Sheik árabe procura 4 brasileiras para se casar e promete 90 milhões a cada uma - Fatos Desconhecidos

Sheik árabe procura 4 brasileiras para se casar e promete 90 milhões a cada uma

Curiosidades | Mundo Afora | 7 de janeiro de 2015 por Thamyris Fernandes

Depois de uma temporada no Brasil, durante a Copa do Mundo, o bilionário árabe Zayn Zali está à procura de quatro brasileiras para completar seu harém. Segundo ele, as brasileiras são apaixonantes e muito bonitas, por isso busca as novas esposas aqui no Brasil, sendo que cada uma das escolhidas receberia um dote correspondente ao valor de 90 milhões de reais.

A notícia foi dada pelo próprio sheik, em entrevista a um programa de TV árabe. Durante o programa, no entanto, ele revelou que existem algumas exigências para as candidatas que ficarem interessadas. A primeira delas é que as moças precisam ter entre 18 e 45 anos, ter ciência e aceitar dividir o marido com suas outras seis esposas, não ser interesseiras e se casar por amor; além de estar disposta a se adaptar aos costumes e às tradições da Arábia Saudita.

1

O bilionário, no entanto, disse que não há problemas se as mulheres contestarem seus costumes, desde que os aceitem a partir do casamento. E a generosidade do sheik pode ir além: as esposas brasileiras teriam direito a passear e viajar sem sua presença e passar férias no Brasil.

Segundo o árabe, dono de uma fortuna avaliada em 2,9 bilhões de dólares, tem mansões, carros de luxo e todas as regalias que são retratadas nos filmes sobre os sheiks do país. Até mesmo por isso, as noites escolhidas seriam buscadas no Brasil de jato particular e teriam direito a levar 40 convidados, com despesas pagas por Zali; para o casamento, que deve acontecer em seu palácio particular.

Candidatas?

Para inspirar as moças que estiverem interessadas na proposta, separamos também essa outra matéria: 32 fotos que provam que Dubai não passa de um playground para milionários.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, clique aqui.

Comentários