5 experimentos feitos pelo exército dos Estados Unidos que acabaram mal

POR Fatos Desconhecidos (Acervo)    EM Curiosidades      25/09/15 às 18h11

O exército dos Estados Unidos é um dos mais poderosos do mundo. As forças armadas norte-americanas já se envolveram em vários conflitos ao redor do mundo.

Além disso, o serviço secreto do país também é acusado de estar envolvido em vários acontecimentos polêmicos. Como é o caso, por exemplo, de alguns experimentos considerados completamente bizarros.

Alguns deles envolveram camelos e armas atômicas e até calotas de gelo na Groenlândia. Confira esses e outros experimentos inusitados realizados pelo exército.

1 - As Tropas de Camelos Americanas

Durante o século XIX os cavalos eram a principal forma de transporte, no entanto, eles não foram os únicos animais utilizados para levar cargas.

Em 1856 o secretário de guerra dos Estados Unidos, Jefferson Davis, importou cerca de 12 camelos da África e da Turquia. Davis acreditava que os animais seriam úteis nas regiões recém-conquistadas no sudoeste do país.

No entanto, os animais não se adaptaram à Guerra da Secessão e não foram tão úteis como imaginado. Os que sobreviveram foram soltos na natureza.

2 - Projeto Iceworm

Durante a Guerra Fria, em 1958, o exército estado-unidense botou em prática um experimento ultra-secreto, o "iceworm". Centenas de misseis balísticos foram escondidos em calotas de gelo da Groenlândia.

Depois de serem escondidas na neve, as armas seriam utilizadas em ataques nucleares no território soviético. Para isso, o exército norte-americano construiu no local o Camp Century, uma base de teste que serviria como centro de pesquisa científica.

O posto era formado por 24 túneis subterrâneos de gelo cobertos por uma grossa camada de aço e mais gelo. Havia mais de 200 alojamentos, laboratórios, hospital e até teatro. Para manter toda a estrutura era utilizado um reator nuclear portátil.

Teria sido o plano perfeito, se as alterações nas calotas polares não tivessem começado a oferecer risco. Os túneis começaram a se deformar e ficaram com infraestrutura instáveis. Por causa disso, o projeto foi abandonado em 1966.

3 - A FP-45 Liberator

fp

Durante a Segunda Guerra Mundial, o exército dos Estados Unidos começou a pensar em como seria possível armar os combatentes da resistência em países ocupados.

Foi então que o comitê de operações estratégicas teve uma ideia: fabricar uma arma de baixo custo que desse apenas um tiro que pudesse ser jogada em território inimigo. Foi assim que nasceu a FP-45.

Na teoria, os combatentes poderiam usá-la para render e tomar as armas dos inimigos. Cerca de um milhão delas foram fabricadas, mas não chegaram nem perto dos campos de batalha.

Ao invés delas, os comandantes aliados e oficiais de inteligência, além dos próprios combatentes, preferiram a "Sten", uma metralhadora fabricada pelos britânicos.

4 - Projeto Pigeon

pombo

Outro projeto que também foi desenvolvido durante a Segunda Guerra Mundial foi proposto pelo psicólogo B.F. Skinner, que queria produzir um míssil guiado por um pombo.

Os animais foram treinados para bicar imagens específicas, como um navio de guerra inimigo, por exemplo. Depois eles foram colocados dentro de mísseis com uma pequena janela em que eram projetadas imagens de voo do dispositivo.

Ao bicar a tela, os pombos poderiam mudar as coordenadas do míssil e assim levá-los ao alvo. No entanto, os militares se recusaram a botar a ideia em prática e o projeto foi abandonado.

5 - Experimentos com drogas de Edgewood arsenal

pig

Nos anos 1950 foi iniciado uma sequência de testes bizarros que durou 20 anos, em Edgewood Arsenal, Maryland. Mais de 5 mil soldados foram usados como cobaia em um experimento para testar o efeito de drogas ilícitas.

O objetivo do projeto era identificar substâncias incapacitantes que não fossem letais para o uso em combates e também interrogatórios.

Drogas como maconha, fenilciclidina, mescalina, LSD, e uma substância chamada BZ, que causava delírios, foram dadas aos soldados.

Muitos deles ficaram com traumas psicológicos e vários problemas de saúde, mesmo assim o projeto só foi encerrado oficialmente em 1975.

Fatos Desconhecidos (Acervo)
Acervo, matérias feitas antes do ano de 2015.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+