "Como amadora, ter uma imagem escolhida para um APOD é uma grande honra e foi uma surpresa maravilhosa" , disse ela à imprensa de Guernsey.

A "Roseta" tem aproximadamente cinco vezes o tamanho da Lua Cheia no céu noturno. Muitas vezes comparada ao formato e fisionomia de um crânio, a nebulosa é uma obra de arte projetada na imensidão intergaláctica. A sua representação imagética faz com que pareça uma grande e esplêndida flor vermelha.

Descrição da Nebulosa Roseta

No local da APOD, ao lado da fotografia, consta a explicação de que "as pétalas desta rosa cósmica" são na verdade um enorme berçário estelar, lar de milhares de jovens estrelas com "apenas" alguns milhões de anos de idade. O pistilo no centro - ainda usando a metáfora da flor - é o resultado de algumas estrelas jovens muito quentes. Cada uma delas exerce uma temperatura tão grande que mantém o resto da poeira na baía.

"Essas regiões são chamadas de nuvens moleculares gigantes e são muito importantes. Afinal, são o berço das novas estrelas, o que leva à criação dos sistemas solares com planetas e luas. Além da possibilidade de vida", explicou Dean. "Eu encorajo qualquer um a vir aqui e dar uma olhada. Estamos tentando encorajar as pessoas a olhar mais para os céus." A vovó dedicou a imagem ao mesmo amigo que sugeriu sua participação no projeto. Infelizmente, ele veio a falecer.

Viu só? A vovó tirou uma foto espacial e até a NASA mostrou interesse em sua arte. Ela foi reconhecida por enxergar o que muitos não vislumbrariam. Isso com certeza é um incentivo para que todos possam perceber a grandeza do universo. Ainda mais quando nós sabemos que ele tem muito a nos mostrar. O conhecimento, às vezes, começa com uma fotografia.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Bruno Destéfano
Escritor, fotógrafo e jornalista // Deixe que o conhecimento te revolucione de dentro para fora.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+