CuriosidadesHistória

10 segredos militares que os Estados Unidos não gostariam que você soubesse

0

Você acha que sabe alguma coisa sobre o exército dos Estados Unidos? Mesmo que não seja muito interessado no assunto, alguma coisa acaba sabendo. Afinal de contas, os Estados Unidos é um dos países mais poderosos e influentes do mundo.

E, claramente, não tem medo algum de exibir seu poder militar. Acabamos por descobrir algumas coisinhas sobre essa incrível organização e, claro, não poderíamos deixar de compartilhar esse conhecimento com nossos fiéis leitores.

Por exemplo, você sabia que existem vários locais ultra-secretos que operam nos EUA? E que, enquanto você está lendo essa matéria há prisões, exércitos, bases de operações especiais que estão realizando projetos “clandestinos”? Podemos até mesmo não ouvir falar nesses projetos amanhã ou depois, talvez até por anos, alguns… nunca!

Mas acredite, eles estão acontecendo. Na verdade, algumas dessas operações especiais não foram revelados ao público por décadas, mesmo depois de terem sido fechados ou dispensados.

Se você está interessado em saber um pouco mais sobre o assunto, continue a ler nossa matéria e confira uma listinha que a redação da Fatos Desconhecidos selecionou para você.

Como será que John Lennon e o Grand Central Terminal estão relacionados com planos militares? E a ligação entre Fidel Castro e uma concha? Confira:

1 – X 37-B

01

Essa é uma peça super-secreta, uma pequena aeronave flutuando no espaçao, orbitando o planeta Terra, e ninguém sabe o porquê. Certamente alguém sabe o que o X 37-B está fazendo lá em cima, provavelmente apenas um grupinho (bem) restrito de pessoas possui esse tipo de conhecimento.

A aeronave foi lançada em órbita em 2010. Existem apenas alguns detalhes que sabemos: o X 37-B é totalmente robótico e possui, quase, 9 metros de comprimento.

Outros países estão conscientes que os Estados Unidos lançaram essa peça mas, os líderes mundiais não ficaram muito contentes com a “total descrição” dos EUA, ao não mencionar o lançamento.

Existem algumas especulações sobre a “aeronavezinha”, de que está lá para destruir naves inimigas; entregar suprimentos para a NASA; ou realizar experiências científicas em órbita. A questão é que ninguém sabe.

2 – Possuem um exército paquistanês

02

O mundo todo sabe sobre a relação entre os Estados Unidos com Iraque e Afeganistão, mas e o Paquistão? Bem, a situação entre EUA e Oriente médio não é das melhores, porém, alguma coisa precisa ser feita se os EUA ampliarem sua segurança nacional.

E, aparentemente, será trazer o exército paquistanês. Os sobrinhos do tio Sam tem trabalhado com funcionários e agentes de inteligência do Paquistão para criar um exército de soldados que os EUA está ajudando a financiar e treinar.

Esse é um acordo secreto entre eles e o Inter-Services Intelligence do Paquistão (ISI) que, inclusive, ajudou a derrubar a Al-Qaida. A estabilidade do exército paquistanês tem sido bastante frágil e, dada a história que os Estados Unidos têm com as nações do Oriente Médio, esse ramo militar pode até não existir mais.

3 – Assassinato de Fidel Castro

03

Voltemos à década de 1960. A CIA tinha planos de assassinar Fidel Castro, ditador cubano. Houveram várias conspirações, e todas foram mantidas em completo segredo, totalmente longe de conhecimento público. No entanto, uma dessas conspirações, (ou tentativas de assassinato, como preferir) foi um tanto quanto estranha.

Fora usada uma concha (sim, uma concha, daquelas que a gente pega na praia). Ela serviria como armadilha, sendo colocada num recife de corais, no qual Fidel tinha o hábito de mergulhar. A ideia era que, quando Fidel pegasse a concha (brilhante) ela desencadearia uma série de explosões.

Mas, o plano foi vetado pela CIA porque havia outros meios mais pragmáticos, por assim dizer. Coisas como charutos cubanos, pílulas envenenadas, exportação de fungos… essas coisas.

