Ciência e Tecnologia

5 maiores mitos envolvendo o carregamento de celulares

0

Desde que os telefones celulares foram inventados, a duração da bateria tem sido uma dor de cabeça para os usuários dos populares telefones móveis. Os primeiros celulares, lá da década de 1980, eram grandes e chamativos. Além disso, exigiam uma enorme quantidade de energia para operar.

Para se ter uma ideia do que estamos falando, dez horas de recarga resultariam em aproximadamente 30 minutos ou até uma hora de conversação. Não demorou muito para que as pessoas começassem a criar novas tecnologias para não apenas fazer com que as baterias durassem mais, mas também para tornar o carregamento mais fácil e conveniente.

Em meio ao avanço dessa tecnologia, muitos mitos surgiram e ficaram impregnados na sociedade como se fossem uma verdade. Para esclarecer de uma vez por todas esses detalhes, nós vamos te mostrar a seguir alguns dos boatos mais populares sobre carregamento de celulares.

1 – “Não se deve deixar o celular carregando durante toda à noite”

Esse é um dos mitos mais divulgados erroneamente. As baterias de íons de lítio proporcionam um carregamento seguro do seu telefone durante a noite. Esses tipos de baterias têm controladores que param de carregar a bateria quando ela está cheia. Então, não fique preocupado. Você não vai iniciar um incêndio na sua casa se tiver esse hábito. Entretanto, o seu aparelho pode sofrer com um superaquecimento. Para evitar problemas, leia atentamente o manual do seu celular.

2 – “Só se pode carregar o aparelho depois que a bateria acabar totalmente”

Este mito vem de um hábito do passado. Antes, quando as baterias não eram tão modernas, realmente este era o procedimento ideal. Agora, com as baterias de íons de lítio, a conversa mudou. Essa bateria têm um número limitado de ciclos de carga. Por exemplo: um iPhone tem cerca de 500 ciclos. Um ciclo equivale ao carregamento total, de 0% a 100%. Se você carregar a bateria de 70% a 100%, você usou apenas 3/10 do ciclo. Especialistas recomendam que as baterias atuais sejam recarregadas quando atingem cerca de 40% da carga.

3 – “Não pode deixar o carregador conectado na tomada”

Apesar de ser conveniente a ação de deixar seu carregador na tomada, as regras de segurança dizem que os carregadores precisam ser desconectados logo após o uso. Isso ocorre porque um incêndio pode começar como resultado de uma oscilação de energia. Tais situações, especialmente nas cidades, acontecem muito raramente. Portanto, esta medida de precaução é praticamente inútil.

Entretanto, existem quatro situações em que um carregador deve ser desconectado: Se sua casa não tem um DPS para proteção contra raios, se você tem animais ou crianças pequenas que circulam livremente em casa e podem morder o carregador conectado, vazamento de água no piso superior e se o seu carregador faz barulhos estranhos mesmo quando não está carregando nenhum dispositivo.

4 – “A bateria pode viciar se for carregada constantemente”

Como dissemos anteriormente, baterias modernas bloqueiam o carregamento quando completado. Então não há motivo para se preocupar com isso.

5 – “A vida da bateria é curta”

Você pode não saber mas uma bateria pode ter sua vida prolongada de maneira simples. A degradação em baterias de íons de lítio é causada,  na maioria dos casos, por uma elevação na resistência da bateria interna, causado pela oxidação celular. Por isso, devemos carregar esse tipo de bateria quando ela atinge entre 40 e 50% de sua capacidade.

7 efeitos colaterais decorrentes do contato com alguns animais

Matéria anterior

7 dicas simples que podem te ajudar a parar de roncar

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos