Entretenimento

5 informações sobre Pokémon Go que vão calar a boca de muita gente

0

Pokémon Go é a atualização mais recente da franquia de jogos de videogame lançada pela Nintendo há 20 anos. A nova versão começou a ser lançada a poucos meses e leva os jogadores a procurar pokémon em museus, parques, esquinas, banheiros, ou em qualquer lugar que eles resolvem aparecer. Bom, para capturar um pokémon, o jogador precisa ir as ruas da sua cidade, usando o GPS e câmera do celular. Já leu nossa matéria com os 10 pokémon que foram inspirados em animais da vida real?

Muitas pessoas vem criticando o jogo, dizendo que as pessoas estão sendo roubadas na rua pelo fato de estarem indo atrás dos pokémons, mas nós, da Fatos Desconhecidos, separamos algumas informações para provar para vocês que o jogo pode ser benéfico para muita gente, confiram:

1 – Ajuda a combater o sedentarismo

giphy (1)

Caminhada é uma ótima forma de fazer exercícios físicos, e para chegar mais rápido em cada PokeStop, as vezes é necessário dar até aquela corridinha. Apesar de ser possível capturar pokémons enquanto estamos dentro do ônibus, essa solução não serve para chocar os ovos, sendo que é preciso caminhar ou correr cerca de 10km para chocar os pokémons mais raros. Então, em vez de jogarmos o game sentados no sofá, é preciso ir para as ruas e fazer caminhadas, e temos a certeza que a nossa saúde agradece. Confiram também a nossa matéria com as 5 ferramentas de Pokémon Go que você precisa conhecer.

2 – Autismo

001

Pokémon Go realmente tem ajudado a saúde mental de muitos jogadores ao redor do mundo. Um garoto chamado Adam Barkworth, de 17 anos, viu que o jogo poderia o ajudar a superar o medo de sair de casa. O rapaz, que convive com o autismo, não saía de casa a pelo menos 5 anos, mas para a felicidade da sua família, o game o ajudou a superar o medo e a sair de casa para capturar os “monstrinhos”.

3 – O jogo ajudando a ensinar

O professor de Elétrica e Eletrotécnica da ETEC, de Itapeva, usou o game como exemplo para falar sobre o Teorema de Pitágoras, explicando o funcionamento do sistema de “chocar ovos” do jogo e como os alunos podem escolher os trajetos mais eficientes para percorrer a distância pedida pelo jogo enquanto passam pelos Pokéstopes e caçam pokémon.  “Eu li que ‘Pokémon Go’ só calcula as distâncias percorridas em linha reta, então achei que era uma ocasião bem apropriada para falar de trigonometria”, declarou o professor Eddy ao site Uol Jogos. A aula vocês podem conferir no vídeo acima.

4 – Sociabilização

002

E o que mais tem se falado sobre o jogo é como ele está ajudando as pessoas com problemas psicológicos ou emocionais. Assim como citamos no item 1, que o garoto que convive com o autismo conseguiu sair de casa graças ao jogo, vários jogadores estão compartilhando no twitter suas experiências, do quanto o game está ajudando no tratamento de problemas como ansiedade e depressão.

5 – Ajuda a salvar vidas

002

E quando você vai atrás de um Pikachu e salva uma vida? Isso foi o que aconteceu nas Filipinas, quando um jovem Bon Vallite saiu de casa em busca de um Pikachu que estava ali por perto, e no lugar do Pikachu, Bon Vallite acabou achando um rapaz muito doente que estava precisando de ajuda. Vallite percebeu que o estranho estava vomitando sangue, então ele o ajudou com um pouco de água e chamou a ambulância. O rapaz foi diagnosticado com insolação e poderia ter morrido se não fosse a ajuda de Vallite.

E aí amigos, já sabiam de todas essas informações sobre o Pokémon Go? Comentem!

10 imagens chocantes que provam que fantasmas são reais

Matéria anterior

Os 10 filmes mais assistidos de todos os tempos

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.