4 – Depósito militar no Gran Central Terminal

04

O Grand Central Terminal é um dos centros de transportes mais movimentados dos Estados Unidos, levando pessoas para dentro e fora da cidade de Nova York, todos os dias. Talvez você não saiba que lá, também, possui um depósito militar, chamada M-42.

Acredita-se que guardas armados ficaram na entrada do depósito durante a Segunda Guerra Mundial e foram instruídos a atirar em qualquer um que tentasse atravessar a área.

E, por que havia um depósito ali? Porque os militares dos EUA estavam transportando soldados para dentro e fora de Nova York por via férrea durante a guerra, e não queriam arriscar trazer ninguém das forças armadas inimigas.

Se você tentar conversar com alguém sobre o assunto, a probabilidade é que as pessoas desviem do assunto.

5 – Uma “segunda” Área 51

05

Localizada em Tooele, Utah, o Proving Grounds Dugway, é bastante semelhante a Área 51, em Nevada. Essa é mais uma base militar secreta, inundada pelos mais diversos rumores. Por exemplo, alguns dizem que esse é o lugar onde o exército dos Estados Unidos testa as últimas versões de suas armas e aviões, além de testes de armas biológicas e químicas.

A base passou a existir logo após o bombardeio de Pearl Harbor e tem sido objeto de especulação à décadas. O local também inclui o Reginal Kendall Combined Chemical Test Facility, um prédio no qual os funcionários testam roupas de proteção e dispositivos de equipamentos especiais que podem detectar armas químicas.

Mesmo que a base se aproxime do tamanho de Rhode Island, ainda sabe-se muito pouco sobre.

6 – Prisões secretas para os afegãos

06

Os debates sobre a guerra no Afeganistão são infindáveis, as pessoas possuem os mais variados tipos de opiniões e ideias sobre como deveria ser tratado o assunto. E, enquanto o governo Obama afirmou em 2009 que havia eliminado todos os “locais negros” (também conhecidos como “prisões afegãs”), aparentemente não disseram toda a verdade.

Em 2011, uma repórter da Associated Press, Kimberly Dozier, publicou um artigo acusando funcionários do Pentágono de abuso à detentos afegãos. Ela revelou ainda que o Comando de Operações Especiais está escondendo 20 prisões afegãs, nas quais os detentos são abusados e humilhados pelos guardas.

A tortura e o abuso que acontecem nessas prisões afegãs vieram como um choque para a nação estadunidense, e para o mundo, mas não surpreendeu totalmente as pessoas que já tinham ouvido falar em prisões como de Guantánamo.

7 – O USS Jimmy Carter

040604-O-0000C-002 Groton, Conn. (June 4, 2004) - General Dynamics Electric Boat moves the third and final Seawolf-class nuclear attack submarine, Jimmy Carter (SSN 23) outdoors for the first time. The move of the 453-foot, 12,139-ton submarine precedes her christening June 5th by former First Lady Rosalynn Carter. Former President Jimmy Carter will also be in attendance and participate in the ceremony. The new submarine honors the 39th president of the United States who is the only submarine-qualified man who went on to become the nation's chief executive. Differentiating the Jimmy Carter from all other undersea vessels is her Multi-Mission Platform (MMP), which includes a 100-foot hull extension that enhances payload capability, enabling it to accommodate advanced technology required to develop and test an entirely new generation of weapons, sensors and undersea vehicles. Photo courtesy of General Dynamics Electric Boat (RELEASED)

Preparados para algo sci-fi?! Esse incrível submarino foi lançado pela primeira vez em 2004 e, foi até mesmo envolvido em uma excursão ultra secreta para espionar a Coréia do Norte.

O USS Jimmy Carte apresenta algumas tecnologias e equipamentos bastante avançados, para torná-lo capaz de ultrapassar qualquer adversidade, além de conversar com qualquer outro submarino e, também, mergulhar em portos inimigos sem ser detectado.

