Entretenimento

6 espécies extintas que poderão voltar a existir

0

Mais de 950 mil espécies de animais já foram catalogadas. No entanto, não é apenas isso, visto que estima-se que haja mais de 7 milhões, ou seja, temos muito o que descobrir ainda. Podemos encontrar animais em todos os cantos, seja na terra, no ar ou nos oceanos. Infelizmente, muitas espécies deixaram de existir, desaparecendo por completo do nosso mundo. Os dinossauros são grandes exemplos dessa extinção. Na verdade, existem mais espécies extintas do que as que atualmente vivem no nosso planeta, o que faz com que diversos estudiosos dediquem suas vidas em busca de informações daqueles que já não habitam mais a Terra.

No geral, as pessoas têm bastante curiosidade sobre esses seres que desapareceram. Podemos ver isso no amor que sentimos de filmes como Jurassic Park, por exemplo. Felizmente a ciência pode voltar no tempo e, assim como podemos ver em filme, fazer com que espécies extintas voltem a viver. Existe inclusive listas dos candidatos em potencial que podem voltar a vagar o nosso mundo em breve. E pensando nisso, decidimos trazer essa lista. A redação da Fatos Desconhecidos buscou e listou algumas espécies que poderão ser trazidas à vida novamente. Confira conosco a seguir e compartilhe com seus amigos desde já. Sem mais delongas, vamos lá.

Espécies extintas que poderão voltar à vida

1 – Mamute lanoso

Os mamutes são muito conhecidos por nós por causa do cinema. A altura dos ombros dos machos dessa espécie atingiam entre 2,7 metros a 3,40 metros. Podiam pesar até seis toneladas. Os mamutes lanosos habitavam o leste asiático e foram extintos há 4.000 anos. Os parentes vivos mais próximos são os elefantes africanos.

2 – Quagga

Essa espécie mais se parece com uma zebra e foi extinta no final do século XIX. É outra aposta das espécies que poderão voltar a existir. Esses animais costumavam viver na África do Sul e os parentes vivos mais próximos são as zebras.

3 – Pássaro Elefante

Já pensou dar de cara com uma ave do tamanho de um elefante? Bom, isso poderá acontecer em breve. Essa espécie media cerca de 3 metros de altura e pesava aproximadamente 700 quilos. O pássaro elefante habitava o Madagascar e foi extinto há cerca de 1000 a.C.

4 – Baiji

Esses são os golfinhos do rio chinês. Os machos da espécie mediam cerca de 2,2 metros, enquanto as fêmeas chegavam a 2,5 metros. A espécie foi extinta em 2002 e os parentes vivos mais próximos são os golfinhos brancos chineses.

5 – Glyptodont

Essa espécie podia medir até 3,6 metros de comprimento e cerca de 1,5 metro de altura. Esses animais costumavam viver na América do Norte e América do Sul. O Glyptodont foi extinto cerca de 8.000 a 7.000 anos atrás. O tatu é o seu parente vivo mais próximo.

6 – Íbex dos Pirenéus

Esses animais lembram bastante outros que já conhecemos. A espécie é original do Sudoeste da Europa. O último da espécie nasceu em 2003, mas morreu 7 minutos depois devido a um defeito pulmonar. O íbex, conhecido como cabra selvagem da montanha, é o parente vivo mais próximo dessa espécie.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comente então pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos.

Afinal, por que espirramos?

Matéria anterior

Álcool danifica o cérebro na adolescência e não faz somente isso

Próxima matéria

Você pode gostar