• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


5 séries adaptadas que simplesmente ignoraram os livros de origem

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      27/02/17 às 16h28

Adaptação cinematográfica não é algo novo nos cinemas, inclusive, no começo da arte era muito comum os filmes pegarem histórias de outras mídias para contar, principalmente dos livros. Para quem pensa que Hollywood vive hoje apenas de adaptações, saiba que desde aquela época esse costume nunca parou. O cinema pega inspirações de todo o lugar e de todas as artes. Com o tempo, a televisão também adotou esse método para alguns de seus programas. Nada mais natural.

Acontece que nunca antes se falou tanto sobre adaptações quanto hoje. Atualmente é um assunto presente em muitas rodas de discussão e, sempre que há um bate papo desses, a famosa frase está presente: "o livro é melhor que o filme". Para começar, as coisas não funcionam tão preto no branco assim. Como o próprio nome diz, na adaptação sempre, não se engane, sempre haverá reajustes. Para o bem ou para o mal. E o conceito de fidelização é superestimado. Aqui pegaremos como exemplo adaptações literárias.

Embora existam regras na adaptação cinematográfica, não é justo cobrar fidelização quando se trata de duas artes bem diferentes. Porém, a produção áudio visual não pode se afastar tanto a obra original. Os objetivos, a essência e a história precisam ser mantidas, caso contrário o filme não é adaptado, apenas baseado em alguma outra obra. Mas vejam bem, esses elementos são válidos somente quando nos referimos à adaptação de fato. De qualquer forma, sendo ou não roteiro adaptado, um filme precisa funcionar por ele mesmo, ou seja, nada naquela história de que "precisa ler o livro para entender melhor o filme".

Mas isso é outra história. Agora o foco é adaptação e, infelizmente, são as mal feitas. Separamos algumas séries de televisão que não souberam fazer o trabalho corretamente.

Game of Thrones

Sucesso em ambos os meios (literário e televisivo), a série ainda divide opiniões. Muitos fãs dos livros não acompanham a série por achar que eles não são justamente adaptados. No início, as mudanças foram pequenas e sutis, porém, como de costume, ao longo das temporadas os showrunners tomaram algumas liberdades criativas, algo que deixou muitos fãs furiosos.

Enquanto algumas dessas mudanças fazem sentidos, com envelhecer certos personagens para evitar cenas de sexo entre crianças e adultos, outras não. Muitos personagens são mortos prematuramente o show ou simplesmente não existem. Uma das ausências mais sentidas pelos fãs é a de Lady Stoneheart, leitores até hoje ficam revoltadas com a escolha de não leva-la a série. Assim como todo o plano de Dorne após a morte de Oberyn. Para o desespero definitivo dos fãs, a série Game of Thrones agora está muito à frente dos livros, o que, inevitavelmente, fará com que a série se desvie ainda mais da obra original.

Pretty Little Liars

Se há uma coisa que o programa acerta é a caracterização. A série é tão popular justamente porque concede personagens multidimensionais, que têm falhas e suas próprias motivações. Além disso, os roteiristas sabem as partes certas de deixar de fora.

Exemplo disso é o caso do personagem de Toby. No livro, ele tem um breve relacionamento com Emily e molesta sua irmã quando ambos são jovens e acaba morrendo em decorrência a uma overdose, ainda no primeiro livro. Ele nunca chega a namorar Spencer e já imaginaram a série sem esse casal?

Outlander

Para grande parte dos fãs, a primeira temporada da série permaneceu atrelada aos livros de Diana Gabaldon. Naturalmente, uma série de televisão precisa condensar as histórias por causa do tempo e, para os leitores da obra, o mundo do programa não passa a mesma riqueza que os livros. Uma reclamação em particular é sobre os personagens de Jaime e Claire, já que a relação de ambos não parece tão desenvolvida.

Na segunda temporada, o programa diverge ainda mais dos livros, começando com a cena de abertura. No entanto, em uma entrevista a E! News, a própria autora revela a dificuldade de escrever o segundo volume. Na entrevista ela revela que não fazia ideia de como filmar o que escreveu e passou a seguinte ideia para os produtores da série: "se eu fosse vocês, eu apenas cortaria a história de enquadramento e iria direto para o meio do livro". Dureza.

Dexter

Havia muitas diferenças entre Dexter e os livros de Jeff Lindsay. A personalidade do personagem é uma delas. No livro ele constantemente duvida de sua própria sanidade, exemplo disso é sua dúvida se ele pode ser o Ice Truck Killer e não se lembrar. Outras mudanças feitas foi em relação ao personagem Angel Batista. Na série, o policial tem uma história e importância maiores que no livro, onde sabemos muito pouco sobre ele.

Gossip Girl

Por muitos anos essa série foi queridinha entre o público adolescente e grande parte desse sucesso todo foram as mudanças que a The CW fez ao realizar a adaptação. Exemplo é a personalidade de Serena, a personagem na série é muito mais simpática que nos livros, principalmente nas primeiras temporadas.

Contudo, o programa não soube explorar temas mais complexos e obscuros que existem nos livros. É compreensível que a emissora tente atrair o público jovem, mas precisa ter cuidado para não neutralizar o material de origem no processo. Como podemos ver, as alterações foram feitas tanto de forma positiva como negativa. Adaptações é um muito interessante e importante, porém longo. Aqui ficamos apenas com uma lista básica de programas que ignoraram sua base de origem.

O que acharam? Colocariam mais alguma série na lista? Deixe seus comentário. Lembrando que não temos a intenção de impor verdades, desrespeitar e nem ofender ninguém, nosso intuito é apenas de informar, instigar e entreter mentes curiosas.

Próxima Matéria
Via   Looper  
Imagens IGN Looper
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Mais aventuras em Instagram: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+