Essa poderia ser uma arma militar altamente perigosa caso caísse nas mãos erradas. Nós nem sequer sabemos sobre todos os recursos disponíveis no USS Jimmy Carter, porque a marinha dos Estados Unidos não revelou qualquer informação sobre ele.

Ou eles não estão autorizados a, ou ainda é um assunto super secreto. O que sabemos é que o submarino tem espaço de armazenamento suficiente para manter algumas aparelhagens e armas, por isso, pode ter uma missão importante pela frente.

8 – Julia Child trabalhou para a CIA

08

Você já assistiu aquele filme Julie & Julia? Uma comédia dramática sobre uma aspirante a chef de cozinha e uma renomada cozinheira (baseada em uma figura real) Julia Child? Pois então, essa Julia Child, algum tempo antes de seguir seus passos como uma cozinheira de mão cheia, trabalhou para a CIA.

Antes da fama era conhecida como Julia Mc Williams, e foi contratada pela Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA), durante a Segunda Guerra Mundial. Aparentemente, também era um “chef” na análise e desenvolvimento de armas militares. Um vida um tanto quanto interessante, não?

Os arquivos de Julia Child foram abertos ao público em 2008, assim como de vários outros ex-funcionários da CIA. Mais especificamente, Julia trabalhou para a CIA quando ainda era o Escritório de Serviços Estratégicos, mas seu trabalho era basicamente o mesmo.

Sabe aquela história que não podemos julgar um livro pela capa? Nesse caso, nem mesmo um livro de receitas! Vocês também acham que a cinebiografia de Julia Child deveria ter abordado essa parte de sua vida?!

9 – O FBI monitorava John Lennon

09

Uma outra celebridade envolvida com a segurança nacional dos Estados Unidos foi John Lennon, nesse caso era bem ao contrário de Julia Child. Por não ter medo de expor seus pensamentos e perspectivas negativas sobre a guerra, ao lançar suas canções em protesto contra a guerra do Vietnã, o FBI o colocou em sua lista, considerando-o uma ameaça ao bem-estar da nação.

Isso foi antes da Convenção Nacional Republicana, em 1972, quando o FBI estava preocupado com que Lennon começasse um protesto (o que ele não fez). Nesse meio tempo, o FBI manteve pessoas por perto, restringindo o passaporte de Lennon e monitorando, tanto Yoko Ono, quanto a filha do casal.

Nunca fora encontrado algo contra Lennon, então ele fora retirado da “lista negra” (se é que podemos chamar assim) logo após as eleições do presidente Nixon. Alguns anos depois o cantor foi assassinado e em 2006 um documentário sobre fora lançado.

10 – Operação Luz da Manhã

10

Essa foi uma missão militar ultra-secreta que ocorreu na década de 1970, durante o governo Carter. No outono de 1977, a União Soviética lançou uma nave espacial chamada Cosmos 954. Isso foi durante a corrida espacial, quando a URSS e os EUA lutavam para ver quem alcançava os feitos espaciais mais incríveis.

Bem a União Soviética acaboou perdendo o controle da Cosmos 954 e como ela começou a “escorregar” para dentro da órbita terrestre, os Estados Unidos podiam afirmar que algo muito ruim iria acontecer. Usaram cálculos para prever que a nave iria colidir com a América do Norte, mas não sabiam exatamente onde.

Então, contrataram uma equipe “top-secret” para ficar alerta nesse dia. Em 1978, o satélite caiu na tundra canadense, tripulações militares estadunidenses limparam 90% dos destroços, um bocado de urânio enriquecido!

Então pessoal, será que vocês já conheciam todos esse itens? O que acham deles? Os que já foram e o que podem vir ainda? Conhecem mais algum secreto do militarismo estadunidense que não mencionamos nessa lista? Sugestões, dúvidas, correções? Não se esqueçam de comentar com a gente!

10 recordes do Guinness Book mais bizarros envolvendo partes do corpo

Matéria anterior

7 coisas que teriam acontecido caso o Brasil tivesse sido colonizado pela Inglaterra

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.